Guia da Semana

Os segredos do Kumon

Prestigiado por muitos estudantes e polêmico entre alguns educadores, o método prioriza a individualidade



As crianças começam a apresentar indícios de dificuldade na escola quando não conseguem acompanhar as aulas e, por consequência, não tendo domínio sobre os assuntos básicos. Uma prova de que este problema acontece em todos os cantos do mundo é o japonês Toru Kumon. O filho deste oriental deu início a uma sequência de notas baixas em matemática, fazendo-o criar um material didático auto-instrutivo para auxiliá-lo nos estudos.

Desta ideia, surgiu o método Kumon. Aqui no Brasil um pastor da cidade de Londrina, que havia viajado para o Japão, trouxe o método para o país em 1977, que hoje se tornou sucesso entre os estudantes com dificuldade de aprendizagem em disciplinas como matemática ou idiomas (português, inglês e japonês). 

As apostilas contêm exercícios que vão dos conteúdos mais simples aos complexos. Na medida em que o estudante vai acertando as respostas, ele passa para a apostila seguinte. A técnica prega o autodidatismo, por meio da superação das dificuldades e da disciplina, tal como rege a cultura oriental.

Como o ensino é individualizado, a duração varia de acordo com o ritmo e as metas de estudo do aluno. No início do curso ele já recebe um planejamento, com previsão de quando concluirá os estágios do material didático, conforme o seu desempenho e tempo disponível para realização das tarefas diárias.

Os conteúdos estão interligados, para que o aluno revise o que não foi assimilado e avance ao assunto seguinte somente depois de dominar plenamente o anterior.
Os educadores desta técnica afirmam que, nos primeiros meses, é possível notar um aumento na autoconfiança e segurança nos estudos, melhora na concentração e maior prazer em estudar.

"Como o aluno avança de acordo com sua capacidade, ele pode ter acesso a conteúdos que ainda não aprendeu na escola. Chamamos isso de "avançar além da série escolar". Temos diversos casos de crianças que ainda cursam a quinta, sexta série e já estudam conteúdos de Ensino Médio e até mesmo universitário no Kumon", afirma Djenifer Berardi, Coordenadora de Comunicação do Kumon.

Serviço:

Tel.: (11)3059-3712
E-mail: spsul@kumon.com.br

Foto: Getty Images

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte