Guia da Semana

Mas já desceu?

E quando acontece mais cedo do que esperava?

Foto: Sxc.Hu

E se tudo não acontece como esperado. O que fazer? A quem recorrer?

Acompanhem e preparem-se.

E se a menstruação chegar muito cedo?

O maior medo dos pais e a maior preocupação dos médicos está relacionada à estatura final dessa menina quando ela tem menstruação muito precoce. A presença dos hormônios acelera o fechamento da cartilagem de crescimento, reduzindo a estatura.

Mas não podemos nos esquecer dos problemas no convívio social que essa "menina-moça-precoce" pode apresentar por ter uma aparência física de mais idade. A ação hormonal, levando a essas questões sociais, não é fator muito comum.

A ansiedade da família e até o risco de abuso sexual podem diminuir com o controle dessa evolução prematura do desenvolvimento sexual dessas, ainda, crianças. Há alguns estudos que associam a puberdade precoce à fertilidade futura.

Em quais casos é recomendável retardar a menarca?

Apesar de preocupante em todos os casos, devem ser tratadas apenas as meninas com puberdade precoce que tenham um avanço significativo da idade óssea (idade hormonal) e da velocidade de crescimento com possibilidade de perda da estatura. Nesses casos, é sempre fundamental uma pesquisa sobre a causa dessa evolução, que em alguns casos pode necessitar de tratamento medicamentoso e até algum tipo de intervenção cirúrgica.

Além disso, alguns sintomas mais específicos (doenças genéticas, por exemplo), bem como repercussões no convívio social dessa criança, são alguns dos fatores importantes quando se decide pesquisar ou tratar uma menina nessa situação.

Como é feito o retardo da menstruação?

Normalmente, uma vez constatada a necessidade de retardar a menarca, esse tratamento deve ser indicado e acompanhado por um profissional capacitado (pediatra ou endocrinologista pediátrico), através da administração de hormônios que retardarão o início da menstruação, até o momento onde se julgar adequado que ela ocorra.

Quais as consequências deste tratamento?

Uma das consequências esperadas é o ganho estatural final, atingido com o retardo da menarca. Esse sucesso depende de diagnóstico e tratamento precoces, de preferência antes dos 6 anos. Não há efeitos colaterais importantes associados a esse tratamento, desde que bem acompanhado pelo profissional responsável (pediatra ou endocrinologista pediátrico).

As meninas estão menstruando mais cedo?

Esse é um fato, sim. Até alguns anos atrás, considerava-se puberdade precoce aquela que ocorria antes dos 10 anos, sendo que não era raro, na época de nossas avós e mães, que a primeira menstruação aparecesse por volta dos 14 ou 16 anos. Hoje, um desenvolvimento a partir dos 9 anos, inclusive com a presença de menstruação, não pode ser mais considerado anormal, desde que avaliado pelo médico que acompanha essa criança.
Quem é o colunista: Dr. Yechiel Moises Chencinski

O que faz: Médico pediatra e homeopata

Pecado gastronômico: Brownie da padaria Bella Paulista quente com sorvete de creme

Melhor lugar de São Paulo: Qualquer lugar num feriado prolongado (Avenida Paulista, por exemplo)

Fale com o colunista: fale_comigo@doutormoises.com.br ou acesse seu site .

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte