Guia da Semana

Quarto com personalidade

Pode parecer que não, mas a forma como você organiza suas coisas pode revelar características da sua personalidade

Foto: Sxc.hu

O quarto costuma ser o nosso local preferido em casa, principalmente durante a adolescência. Afinal, é lá que podemos ficar à vontade sem ninguém pra perturbar. É lá também que estão alguns de nossos segredos e as coisas que gostamos de fazer. Mas será que nosso quarto pode dizer algo sobre nossa personalidade?

Segundo a psicóloga Patrícia Delfini, a decoração, organização e a disposição dos objetos do quarto podem, sim, indicar características da pessoa. "Por exemplo, um mês de quarto mais bagunçado pode ter a ver com um período mais tumultuado na vida do seu dono", diz.

Patrícia diz que, até mesmo a bagunça - que costuma ser muito freqüente no quarto dos adolescentes - pode dizer algo sobre eles. "A bagunça pode ser reflexo da fase da vida que estão passando, da "confusão" interna que sentem nessa fase tão cheia de novidades e conflitos", explica.

As pessoas mais tímidas tendem a deixar suas coisas dentro dos armários, gavetas ou até mesmo em locais mais secretos. Já os mais extrovertidos não se importam em pendurar fotos e pôsteres ou deixar seus pertences à vista, em cima de algum móvel. Mas, segundo a psicóloga, esses sinais são apenas hipóteses. "Cada pessoa tem suas características e a exposição pode ser tanto um convite para que os demais participem de sua vida, como também uma defesa, para que apenas o que foi exposto seja visto", explica.

Os quartos e seus donos
Anete George, 16, está satisfeitíssima com seu quarto, que define como "bagunçado". "Meu quarto é divertido e sempre que estou em casa, é dentro dele que me distraio", conta. Durante as horas vagas, a estudante gosta de ficar na internet, assistir a filmes, ouvir música ou fazer origami.

Foto: Arquivo Pessoal
Quarto de Anete


Segundo a psicóloga, os bichos de pelúcia e brinquedos que Anete tem, demonstram seu lado infantil. Já a diversidade de objetos coloridos indica que a estudante é, provavelmente, uma pessoa alegre. Anete acredita que seu quarto possa mostrar alguns aspectos de sua personalidade e confirma o resultado da "análise" feita por Patrícia. "Acho que ele reflete um pouco do meu jeito ´criança´ de ser, minha alegria pelas coisas bem coloridas", diz.

Daniella Middleton, 20, não tem dúvidas na hora de dizer qual seu local preferido em casa. "Com certeza é meu quarto. Acho que é porque é onde ficam todas as minhas coisas. É meu canto, sabe?", explica. A estudante tem o quarto como refúgio, onde pode estudar, escutar música, usar a internet, assistir filmes, ou até mesmo tocar o contra-baixo.

Foto: Arquivo Pessoal
Quarto de Daniella


Ao analisar o quarto de Daniella, a psicóloga afirma que ela tem um gosto muito variado, que vai de música até os eletrônicos, passando pela moda. "O quarto de Daniella tem coisas muito diversificadas. Pequenos objetos, caixinhas para guardar coisas, enfeites, livros, CDs, eletrônicos, bichos de pelúcia etc.", explica Patrícia. A estudante concorda e acredita que seu quarto a define muito bem. "Tenho pôsteres de bandas e fotos dos meus amigos pelo quarto inteiro, por isso ele é um pouco bagunçado. Isso quer dizer que sou meio desorganizada", diz.

Mas esse lance de "o que seu quarto diz sobre você" serve também para os meninos. Jorge Muffareg, 20, define seu quarto como "diversificado" e acredita que ele revele bastante sobre sei jeito de ser. "Meu quarto mostra minha personalidade, as coisas que gosto e, indiretamente, as que não gosto. Acho que se ele estivesse mais ´completo´, seria capaz de dizer tudo sobre mim", diz.

Foto: Arquivo Pessoal
Quarto de Jorge


Patrícia diz que, de fato, é possível ver muito da diversidade dos gostos de Jorge pelas coisas que ele tem em seu quarto. "Elementos como jogos, bola de basquete e de tênis, livros, cadernos, instrumentos musicais e CDs ajudam a mostrar a personalidade e os gostos de Jorge", explica.

E o seu quarto? O que ele diz sobre você?

Na hora da arrumação...
Tudo bem que a forma como você organiza seu quarto pode dizer muito sobre sua personalidade, mas não é por isso que você precisa deixá-lo uma zona. Antes de começar a arrumação, é importante que você visualize tudo o que tem. Afinal, no meio da bagunça você pode encontrar coisas que não quer mais e aí, é necessário se desfazer delas. Para organizar tudo de uma maneira prática e fácil de ser mantida, cabideiros e prateleiras são perfeitos. E para te ajudar com a arrumação, a organizadora profissional Rosires Golizia dá algumas dicas infalíveis. Confira:

? Antes de mais nada, use três caixas ou sacos plásticos para separar as coisas que não quer mais. Divida-os em Doação, Venda e Lixo.

? No cabideiro, você pode pendurar suas camisetas. Em vez de separar as peças por categoria de roupa (mangas curtas, compridas etc.), separe-as por cores, do escuro pro claro. Se você tiver dois cabideiros, use o de baixo para calças, saias e bermudas.

? Se não houver mais espaço nos cabideiros, use as prateleiras para guardar calças, camisetas, moletons etc. É importante dobrar todas as peças do mesmo tamanho, para maior organização, e respeitar as categorias dos "montes" de roupas: regatas, mangas curtas, longas.

? Se o seu guarda-roupa não possui sapateira, guarde os calçados em caixas debaixo da cama.

? As gavetas são ideais para acomodar pequenas peças de roupa como cuecas, calcinhas, meias, sungas e roupas esportivas. Se você tiver poucas gavetas, a opção é utilizar caixas decorativas e que podem ficar expostas para guardar o que sobrou.

? Acessórios como cintos, cachecóis e gorros devem ser guardados em cestos ou caixas decorativas, que podem ser expostos ou guardados em algum espaço vago no armário.

? Se você tem muitos bonés, pode guardá-los em fileiras no chão do armário. Mas, se a quantidade é pequena, pendurar em mancebo ou ganchos afixados na parede são boas opções.

? As bijuterias são peças delicadas e por isso, é preciso guardá-las com cuidado. Caixas com divisórias e até mesmo aquelas bandejas de fazer gelo são ótimas opções para armazená-las.

Pronto, depois disso tudo, é só se policiar para manter tudo no lugar. Organizar o quarto está longe de ser uma tarefa rápida e fácil. Mas se fizê-lo com cuidado e paciência, a próxima arrumação só vai ser necessária daqui a muito tempo.

Fontes:
Patrícia Delfini
Psicóloga
E-mail: patriciadelfini@gmail.com
Rosires Golizia
Organizadora
Soluções - Consultoria em Organização
Telefone: 5644-5666

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte