Guia da Semana

Fazendinha de minhocas

Saiba como ensinar os pequenos a fazer a destinação correta do lixo orgânico da sua casa e montar um minhocário



Anelídeos conhecidos por viverem em solos úmidos e com um aspecto não muito agradável, as minhocas são importantes aliadas para a destinação do lixo orgânico.

São elas que produzem o húmus, matéria orgânica rica em nitrogênio, cálcio e fósforo, elementos importantes para a lavoura.

Por serem animais subterrâneos e que têm como principal alimento restos de vegetais, esta espécie surge como uma solução para quem não deseja produzir adubo natural e rumar um destino diferente para os restos de alimentos.

A criação de um minhocário não exige cuidados extremos e grandes investimentos. Pode ser inserida em qualquer local, inclusive em pequenos espaços, como apartamentos. O mais comum, feito de alvenaria, é uma excelente alternativa para pequenos espaços, facilmente encontrado em lojas especializadas.



"O húmus é um dos produtos naturais mais importantes para o cultivo de plantas. Ele é rico em nitrogênio e muito caro no mercado, por isso se torna uma boa alternativa", explica o engenheiro agrônomo, Marcelo Noronha.

Outra opção é o feito de bambu, material que facilita a circulação do ar e deixa a temperatura mais estável. No geral, o tempo de vida útil dos minhocários é de cerca de quatro anos. 

Empilhar três caixas é um meio fácil e recomendado tanto para quem mora em casa, quanto em apartamento. Nos dois primeiros recipientes (no topo), está a terra. Na superior, colocam-se as minhocas. Sobras de cascas e pedaços de frutas, verduras e legumes são despejadas.

Nunca coloque alimentos salgados ou ácidos, pois isso impede a produção de um material livre de bactérias. Para finalizar, cubra-o com palha ou serragem, para manter a humidade. Na caixa intermediária, encontra-se o húmus, produzido em torno de três meses, após a decomposição da comida.

Para misturá-lo ao solo, é supersimples:

* Afofe o solo com delicadeza, de modo a não machucar a raiz;
* Retire metade da terra do vaso/canteiro;
* Coloque de 20 a 30% do montate do húmus;
* Para finalizar, coloque a cobertura "morta" e cubra com pedrinhas ou cascas de ovos, o que evita a exposição da terra e a "fuga" do nitrogênio presente na composição.

Mantê-lo sempre limpo eleva o tempo de duração do minhocário e, o mais importante, evita o ataque de predadores, como aves, rãs, sapo e cobras. Outra dica é construí-lo acima do nível do solo, em chão de terra batida. O local deve ser de fácil acesso à água e com boa incidência de sol.

Agora é só colocar a mão na massa!

Dicas:

* Evite expor o minhocário ao sol;
* Sempre coloque-o na sombra, em local arejado;
* Mantenha sempre a terra úmida;
* Deixe-o sempre limpo;
* Recolha o húmus a cada três meses. Neste mesmo período, misture-o ao solo.

Sites  relacionados:
www.minhocasa.com
www.moradadafloresta.org


Fotos: Getty Images.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte