Guia da Semana

Orelha em abano

Saiba mais sobre a Otoplastia, correção do defeito estético que tem sido freqüentemente procurada pelos pais com o intuito de contribuir para a socialização infantil

Foto: www.sculputure.com.br


Crianças com orelhas em abano são alvo de piadas e chacota na escola e não passam desapercebidas pelos colegas em lugar nenhum. Viver a infância sendo chamado de Dumbo e outros apelidos pejorativos pode fazer muito mal para a auto-estima desses pequenos. E para evitar futuros transtornos ou qualquer tipo de trauma, muitos pais estão aderindo à Otoplastia infantil, cirurgia indicada para a correção externa da orelha.

De acordo com o cirurgião plástico Ruben Penteado, a orelha em abano é um distúrbio caracterizado pelo aumento do ângulo entre o órgão e o crânio. A medida padrão de espaçamento das orelhas varia entre 30 e 45 graus, ou seja, um espaço de até dois centímetros de abertura visto de trás. No entanto, pode ocorrer o apagamento da dobra mais externa- chamada de anti-hélice - o que produz uma abertura maior da parte superior. "Cerca de 5% das pessoas apresentam a anomalia, que ocorre mais freqüentemente em meninas. Trata-se de uma malformação hereditária, em geral, com vários casos na mesma família e todos parecidos".

Foto: sxc.hu
A cirurgia para correção de deformidades do órgão é considerada simples e costuma ser realizada entre os 7 e 14 anos. O diretor geral da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Douglas Jorge explica que apesar da possibilidade do órgão crescer até os 10 anos de vida, a criança já pode fazer a operação antes dessa idade. "É recomendado que seja a partir dos 7. Em casos extremos, se a deformidade for muito grave, pode se antecipar um pouco e fazer a otoplastia quando a criança tiver 5 ou 6 anos."

Na opinião dele, os pais nem sempre devem tomar a decisão tão cedo porque às vezes o tamanho da orelha parece grande, porém, conforme a criança vai crescendo o rosto se torna mais simétrico e a imperfeição desaparece. "Além disso, ela tem de se mostrar insatisfeita. Eu já presenciei pais que queriam operar uma criança de 2 anos. É muito cedo". Para aqueles que ainda não tem filho ou estão esperando a chegada de um bebê o doutor dá uma dica: se logo que a criança nascer os pais perceberem uma orelha acentuada para fora eles podem prendê-la com uma fita adesiva. "Mas, isso só pode ajudar a modelar o órgão até os 15 dias de vida, depois não adianta mais".

Foto: sxc.hu


Procedimento da cirurgia
Uma avaliação clínica e laboratorial pré-operatória e uma passagem pelo pediatra são fundamentais para estabelecer se a criança está em boas condições para se submeter a cirurgia. Deve-se suspender o uso de quaisquer salicilatos (como AAS, aspirina, Melhoral) por duas semanas antes e duas semanas depois da cirurgia.

A otoplastia é realizada para aproximar a orelha da cabeça, corrigindo a forma e o "desenho" do órgão. "Na técnica mais utilizada hoje, o procedimento cirúrgico é feito através de um corte interno na pele atrás da orelha. A pele é descolada da cartilagem e fixada na nova posição com pontos internos" explica Ruben. A anestesia pode ser local ou geral. A escolha do método de anestesia, sempre em comum acordo com o anestesista, levará em consideração o tamanho da operação, as condições clínicas, psicológicas e a idade do paciente. A plástica é normalmente executada em caráter ambulatorial, com alta hospitalar algumas horas após a recuperação da anestesia.

Pós-operatório:
? O paciente vai para casa com um curativo e ataduras;

? De 15 a 20 dias sem brincadeiras agitadas, ou seja de repouso;

? O paciente deve andar enfaixado durante o dia e principalmente durante a noite para deixar a orelha bem protegida e evitar acidentes;

? Os cuidados devem ser tomados até cerca de 3 meses depois da cirurgia;

? Tomar sol pode causar inchaço na região;

De acordo com o doutor Douglas, este é o momento mais difícil quando se trata da otoplastia infantil, porque a recuperação exige muita cautela e paciência.



Consultas:
Douglas Jorge- Cirurgião plástico e diretor geral da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Ruben Penteado- cirurgião plástico e diretor do Centro Integrado de Medicina

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte