Guia da Semana

Estimulação de bebês e crianças

Algumas dicas para incentivar todos os talentos do seu filho

Foto:Getty Images


Os primeiros anos de vida do bebê são extremamente ricos em experiências, que refletirão intensamente no seu desenvolvimento global posteriormente. Isso porque, após o nascimento, o cérebro do bebê já contém 100 bilhões de neurônios, os mesmos encontrados num cérebro adulto. Os neurônios criam trilhões de conexões/ sinapses garantindo uma capacidade de aprendizado rico em experiências e adaptação a condições mutantes, essa habilidade se chama plasticidade cerebral.

Essa rede neural é construída através da relação da criança com o meio ambiente e não se desenvolve sozinha. Por isso, é importante criar situações propícias para estimular o bebê/ criança, respeitando-se sempre a sua idade cronológica, a etapa do desenvolvimento em que o bebê/ criança se encontra e o ritmo individual de cada um, para não hiper estimular.

A relação dos pais com o seu filho(a) auxiliam as habilidades naturalmente através do cotidiano por meio de uma conversa, canto/ música, uma demonstração de carinho e numa brincadeira. É importante criar oportunidades para participar desse crescimento com situações propícias para o estímulo, aproveitando esse período privilegiado, quando os bebês/ crianças, têm seu momento de maior desenvolvimento.

Algumas dicas são importantes para que esse estímulo seja adequado a sua faixa etária e favoreçam as habilidades sensório-motoras do bebê/ criança, tais como:

? 0 a 2 meses: Nessa fase o bebê não interage com brinquedos, mesmo não segurando por muito tempo um chocalho leve, estimule o reflexo de preensão. Use estímulos sonoros com música e móbiles no berço, carrinho ou tapetes específicos para estimulação com contrastes de cores. Os pais também podem brincar de serra-serra serrador, esticando os cotovelos e dobrando-os para estimular o controle de cabeça;
? 2 a 4 meses: Deixe a criança de bruços, com o auxílio de um lençol dobrado em forma de rolo. Ofereça brinquedos de diferentes cores e texturas para que haja interesse em explorar o objeto, como bonequinhos de plástico, mordedores de tecido, livrinhos de pano e plástico. Incentive a criança a rolar mostrando um objeto, um brinquedo sonoro ou chamando-a;
? 4 a 6 meses: Nessa fase a criança quer explorar melhor o ambiente, aumentando o campo visual, senta-se com apoio nas costas e necessita de brinquedos a sua frente (que imitam sons dos animais, formas geométricas como bolas e cubos) para que alcance o objeto e fortaleça a musculatura das costas e abdômen. Também é interessante brincar de joão bobo na frente do espelho, desequilibrando a criança para que treine reações de equilíbrio, fortaleça musculatura dos braços e favoreça sua imagem corporal;
? 6 a 8 meses: Brinquedos que estimulem a criança a sentar-se sozinha numa superfície plana e com almofadas ao lado caso se desequilibre. Pode-se estimular com brinquedos de empilhar, encaixar, brinquedos bem barulhentos (telefones e pianinhos) e também durante o banho, aproveitando-se para fortalecer a musculatura das costas em diferentes situações do cotidiano. Quando sentada, chame a criança por trás para que gire o tronco, preparando-a para engatinhar;
? 8 a 10 meses: Estimule a engatinhar, colocando um lençol embaixo dela de bruços e puxe-o imitando o engatinhar. Também é indicado estimular o bebê a se levantar, dando apoio com as mãos para fortalecer a musculatura das pernas. Ofereça brinquedos de encaixe e incentive a coordenação motora fina, a segurar na ponta dos dedos;
? 10 a 12 meses: Brinquedos apropriados para empurrar, visando se deslocar, desperta interesse nessa faixa etária. Evite o uso de andadores circulares, pois prejudicam a aquisição do andar. Estimule com brinquedos que abrem e fecham, encaixe de objetos dentro de casinhas e brinquedos de empilhar.

Mais do que se preocupar em estimular, crie um ambiente harmonioso e divirta-se em família!
Quem é a colunista: Denise Gurgel.
O que faz: Fisioterapeuta atuante na área materno-infantil e especialista em Shantala
Pecado gastronômico: Pães, todos os tipos, formas e sabores!
Melhor lugar do Brasil: Parece clichê, mas é a minha casa!.
Fale com ela: contato@cursoshantala.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte