Guia de Profissões - Engenharia

É a arte de usar conhecimentos científicos na vida real

Última publicação: 27/04/2012


  • Créditos: Divulgação

O curso de engenharia é o segundo com mais números de inscritos no vestibular, segundo o INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Em linhas gerais, ser engenheiro é dominar a arte de aplicar conhecimentos científicos para aperfeiçoar, inventar ou utilizar de técnicas industriais.

Para tanto, é preciso se aprofundar e se especializar. Leonardo Demetrio, aluno do segundo ano da Mauá, confessa que o curso tem realmente muita teoria, e que essa é a parte que ele menos gosta no curso. Ainda assim, por enquanto ele acha não acha a faculdade tão difícil assim: “ela é um pouco mais tranquila do que eu esperava. A rotina é tranqüila e posso realizar todos os meus compromisso, a não em época de provas, que são duas semanas da minha vida que eu praticamente não vivo, só estudo.”
 
Os cinco anos da faculdade de engenharia oferecem uma gama de áreas e mercados muito diferentes entre si. É possível escolher, por exemplo, entre engenharia mecânica, civil, química, ambiental, mecatrônica e muitas outras. Normalmente o primeiro ano da faculdade é geral e introdutório, e já a partir do segundo ano, os alunos podem escolher a área de interesse. “O que eu mais gosto do curso é o fato de ele ser muito completo. Futuramente posso trabalhar em diversar áreas de exatas com o meu diploma de engenheiro”, conta Leonardo.

Comentários