Guia da Semana

Infância e Literatura

Na literatura, muitas mudanças aconteceram desde o ´nosso tempo`

Foto: Getty Images


Quando paramos para pensar na nossa infância e, em seguida, olhamos para as nossas crianças de hoje em dia é quase impossível que um pensamento um tanto quanto nostálgico não venha à nossa mente: Como as coisas mudaram!

Realmente, a criança de hoje não é mais a mesma de algumas décadas atrás. As brincadeiras, os hábitos e os interesses mudaram. E, para acompanhar todas essas transformações, os brinquedos, desenhos animados e a até mesmo a Literatura Infantil tiveram que se adaptar.

Assim, conhecer a trajetória por qual passou a Literatura Infantil até chegar aos livros que nossos filhos leem hoje é também conhecer um pouco da nossa própria história.

Até a Idade Moderna, simplesmente não existia a concepção de criança que possuímos atualmente. Os pequenos eram vistos como "adultos em miniatura", o que significa que eram tratados com maturidade e participavam das mesmas atividades sociais e culturais que os mais velhos. Isso explica a razão de que, por tanto tempo, simplesmente não se produziu uma literatura voltada para a criança.

As primeiras obras "clássicas" desse gênero, a bem da verdade, nada mais eram do que narrativas primordiais, que se transformaram em narrativas populares até atingirem o status de "obras clássicas da literatura infantil", como aconteceu com os contos de Charles Perrault, dos irmãos Grimm e de Hans Christian Andersen.

Essa situação começou a mudar em meados do século XVIII, quando a sociedade passou por uma série de transformações e, no âmbito da Educação, começou-se a se dar mais valor à educação infantil e à alfabetização. Essa nova realidade exigia livros infantis e, como ainda não existiam livros especificamente voltados para esse público, foram realizadas adaptações de romances e novelas famosas que, originalmente, eram destinadas a adultos. É o caso, por exemplo, de obras como As aventuras de Robinson Crusoé e Viagens de Gulliver.

Essas obras não tinham uma preocupação com a qualidade estética ou com o lúdico e a criatividade das crianças. Tratavam-se de obras com caráter meramente pedagógico e moralizante, cujo objetivo era ensinar maneiras de agir e de se portar, visando contribuir para a formação educacional e moral das crianças.

Foi somente na segunda metade do século XX que surgiram em massa obras feitas originalmente para o público infantil. Com a mudança na concepção de criança, que deixou de ser vista como um "adulto em miniatura" ou como uma "criatura frágil de Deus" e passou a ser encarada como um ser em desenvolvimento, com capacidades e poder intelectual, o ato de ler começou a ser visto como um ato de aprendizagem intelectual e a Literatura Infantil foi se aprimorando e desenvolvendo.

Assim, é graças a todas essas mudanças e transformações por qual passou a Literatura Infantil que podemos hoje entrar em livrarias e bibliotecas e nos depararmos com uma infinidade de livros infantis e juvenis que, preocupados em se aproximar cada vez mais da linguagem e dos interesses desses pequenos leitores, não visam simplesmente ensinar a moral e os bons costumes. Felizmente, nossos livros infantis hoje têm um papel muito maior: preparar nossos jovens para encarar o mundo que os espera.

Quem é a colunista: Lívia Lombardo tem 24 anos, é graduada em Letras e Jornalismo e trabalha no Kumon Instituto de Educação.

O que faz: Elabora o material didático de Língua Portuguesa que é utilizado nas unidades do Kumon de todo o Brasil.

Pecado gastronômico: coxinha.

Melhor lugar do mundo: qualquer praia!

Fale com ela: livia.pereira@kumon.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte