Guia da Semana

Quase real

Interagindo na tela com o simples movimento do corpo, o Kinect chega ao mercado para tentar desbancar o Nintendo Wii e revolucionar os games


Fotos: Getty Images

Divulgação do Kinect na Electronic Entertainment Expo (E3), feira internacional dedicada a jogos eletrônicos

Em frente da TV, o jogador simula estar em um cockpit de um carro numa corrida, dentro de um bote em meio às corredeiras ou mesmo em um campeonato de dança. Os movimentos do seu corpo são captados pela máquina, que projeta na tela do game sem a necessidade de um joystick. Embora pareça um filme futurista, esse é o novo acessório criado pela Microsoft, o Kinect, que veio para movimentar o setor de games, tornando a experiência dos jogos cada vez mais real.

Por dentro do Kinect

Lançado para a plataforma Xbox 360, o aparelho conta com um conjunto de câmeras que mapeiam o jogador e o ambiente que ele está inserido. Assim, o sistema visualiza onde estão os braços, pernas e cabeça do usuário, fazendo essa transferência para dentro do jogo. De fácil acessibilidade, todos os menus são acessados com simples gestos e sem pressionar um único botão. A identificação acontece ao ligar o aparelho, quando ele visualiza a sala e o jogador, realizando um pequeno movimento para baixo e para cima.

No acessório há duas câmeras: uma RGB, que reconhece o rosto e exibe vídeos, e outra infravermelha (IR), para notar movimento e profundidade. O Kinect divide o corpo humano em 48 pontos, identificados em tempo real à pessoa em três dimensões, escaneando o ambiente em sua volta. Além disso, conta com um microfone embutido, que capta vozes mais próximas, diferenciando dos ruídos externos.

O criador

O pai do produto, já tido como maior lançamento em 2010, é brasileiro. O programador Alex Kipman está na Microsoft há oito anos, sendo menos da metade desses como diretor de inovação do Xbox. Anteriormente denominado de Project Natal, o acessório fazia uma alusão à capital do Rio Grande do Norte e ao próprio simbolismo da palavra, que significa nascer em latim.


O acessório Kinect (à esquerda) acompanhando o console Xbox 360

O projeto surgiu quando Alex estava de férias em um sítio próximo de Curitiba. Lá, sentiu a necessidade de criar um gadget que tornasse a tecnologia a serviço do homem e não o homem escravo dela. O objetivo (e risco) era de tentar formular algoritmos sofisticados o bastante para transformar a experiência de um jogador em algo real, sem que a tecnologia aparecesse.

Mercados

O lançamento oficial aconteceu em 4 de novembro, nos Estados Unidos. Lá, o público pode adquirir somente o aparelho por US$ 150.00 ou acompanhando o Xbox 360, por US$ 300.00 (modelo de 4 GB) e US$ 400.00 (com 250 GB). No Brasil, a chegada se  deu em todas as revendas da Microsoft em 18 de novembro, por R$ 600,00, separadamente.

Em um primeiro momento, somente as línguas inglesa, japonesa e espanhola estarão contempladas. Os outros idiomas, incluindo o português, serão adicionados por meio de atualização do software, nos próximos meses. A empresa espera vender cerca de 5 milhões de Kinects em todo mundo, até o final do ano.

Jogos


Demonstração do jogo Kinect Sports

Junto com o aparelho, o jogo Kinect Adventures acompanha o acessório. Com games rápidos e curtos - semelhante a alguns lançados pelo Wii - ele já é um cartão de visita do que vem por ai. No Corredeira, os jogadores precisam se inclinar para os lados em uma descida de rio. Em Vazamentos, o público precisa de agilidade e coordenação para tapar buracos com mãos e pés. Já no Cume dos Reflexos, o jogo apresenta uma série de obstáculos que o player precisa desviar.

No catálogo de jogos a serem lançados, ainda estão: Joyride, game de corrida, onde o jogador simula ter um controle nas mãos e dirige um veículo; Kinect Sports, uma coletânea de minigames esportivos (lançamento de dardos, salto em distância, corrida com barreiras, entre outros); e Dance Central, onde o jogador leva seus passos de dança para dentro da tela.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte