Guia da Semana

Pets ou animais de estimação

Ter um amiguinho traz muita alegra e muita responabilidade

Foto:Getty Imagens


Uma das questões que aparecem com certa freqüência no consultório, e que tem se tornado cada vez mais importante pelo aumento dos quadros alérgicos nos dias de hoje, diz respeito aos pets ou animais de estimação para crianças.

Tudo na vida tem seu lado bom e seu lado ruim. É necessário, neste caso, avaliar os prós e os contras de uma atitude como esta, principalmente porque estão em jogo muitos fatores clínicos, psicológicos, ambientais e financeiros que não levamos em conta quando tomamos essa decisão.

Eu tenho uma opinião formada a respeito e acho que... se você quiser saber, podemos discutir sobre isso no consultório, de preferência antes de qualquer atitude a ser tomada.

Assim, qualquer caminho que for seguido, será após uma reflexão mais profunda sobre o assunto.

Mas, enquanto não temos esta conversa, achei dois artigos que resumem pontos fundamentais sobre o assunto: A Posse Responsável.

Para entender melhor, acessem dois sites que explicam o assunto, fundamental para que possamos ter a exata noção da responsabilidade que é ter um animal de estimação em casa.

Um deles é o site do Centro de Controle de Zoonoses de Campinas.

Entre os assuntos expostos nesse site, um dos que me chamou a atenção é Por que ter um cão/gato?

"É antiga a relação dos homens com pequenos animais domésticos, principalmente cães e gatos. Existem indícios de que a domesticação de cães já ocorria por volta de 12 mil anos AC. Desde então, estreitou-se tal proximidade, em função de motivos os mais variados: companhia; segurança de propriedades; reprodução (comercial); colaboração nos serviços de campo; caça; rastreamento...
Atualmente, as pessoas vêem o animal doméstico como verdadeiro "membro da família", um amigo de fato, o que somente reforça que deva existir dignidade, respeito e responsabilidade no trato para com os animais.

Para que se efetive uma posse responsável (que deveria pautar a relação com qualquer animal de estimação), há que se observar atentamente determinadas condições. Assim, antes de adotar ou comprar um animal doméstico, o futuro dono (ou dona) deve observar, entre outros fatores:
- tempo de vida do animal;
- as despesas com alimentação e tratamentos de saúde;
- a adequação do espaço físico disponível para a criação;
- pessoa(s) com tempo para passear e/ou interagir com o animal;
- pessoa(s) para alimentá-lo durante eventuais ausências prolongadas do(a) dono(a)."


Outro site interessante é o do Programa Saúde do Animal da Prefeitura de São Paulo, de onde retirei essa reflexão.

A VIDA COM OS ANIMAIS É MUITO MELHOR!
Porém, ter um bichinho implica em muitos cuidados, gastos, mais responsabilidade, por muitos anos...
Você realmente quer isso? Está preparado? Estes seres dependem de nós para tudo, até para se manterem vivos e não são coisas descartáveis. Devem nos acompanhar por toda a vida.


Seja responsável.

Quem é o colunista: Dr. Yechiel Moises Chencinski
O que faz: Médico pediatra e homeopata
Pecado gastronômico: Brownie da padaria Bella Paulista quente com sorvete de creme
Melhor lugar de São Paulo: Qualquer lugar num feriado prolongado (Avenida Paulista, por exemplo)
Fale com ele: www.doutormoises.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte