Guia da Semana

Presente de ouro

Reservar um tempo para os filhos e mostrar-se presente muitas vezes é mais valioso do que aquele brinquedo pedido como presente

Foto: Getty Images


Quando crianças, ao recebermos um brinquedo novo, é assim: podemos desejar ganhá-lo por meses, gostar muito na hora, mas depois percebemos que não é tão brilhante, tão engraçado, tão lindo como imaginávamos... enfim, ele não pode tudo, não faz tudo, não é tudo: é restrito àquilo que foi feito e que nós não conseguimos mensurar antes de brincar com ele!

Os presentes que recebemos na infância servem por isso para nos ensinar a viver a realidade. Aliás, já percebeu como esse verbo é difícil de se conjugar, em qualquer tempo? Veja só:

eu vivo (que bom, que ruim, que sofrimento, etc);
tu vives (que beleza é a vida dele, que tristeza, que drama......)
ele vive (que droga!, ele vive sem mim...) ;
nós vivemos (como é difícil as vezes viver com o outro...como é bom viver com o outro certo, amado, querido...como é triste esse verbo quando não se ama...)
vós viveis (ah, como conseguem?)
eles vivem (e, às vezes, nós só assistimos....)

Eles vivem, eles viveram, eles viverão: quanta rejeição para nós!!! Existem apenas duas pessoas nessa conjugação, que nos incluem: eu vivo, vivi, viverei e os vivemos, viveremos, viveríamos...

Presentear é um ato antigo, quase uma bandeira de paz, é selar um contrato, é estar presente, estando longe e repetirmos esse gesto com nossas crianças e com outros adultos, nem sempre porque os amamos, mas porque precisamos estar um pouquinho presentes naquela outra vida, viver em todos os tempos verbais essa multiplicidade de sensações, que é o outro.

Observando, concluo que o maior presente poucos dão aos outros, porque é caríssimo: é o seu tempo, sua atenção e principalmente, sua presença. Não dá para comprar nem na mais fina joalheria, nem está nos cofres dos reis mais importantes: está no âmago de cada um, o quanto da única fortuna que se possui realmente, que é o "tempo/vida" que se pode ou se quer ofertar...aquele minutinho, aquela hora, aquele dia.

Pais e mães, ausentes da vida de seus filhos, gostam de  presentear com brinquedos caros, sofisticados, por vezes além de suas posses, justamente por isso: não tendo como dar seu tempo real junto ao filho, lhe oferecem algo que representa o motivo pelo qual estão longe deles por tanto tempo: ganhar dinheiro, posição, prestígio... e isso para poder ter cada vez menos tempo com eles, mas, pelo menos para eles, há mais dinheiro....Também não é à toa que dar um relógio caríssimo aos filhos está na lista de tantos pais.


Esta é uma boa hora para se refletir sobre presentes e presença: é escolher dar agora aquilo que a criança, o outro, mais precisa neste momento: um presente lindamente embrulhado ou a sua presença, o seu abraço, o seu tempo, sem  subterfúgios ou justificativas.

Quem é a colunista: Maria Irene Maluf - Especialista em Educação Especial e em Psicopedagogia; Membro Honorário da Associação Portuguesa de Psicopedagogos; Presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia- ABPp - gestão 2005/07; Organizadora de algumas publicações na área da psicopedagogia pela Vozes e WAK Editora; é colunista da revista Direcional Educador. Consultora de Publicações Científicas da ABPp e Editora da revista Psicopedagogia .

O que faz: Atende crianças e adolescentes com dificuldades e transtornos de aprendizagem em seu consultório de Psicopedagogia em São Paulo; Leciona como professora convidada no Curso de Aperfeiçoamento em Psicopedagogia do Instituto Sedes Sapientiae; Dá assessoria Psicopedagógica às escolas de ensino fundamental e médio, além de ministrar palestras, cursos e conferencias.

Pecado gastronômico: C H O C O L A T E !!!

Melhor lugar do mundo: Barcelona - Espanha. Mas, para esse lugar ser perfeito de verdade, é preciso estar lá e junto das pessoas que se ama .

Como falar com ela: irenemaluf@uol.com.br ou ligue (11) 3258-5715.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte