Guia da Semana

Geeks no elenco

Tendo anti-heróis como protagonistas, Glee conquista telespectadores brasileiros


Foto: Divulgação

Na contramão do padrão das séries norte-americanas, que costumam ser protagonizadas por líderes de torcida e atletas fortões, Glee vem conquistando seu espaço entre os fãs brasileiros tendo os "losers" - os perdedores - como estrelas. Criada por Ryan Murphy, Brad Falchuk e Ian Brennan, a série é veiculada pelo canal Fox e gira em torno do professor Will Schuester, que resolve reativar o coral da escola onde leciona. Atrelado a isso, são apresentados os dramas da turma que o acompanha no desafio. Motivo de orgulho para o passado do colégio, o coral anda ruim das pernas e precisa ganhar o concurso regional se quiser ter garantida a grana necessária para continuar existindo.

Os envolvidos

Os estudantes mais excluídos do colégio são as únicas pessoas a se engajarem na empreitada. Eles formam uma equipe que une góticos, nerds e uma garota que está certa de que nasceu para ser uma estrela, Rachel Berry. Apesar desse destino, ela não consegue se enturmar com ninguém. Filha de pais gays e amante de musicais, Berry é interpretada pela atriz Lea Michele. Logo no início da série, ela soltou uma frase que dava indícios de quais seriam os seus objetivos no Glee: "Hoje, ser anônimo é pior do que ser pobre".

Cantor soprano que se amara em roupas de marca, o personagem Kurt é jogado numa caçamba de lixo pelo pessoal do time de futebol americano já no primeiro episódio da série. Antes de ir para junto das latinhas de refrigerante e embalagens de salgadinhos, no entanto, ele pede autorização aos valentões para tirar o seu casaco da nova coleção de Marc Jacobs.

Mercedes é uma aluna que possui um vozeirão tremendo e não aceita fazer backing vocal, o que a deixaria em segundo plano no palco. Ironia ou não, ela é interpretada pela atriz Amber Riley, que ganhava a vida real como backing vocal. Artie Abrams, outro personagem, é um guitarrista cadeirante que usa as rodas para fugir dos malvados do colégio. A emo que simula sua gagueira para escapar das provas, Tina Chang tem como melhor amiga sua terapeuta.

Noah "Puck" Puckerman é um dos personagens mais queridos pelos fãs da série. Vivido pelo ator Mark Salling, o loser Puck é o verdadeiro pai do filho que a líder de torcida Quinn está esperando. Mas ela prefere dizer que o bebê é do jogador de futebol americano Finn Hudson, a ovelha negra do programa.

Entre os opositores do coral, a treinadora das líderes de torcida, Sue Sylvester, merece destaque. Ela está disposta a tudo para gorar o sucesso do coral para assim não perder o prestígio e a verba de sua equipe.

Pontos altos

Os novos arranjos para músicas mundialmente famosas são um dos principais atrativos da série. Para se ter uma ideia, a releitura da canção Don´t Stop Believing, da banda Journey, que foi tema do episódio piloto do programa, alcançou o primeiro lugar entre os downloads do iTunes e superou a original na parada Billboard. "As versões das músicas são excelentes", opina a fã Daniella Barbosa, que é uma das moderadoras da comunidade dedicada ao Glee no Orkut. Ela acompanha a série desde a sua estreia nos Estados Unidos e vê a ironia como um de seus pontos altos. "Glee ironiza tudo de forma muitas vezes sutil", acredita. Entre as coisas mais inusitadas que envolvem a série, ela destaca alguns vídeos de flashmobs motivados pelo programa televisivo.

Foto: Matheus Augusto

Fãs da série se reunem em Belo Horizonte

Matheus Augusto, membro da comunidade e também vidrado em Glee, já participou de encontros com outros fãs. Ele conta que, por conta do programa, já recusou convites para sair com amigos e se deu mal na escola por ter deixado de estudar para assistir ao televisivo.

Não há perfeitos no universo de Glee. A graça da série está nos defeitos que deixam as líderes de torcida e os valentões do futebol, antigos protagonistas, como meros coadjuvantes. É, o mundo ainda será dos geeks.


Atualizado em 24 Mai 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte