Guia da Semana

"Made in China"

A China é a nação que possui o sistema de planejamento familiar mais rígido do mundo


Todo mundo só fala no grande país asiático ultimamente, seja pelas Olimpíadas, que serão lá, pela poluição ou pelo super crescimento econômico. Mas e as pessoas lá, como são? Que manias têm, do que gostam?

Devido a enorme quantidade de habitantes que tem, a China só permite que cada casal tenha um filho, caso contrário, a família perde os vários benefícios cedidos pelo governo para o seu sustento. De preferência, a criança deve ser homem, já que ele é quem vai sustentar os pais quando idosos (muitos optam pelo aborto se descobrem que terão uma menina). Depois da "luta pelo nascimento", quando jovens, os chineses adquirem características peculiares, o que, atualmente, os distingue do resto do mundo.

Na Internet
Os chineses demoraram um pouco para entrar na era da informática, mas agora o país é, também, o que mais cresce em números de usuários da rede. Segundo pesquisas, no final de 2007 havia cerca de 270 milhões de pessoas conectadas. Só que a internet de lá não é igual a do Brasil.

Devido ao sistema comunista que impera no país, qualquer forma de opinião contra o governo inserida na web pode dar cadeia. Sites como o YouTube, MySpace e Wikipédia são completamente bloqueados e os blogs, tão comuns e de livre acesso por aqui, por lá geram polêmicas a cada novo post. E a gente criando o maior alarde por causa dos vídeos de celebridades "evoluindo" na praia...

A diversão dos chineses tem que ficar por conta dos karaokês. Isso porque, atualmente, o governo chinês implantou uma nova regra que proíbe a prática de jogos virtuais por mais de três horas no país. Então, aos fãs de games online, só resta cantar! Aliás, as celebridades preferidas deles são as que provêm da própria China. Nada de pop e rock americano dominando as paradas musicais por lá.

Ligados
O celular foi um boom na China. Estima-se que existam cerca de meio bilhão de usuários por lá, o que representa 35% de toda a população. Por aqui, o Brasil conta com mais de 190 milhões de pessoas e acredita-se que exista cerca de 124 milhões de celulares em nossas mãos, o que valeria 65% da nossa população, mas, na verdade, muitas pessoas têm mais de um aparelho.

Por causa do planejamento familiar cruel, os jovens chineses se sentem sozinhos. Então eles aproveitam os momentos de ócio para exercitar a leitura, já que os livros no país são bem baratos. A preferência nacional? Harry Potter é desbancado totalmente pela história e cultura chinesa. Muitos jovens têm interesse em conhecer toda a imensa e complicada história da China.Viva o patriotismo!

Colorida, repicada e multifacetada
Até 1979, a China era um país fechado. Sem estrangeiros, sem multinacionais e sem grandes marcas. As ruas eram cheias de bicicletas e todo mundo vestia a mesma roupa, basicamente um uniforme. Nada de Nike nos pés ou Gucci no corpo. Porém, a partir deste ano, o governo liberou a entrada da Coca-Cola no país, quebrando o mantra de que ´tudo o que vem da América é sinônimo de desconfiança´. Depois disso, várias outras empresas construíram suas fábricas por lá e o visual antiquado chinês virou história, bem como sua looooonga muralha.

Com roupas baratas, os chineses criaram os visuais mais diferentes possíveis. Seguindo a mania oriental dos japoneses e coreanos, os jovens da China fazem uma mistura de colagens, cores e tecidos para compor seu visual. O resultado é algo inclassificável, cool e, ao mesmo tempo, rebelde.

E não vai pensando que as moças querem qualquer roupa, não. Um dos principais hábitos dos chineses é andar pelos shoppings centers e gastar. Nas ruas, casacos de pele e couro são desfilados sem nenhuma preocupação ecologica. O "Made in China" parece ser só para exportação, mesmo.

Cabelos repicados, franjões, mechas de cores extravagantes... Epa! Chinês é emo? Tire suas próprias conclusões. No site de moda P1, colaboradores fotografam os estilos diferenciados que vêem nas ruas e publicam no site. Um sucesso da web, serve de inspiração de moda para muitos chineses. E para o resto do mundo, que aguarda ansiosamente a chegada dos próximos Jogos Olímpicos. Quem é o colunista: Caio Caprioli

O que faz: Estuda jornalismo e trabalha com Web 2.0, uma coisa que ninguém sabe direito o que é...

Pecado gastronômico: Batata-frita com chedar e brigadeiro de pistache.

Melhor lugar do Brasil: A casa da Rua Padre Carvalho.

Fale com ele: caiocaprioli@gmail.com

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte