Guia da Semana

Fugindo da escola

Os mais afoitos se sentem sufocados dentro da classe. Para eles, matar aula é a solução!

Por Larissa Coldibeli

Stck.Xchng
Alguém repara numa carteira vazia?

Mais do que uma transgressão, matar aula é uma arte. Tradicionais contestadores da ordem, os adolescentes sempre arrumam um bom motivo para não ir à escola e curtir um passeio com os amigos, com o namorado, ou simplesmente ficar em casa vendo TV. Enrolar os pais e não ser descoberto pelo coordenador pedagógico é tarefa para os mais espertos e criativos.

Por preguiça, por medo de uma prova ou por achar que tem algo melhor para fazer do que ficar trancado entre quatro paredes ouvindo o blá blá blá do professor - sim, porque aos ouvidos deles o "S = So + V . t" nada mais é do que uma ladainha sem fim - eles inventam as histórias mais mirabolantes. Doença em estágio terminal, morte de parente, acidente de trânsito: tudo de ruim pode acontecer para evitar algo ainda pior, a aula.

Érica: profissional
Érica Bitener, 17 anos, é profissional: "Sexta-feira é o pior dia. Eu estou em qualquer lugar, menos na classe". Tem até aqueles que recebem o apelido de "turistas", pois raramente vão à escola. Sem se preocupar com as conseqüências, como número de faltas, advertência ou bronca dos pais, eles não resistem à pressão dos amigos: "Normalmente, a gente mata aula em grupo, para curtir", conta Érica, aluna do Colégio Adamastor de Carvalho.

O que ela não sabe é que dessa forma, fica mais fácil ser descoberto. Pelo menos é o que garante Maria Angela de Azevedo Antunes, coordenadora do Departamento de Orientação Educacional do Colégio Bandeirantes, São Paulo: "Se nós identificamos um grupinho que falta sempre no mesmo dia, nós conversamos para saber o que está acontecendo, antes de tudo, temos uma conversa pessoal".

Não quer ser pego? Érica dá algumas dicas:
  • Saia e volte para casa no horário de sempre, como se tivesse ido para a escola.
  • Leve o material. Ok, é um peso desnecessário, mas assim seus pais não desconfiam.
  • Saia de casa com o uniforme, mas leve outra roupa na mochila. Não é legal dar bandeira na rua com a roupa do colégio em pleno horário de aula.
  • Conte para os amigos mais íntimos onde você estará e deixe o celular ligado. Eles podem te ajudar em caso de complicações.
  • Não conte para a sala inteira que você está matando aula. Alguém pode te dedurar.


  • Os inspetores são os principais carrascos da turma que não agüenta ir para o colégio cinco dias por semana. Por estarem mais presentes no dia-a-dia dos estudantes, eles sabem quem é amigo de quem e quem fica com quem. Logo, uma falta coletiva ou simplesmente em dupla, com certeza não passa despercebida. Se o caso chegar na diretoria, prepare-se: é bom ter uma excelente desculpa para dar para a família, com certeza ela será avisada.

    Se você queimar o seu filme em casa uma vez que seja, a marcação será cerrada. Saiba que os pais têm várias cartas na manga se quiserem impedir que os filhos aprontem outra dessa. Levar todo dia ao colégio e ficar olhando até você entrar é só uma delas. Doenças em dia letivo serão proibidas: você vai ser obrigado a ir para a escola mesmo que esteja com 40 graus de febre.

    Stck.Xchng
    Correndo atrás do prejuízo

    Se seus pais não forem tão atenciosos assim, a escola pode assumir esse papel: "Em caso de reincidência, os pais são chamados quantas vezes for preciso", explica Angela. Érica já perdeu a conta do número de advertências que levou, sem falar nas broncas da mãe: "Mas não adianta, semana que vem eu mato aula de novo!", afirma ela, rindo. Em alguns casos, o aluno pode até ser expulso: "Se o jovem não gosta de ir às aulas, às vezes, a solução pode ser outra escola. Mas tudo isso é conversado com a família", explica a coordenadora.

    Mas nessa brincadeira de gato e rato, de querer se dar bem e curtir a vida, quem acaba fica em desvantagem é o adolescente. Perde a confiança dos pais, o conteúdo das aulas, atividades que valem nota e ainda mancha o histórico escolar. Tudo isso só para aproveitar um dia ensolarado com os amigos.

    Serviço:

    Colégio Bandeirantes
    Rua Estela, 268 - São Paulo
    Telefone: 5087-3500

    Atualizado em 6 Set 2011.

    Compartilhe

    Comentários

    Outras notícias recomendadas

    Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

    Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

    Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

    Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

    Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

    Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

    Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

    Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

    4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

    Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

    Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

    Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte