Guia da Semana

Passeio na hora certa

Quando é a hora certa para levar o recém-nascido para passear?

Foto: Sxc.Hu

O bebê nasceu. Mamãe, papai, possivelmente vovó, tias, babás, enfim, uma multidão já está na sua casa para ajudá-los a transpor esse momento novo nas suas vidas. Passam horas, dias, uma semana. As visitas já não são mais tão constantes. A casa já se torna um pouco monótona e... Será que já não dá para sair com o bebê de casa?

Durante a primeira consulta pediátrica (entre sete e 15 dias de vida), essa é uma das perguntas mais comuns. Desde o início da gestação até o parto, o corpo e a mente da gestante passam por muitas transformações. Aos poucos, essas mudanças são incorporadas (algumas com mais dificuldade, como o ganho de peso e a mudança corporal, por exemplo) e entram na rotina do dia-a-dia da futura mamãe.

Após o parto, mais e mais alterações se fazem sentir na dinâmica, na disposição, nos hábitos alimentares, nos períodos de sono. Para que todas essas novidades sejam incorporadas sem causar transtornos, é necessário um tempo de adaptação, pois o bebê, que passou nove meses "sem sair de casa", alimentando-se e respirando através do cordão umbilical (tipo delivery mesmo), viveu dentro da água, ouvindo os batimentos cardíacos, a respiração e os ruídos do sistema digestório da mamãe.

De repente, seu chão e suas paredes são retirados. Ele tem de aprender a respirar e a se alimentar por conta própria, urinar, evacuar e isso tudo sem enxergar, nem entender o que está acontecendo. Assim, é importantíssimo um período de adaptação (que se estabelece em pelo menos um mês, mesmo sendo variável de caso para caso) da mãe, do bebê e desse novo vínculo para que um se acostume com o outro, e para que ambos se habituem a essas mudanças.

Existe diferença entre sair ao ar livre e ir a lugares fechados?

Shopping? Parque? Casa da vovó? A primeira saída real do bebê deveria ser para o consultório do pediatra - entre 7 e 10 dias de vida. Antes disso, não há razão para o bebê sair de casa.

Nessa consulta, todas as dúvidas e as dificuldades podem ser sanadas. Até a resposta para as perguntas, como "Quando posso sair com o bebê de casa para um passeio?" ou "Onde eu posso levá-lo?". Isso vai depender da avaliação de cada caso em especial. Se tudo estiver correndo bem, sem nenhum problema com a mamãe, com o papai ou com o bebê, pode-se programar essa saída.

Como o bebê está habituado a um ambiente mais tranquilo (e é assim que deve ser mesmo), o seu primeiro passeio deve ser curto, perto de casa, para um local calmo, com muito cuidado com o clima, sem que ele seja exposto a muitos estímulos (ambientais, sonoros etc).

O recém-nascido pode captar toda a agitação do ambiente e manifestar seu descontentamento, por meio de sintomas relacionados ao sono, cólicas, irritabilidade, por exemplo. Cada caso será orientado pelo pediatra, da forma mais apropriada e individualizada, levando em conta as características do bebê e de sua família.

Muitas vezes, uma saída rápida, no próprio prédio ou no quintal da casa, fora do horário da mamada, com o carrinho, para que ambos (mãe e bebê) possam respirar um pouco do ar de fora e ver (mais a mãe) outras "paisagens" pode ser bem reconfortante. Aos poucos, a duração e a distância da saída podem ser aumentados, sempre dentro de um conforto e de uma segurança fundamental a essa fase das suas vidas.

Leia as colunas anteriores do Dr. Moisés Chencinski:

Não é fácil

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte