Guia da Semana

Na onda dos vampiros

De carona na saga teen, a banda U.K. faz música e clipe inspirado em Crepúsculo e ganha visibilidade na internet

Foto: Divulgação

Na sequência, Rodrigo (24), Kiki (25) e Julius (22) formam a banda U.K.

A trama de Edward, Bella e Jacob saltou das telonas direto para a vida real e fez de três anônimos um sucesso na internet. Os integrantes da banda U.K. são fãs da série teen e resolveram colher os louros de uma forma diferente. Formada por Henric, 25, Rodric, 24, e Julius, 22, a boyband surgiu de uma forma independente e emplacou na web com seu primeiro hit Eclipse acompanhado do clipe que hoje marca quase 200 mil visualizações no YouTube.

Com a fama dos bestsellers Crepúsculo, Lua Nova, Eclipse e Amanhecer, além de filmes, séries e programas de TV, não resta dúvida que os dentuços estão em alta. Partindo desse princípio, a banda montou seu estilo próprio. Unindo o pop, do qual os três são fãs, e um ar sombrio, criaram um ritmo intitulado darkpop. Ainda sem apresentações marcadas, o trio pretende ganhar as rádios, paradas de sucesso e, quem sabe, estampar uma de suas canções em um longa. 

Vampiros independentes

O nome da banda partiu de uma brincadeira dos próprios integrantes. Segundo eles, quando estiveram na Inglaterra no século passado, onde foram mordidos e "tornaram-se vampiros". "Eu tinha uma boyband, mas não deu certo. Sempre tive o sonho de montar uma banda. Um dia, deitado na cama da minha irmã e pensando na vida percebi que precisava lutar por isso. Comecei a olhar os pôsteres do quarto dela e tinham vários dos atores do Crepúsculo. Como eu também gostava, comecei a juntar uma coisa na outra. Até que me veio na mente montar algo ligado a vampiros", comenta Henric.

Entre o gosto pelas aventuras de Edward, filmes como Entrevista com Vampiro e longas em preto e branco do Drácula, a banda só precisou de um toque pop para criar o hit Eclipse. A letra nasceu, claro, com inspiração na saga Crepúsculo, mas dessa vez, houve também uma outra motivação. "Na época que criei a música eu estava lendo o primeiro livro e me apaixonei por uma menina. Muitas coisas que estão na letra falam do que eu sentia no momento. Juntei a história do Edward e da Bella com a minha e acabei compondo a canção. Hoje não estou com ela, mas serviu de inspiração", recorda Henric.


A banda prepara atualmente outros hits e pretende montar um show

Depois da letra pronta, era hora de pensar em como produzir a melodia, já que nenhum dos três é músico. Com isso, vieram também as dificuldades. Por serem totalmente independentes e terem "nascido" sem um preparo, Henric comenta que precisaram contar com a colaboração de uma produtora. "Contamos com a ajuda na base da colaboração. Afinal, não temos verba para nada e até hoje não gastamos nada por conta da banda".

Darkpop?

O som deveria seguir um contexto, afinal, vampiros que se prezem não poderiam simplesmente sair por aí cantando qualquer estilo. A partir desse pensamento, nasceu o darkpop, conta Henric. "Quisemos colocar um ritmo dark, mais sombrio. E ao mesmo tempo atender a demanda do público teen. É uma mistura do gótico, com influência de bandas como Evanescence, Nightwish, junto com o estilo teen do Jonas Brothers e outras mais. Passamos algumas canções para a produtora e juntos escolhemos arranjos sombrios com uma batida pop".

Com letra e música na agulha, era hora de divulgar a imagem. Nesse momento, os jovens não tiveram dúvida: Crespúsculo. Usando os trajes, lentes e a mesma cor (branca) de pele, montaram um roteiro e tiveram a colaboração do tio de um dos integrantes para a produção e os efeitos do clipe. "A maior dificuldade é que não temos verba e com certeza sairia uma coisa amadora. Montamos o roteiro e gravamos tudo no Parque do Ibirapuera em dois dias. Não gastamos nada e demos muita sorte de ser reconhecido", afirma o trio.


O trio criou o gênero Darkpop que mescla o ritmos góticos e pop

Sem medo

Vinculados ao filme, o grupo não teme rótulos. Afinal, surgiram inspirados na história de Edward e não há possibilidade de fugirem disso. "Criar uma banda inspirada no estilo vampiro, quando o Crepúsculo está na moda, não tem como não ser tachado. Mas não importa muito. Por isso estamos fazendo um trabalho que honre o filme. Nossa imagem vampirica nós queremos manter para sempre e as músicas irão seguir também o gênero que nós criamos, o darkpop. Quem sabe mais pra frente não façamos um trabalho que vire trilha de um outro filme?", acredita a banda.

Para quem, da mesma forma que Henric, pretende criar uma banda e correr atrás dos sonhos, o aprendiz de vampiro deixa a dica. "É sempre acreditar. A todo momento irão aparecer barreiras e não adianta desistir. As vezes te botam para baixo e quem quer mesmo uma coisa deve derrubar as barreiras com cabeçadas. Quem não tem foco não vai para frente. Não importa se você não tem o dom, dinheiro, quem acredita e luta consegue". 

A banda ainda não faz shows, pois não está com um repertório completo e as apresentações estão sendo montadas. Mas, para quem pretende conferir a performance do trio chupador de sangue, confira o vídeo da música Eclipse:


Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte