Guia da Semana

Está no sangue

Felipe Galvão, filho do cantor Fabio Junior, segue os passos do pai; além de ter sua própria banda, estreia como protagonista na nova temporada da série Malhação

Foto: Tv Globo/Márcio de Souza

Felipe Galvão, o Fiuk: estreia nas telinhas como o aventureiro Bernardo

Há quem diga que o ditado "Filho de peixe, peixinho é" sempre acontece principalmente nas famílias cujos pais ou avós são artistas. E na casa do cantor Fábio Junior não foi diferente. Além de ter a filha Cléo Pires arrasando nas telinhas, seu filho, Felipe Galvão, mais conhecido como Fiuk, começou sua carreira como vocalista da banda Hori, com disco de lançamento datado deste ano. 

E tem mais: assim como o pai, Felipe agora ataca como ator. Ele está no elenco da nova temporada da série adolescente Malhação, que foi toda repaginada, com referências aos anos 80, tanto nos cenários, figurinos e trilha sonora. Algumas das atuais bandas de rock, inclusive a Hori, vão regravar sucessos da época para a trilha da novelinha teen. Outra novidade é o novo nome da série: Malhação ID. Entre gravações e shows, o cantor e ator conversou com o Guia da Semana a respeito de seu personagem, sua vida fora dos palcos e as comparações com o pai.

Guia da Semana: Como surgiu o convite para atuar na série Malhação? O que você espera da sua estreia na trama adolescente?

Felipe Galvão: Fiz um filme chamado As Melhores Coisas do Mundo, dirigido por Laís Bodanzky, que estreia em 2010. A Rede Globo convidou o elenco do filme para fazer o teste para Malhação ID; eu fiz o teste e consegui o papel. Fiquei muito ansioso para a estreia do Bernardo.

Guia da Semana: Como será seu personagem na série? Com quem irá contracenar nessa nova temporada?
Felipe Galvão:
Bernardo é um cara de bem com a vida e é totalmente do bem. Mas é irresponsável e costuma envolver alguns amigos nas suas confusões. Estou contracenando com atores muito bons, como a Cristiana Peres, Murilo Couto, Élida Muniz e Mariana Molina.

Foto: Caio Paifer

A Hori, formada há seis anos, lançou o disco que leva o mesmo nome da banda em 2009

Guia da Semana: Quando você decidiu seguir a carreira musical?

Felipe Galvão: Quando eu era pequeno, minha mãe insistia para que eu aprendesse a tocar violão. Hoje agradeço a ela por ter despertado em mim o gosto pela música.

Guia da Semana: Conte sobre a formação da banda Hori. Como foram as gravações do primeiro disco da banda?

Felipe Galvão: Eu não sei como é ter um filho, mas posso dizer que tive um parto (risos). Esperei seis anos para fazer esse disco e encontrar as pessoas que hoje estão comigo na banda. (A Banda Hori é formada hoje por Fiuk nos vocais, Max Klein na guitarra, Fê Campos no baixo, Renan na guitarra e telcado e Xande na bateria).

Guia da Semana: Como faz para conciliar as gravações para a série e os shows com a Banda Hori?

Felipe Galvão: É claro que as coisas ficaram mais difíceis no quesito tempo. Mas eu faço com o maior prazer do mundo. Me dedico muito aos dois trabalhos e pra mim está sendo maravilhoso ter essas oportunidades.

Guia da Semana: Quais suas principais influências musicais? Possui influências também do seu pai?

Felipe Galvão: Possuo influências do meu pai porque sempre o admirei. Mas tenho as minhas preferências musicais. No momento, tenho escutado bastante John Mayer, Jamie Cullum e Paramore.

Foto: TV Globo/Márcio de Souza



Guia da Semana: Já sofreu comparações com ele? O que acha disso?

Felipe Galvão: Já. Acho normal, ele é meu pai e tenho orgulho disso. Há críticas positivas e negativas, mas eu prefiro escutar as construtivas.


Guia da Semana: Vocês regravaram a canção Só Você, sucesso na voz de Fábio Jr. Como surgiu a ideia de gravarem essa canção? Há mais alguma de seu pai que você gostaria de regravar?

Felipe Galvão: A ideia da Só Você foi do Mário Márcio Bandarra, diretor de Malhação ID. Não regravei nenhuma outra música dele e não tem nada previsto.

Guia da Semana: Você sofre com os assédios das fãs?

Felipe Galvão: Não vivo sem o assédio das minhas fãs! (risos).

Guia da Semana: Como é seu estilo de vestir? E o que gosta de fazer nas horas vagas?

Felipe Galvão: Meu estilo é muito simples. Eu coloco pra fora o que sou por dentro. Agora, nas horas vagas, estou adorando fazer hóquei, que é um dos esportes preferidos do Bernardo e, por isso, preciso fazer aulas. Como estou morando no Rio, também estou adorando pegar uma praia. E não vivo sem meu violão!

Guia da Semana: A banda Hori já está com novos projetos?

Felipe Galvão: Já, mas ainda é segredo.


Bate-bola

Nome: Felipe Kartalian Ayrosa Galvão.
Apelido: Fiuk.
Data de nascimento: 25/10/1990.
Signo: Escorpião.
O que admira em uma mulher: Bom-humor é tudo em uma mulher.
O que odeia em uma mulher: Mau-humor.
Uma música: Good love is on the way - John Mayer.
Um livro: Vou indicar dois livros: Mentes Inquietas e Um Extraterrestre na Galiléia.

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte