Guia da Semana

Ri melhor quem ri por último

Quando o assunto é a educação dos filhos, surgem muitas questões de como fazê-lo. Nosso colunista dá algumas dicas que parecem complicadas, mas não são

Foto: Getty Images

A ideia de que impor limites e estar presente no dia a dia das crianças e adolescentes é a melhor estratégia para evitar que eles tenham comportamentos equivocados e até caiam nas drogas, já soa até como repetitiva para os pais em geral. Até parece um  dogma sem comprovação clara e difícil de praticar.

Mas agora são os cientistas da Universidade Columbia, em Nova York, nos Estados Unidos, que a reafirmam. Segundo pesquisa, feita com mil jovens americanos, aqueles que contam com a participação ativa da família em seu cotidiano têm quatro vezes menos chances de se envolver com drogas ou álcool e são muito mais completos emocionalmente.

De acordo com os psicólogos de Columbia, a tal "participação ativa" deve incluir diversas ações. Algumas são óbvias, como dar carinho, atenção e amor aos adolescentes. Mas outras, discutíveis para muita gente, também foram apontadas, como demonstrar autoridade e estabelecer regras bem definidas para a rotina deles.

Então, com base na nossa experiência de anos, na opinião de vários psicólogos e educadores e, agora, nesse trabalho internacionalmente respeitado, repetimos algumas práticas necessárias a uma educação adequada; que produz filhos felizes:

- Comece a educar corretamente desde cedo e não dê a seu filho tudo que ele quiser. Assim, quando ele crescer, não terá a falsa percepção de que o mundo tem obrigação de lhe dar tudo o que deseja.

- Quando ele disser nomes feios, nunca sorria ou ache graça, para que ele não pense que é admirado por esse comportamento.

- Não apanhe tudo que ele deixar jogado pela casa: livros, roupas, sapatos, toalhas... Ele não pode achar que os outros têm que resolver os problemas dele.

- Evite discutir na presença dele. A discussão constante entre pais em frente a uma criança poderá levá-la a pensar que  essa pode ser uma forma correta de comunicação.

- Não cometa o erro de dar todo o dinheiro que ele quiser. Ele precisa aprender a conquistar suas próprias coisas. Não deixe a fantasia de que "ele não deverá passar pelas mesmas dificuldades que eu já passei" atrapalhar a demarcação dos limites.

- Não satisfaça todos os seus desejos de comida, bebida e conforto. É importante para a criança em desenvolvimento aprender a lidar com as frustrações, até porque temos que sobreviver a elas durante nossa vida.

- Nunca tome o partido dele contra vizinhos, professores, policiais. Ele precisa perceber quando erra e aprender a conviver com as consequências.

- Quando ele se meter em alguma encrenca séria, não adianta dizer: "Nunca consegui dominá-lo mesmo, ele é genioso". Lembre-se de que os pais são os modelos e principais responsáveis pela educação e conduta social.

Essas desculpas, como "ele é indomável" - por exemplo - servem apenas para minimizar as suas próprias culpas. Querendo ou não, a culpa é sua, induzida por uma falsa e egoísta forma de amar. O amor verdadeiro é aquele que impõe limites, que diz não, mesmo que lhe cause sofrimento - já que é para o bem do seu filho..

Lembre-se: as grandes conquistas e vitórias surgem após grandes batalhas. Educar não é tão simples como parece e merece nosso esforço contínuo.

Porém, o grande troféu é a felicidade e a certeza de que nossos filhos estão no caminho correto.
Quem é o colunista: Alessandro Vianna.

O que faz: Psicólogo clínico.

Pecado gastronômico: O bom e velho bife à parmegiana.

Melhor lugar do mundo: Um lugar em que se unam praia, sol e uma boa companhia.

O que está ouvindo no carro, iPod, mp3:  No carro encontram-se desde um bom sertanejo até um rock mais pesado.

Fale com ele: acesse seu site.

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte