Guia da Semana

Fora da garagem

Quem nunca sonhou em ter uma banda e ganhar dinheiro e fama com isso?

Foto: Getty Images


Juntar alguns amigos e começar a fazer um som nos fundos de casa sempre foi prática comum entre a moçada. Esse pensamento ronda a cabeça de adolescentes que, na ânsia de chegarem ao estrelato, abrem mão de diversas tarefas comuns da idade e se dedicam somente aos instrumentos e melodias. Mas enganam-se aqueles que pensam em apenas colher os louros da fama, ganhar dinheiro e pegar várias gatinhas por aí. Ter e - o principal - manter uma banda requer muita responsabilidade, paciência e dedicação, a não ser que queira fazer apenas o som nas festinhas dos seus colegas.

Vida real

Na rotina de uma banda jovem há mais dificuldades do que se pode imaginar. Esse é o caso de Lucas (Vocal), Bruno (Guitarra e voz), Lucas (Guitarra), Teta (Baixo) e Jony (Bateria) integrantes da Garage 18. Para eles as primeiras dificuldades foram acertar os caras certos para formar o conjunto e o dinheiro para arcar com tudo. "É legal chamar amigos para fazer esse corre com você, por conta da união e vontade de seguir em frente. Depois, arranjar os shows e grana para comprar os instrumentos, lugar para ensaiar, de preferência, a cada semana numa garagem diferente para não arrumar confusão com os vizinhos", comenta o guitarrista Bruno.

Primeiros passos

Não basta apenas uma roupa da moda, instrumentos legais e um rostinho bonito para fazer sucesso. Segundo o produtor musical Miranda, famoso por julgar os candidatos do programa Qual é o Seu Talento e Astros, no SBT, é preciso força de vontade e não apenas fogo de palha na hora de montar uma banda. "Tem de ter muita dedicação, já que requer muito trabalho. Não adianta ensaiar duas horas por semana e pensar que está bom, senão vai tocar só nas festinhas dos amigos. Alguém que consegue fama é porque algum talento tem. Pode ser uma letra fuleira e uma presença de palco boa, estilo, e o cara estoura. Mas isso a pessoa só descobre dando a cara para o mercado", aconselha.

Altos e baixos

O Garage 18 já passou por momentos difíceis, mas hoje já consegue colher alguns frutos do trabalho que vem sendo desenvolvido. "Depois de muitos shows, que a cada dia ficavam mais cheios, e a divulgação do nosso som na internet começamos a perceber que estávamos sendo considerados como uma banda", lembra Bruno. Com três anos de carreira eles viveram momentos marcantes, como um show feito em 2009 quando viram cerca de mil pessoas cantando seu single Só o tempo passou. "Foi de arrepiar. Para qualquer músico ouvir sua música na boca de cada pessoa é um momento único", conta empolgado.

Foto: Divulgação

A banda Garage 18 é formada por (na ordem) Bruno, Teta, Lucas, Lucas, Jony

E como nem tudo são flores há também os momentos de desentendimento e o principal motivo, adivinhem: a falta de grana! "Todo começo é sempre difícil e brigas toda banda tem, mesmo porque, o que torna a coisa interessante é ter diferentes personalidades unidas por um único propósito. O mais importante é o modo como você supera as diferenças", afirma Bruno, que acrescenta que hoje a Garage já tem fã clube e assédio das garotas durantes a apresentações.

Chegando lá

Sem dúvida, um dos maiores obstáculos é a concorrência. Com o cenário brasileiro musical bombando fica cada vez mais acirrada a disputa por um lugar ao sol. Portanto, é preciso aproveitar ao máximo cada oportunidade. Na hora de diferenciar cada grupo, além do som, as composições, o nome da banda e o estilo ajudam, segundo Miranda. "A letra é fundamental. Tem de saber colocar as emoções e sentimentos em forma de música no papel. É preciso ver filmes, ler muito e transmitir as vivências com verdade acima de tudo", afirma Miranda. Já quanto ao nome, o produtor aconselha escolher algo que seja criativo e chame atenção. "Existem nomes horríveis que se consagram e que parecem banais e fazem um baita sucesso. Ele deve traduzir exatamente o que a banda é e o que pretende passar".

Longa estrada

O fator aparelhagem costuma ser outro dos grandes problemas para os iniciantes. Em uma banda, como o Garage 18, há aparelhos de R$ 1.000,00 até R$ 10 mil, já que eles tocam em locais diversos. Para o que comprar de cara, não há regra. Segundo o produtor Miranda, se tratando de rock, por exemplo, é preciso ter algo poderoso no ar. Uma guitarra distorcida, um baixo diferente e uma batera potente.

Foto: Getty Images

Para fazer sucesso é preciso tocar em diferentes locais e cativar o público

Para quem pretende levar sua banda ao topo das paradas, é bom se preparar. Além de encontrar as pessoas certas para o grupo e decidir qual público atingir, é preciso correr - e muito - atrás do seu espaço. "Tem que se dispor a tocar em todos os locais possíveis para mostrar o seu som, explorar a internet e todas as suas formas de divulgação. Quem tem um sonho, nunca desista, porque dificuldade em qualquer escolha que você fizer sempre haverá, basta você superar com grandeza e ter paciência, que um dia o sucesso virá".

Miranda aconselha os aspirantes a ídolos a terem muita dedicação no trabalho e investir na carreira como se ela fosse uma empresa. "É preciso entender como um emprego mesmo, algo que precise de atenção. Não é uma coisa do tipo 'vou montar uma banda e só toco pra quem me pagar', tem que buscar o público, ir para a estrada usar muitos sites de música, blogs, twitter, facebook e o principal, ir aos shows de artistas que admiram. Tentar conhecê-los, fazer contato, conhecer espaços de shows, ver como tudo funciona".

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte