Guia da Semana

Se a rádio não toca, troca!

Seguindo um padrão, a mesmice impera nas freqüências das rádios jovens e tenta nos transformar em pessoais iguais


As rádios voltadas para o público jovem atualmente apresentam somente o "mais do mesmo" em seu conteúdo, fato este agravado pela incessante busca pelo topo da audiência. Porém, sem perceber, ou percebendo (o que é pior ainda) acabam não mais levando em consideração seus ouvintes e se preocupam apenas com o desempenho das concorrentes.

De dentro da mesma "fôrma de bolo", a programação sai cada vez mais parecida. Em todos os megahertz possíveis estão as mesmas músicas e promoções, programas com formatos idênticos veiculados em horários similares, locutores com os mesmos estereótipos e vinhetas apimentadas, dignas de chacoalhar outras freqüências com suas alfinetadas explícitas.

O problema maior de tudo isso não é a veiculação de uma mesma seqüência, nem mesmo a repetição incessante de sons iguais. Até porque, dizem as emissoras, que a audiência continua crescendo. Mas, o real alarme aqui é o descaso pelo público. O que o jovem procura hoje é ser aceito por um grupo social e auto-afirmar sua personalidade. Como se faz isso se os veículos de comunicação reforçam o conceito igual que a mídia impõe? Além do que, ninguém liga o rádio para ficar ouvindo alfinetadas, seria mais fácil então assistir aos realitys shows da vida ou programas de fofoca.

A única explicação para esse crescimento de audiência é (das duas uma): ou os jovens ainda não perceberam essa despreocupação com eles ou só estão interessados nas promoções malucas: celulares, vídeo-games, ingressos ou qualquer outro produto que esteja em alta, promovidas cada vez mais em grande escala. Resultado: as rádios jovens, de jovens não têm mais nada. Sistemáticas, resmungonas, fofoqueiras e briguentas acabam por deixar a todos nós órfãos sonoros.

Leia também, do mesmo autor:

? Maria vai com a roupa da outra!

Quem é a colunista: Cristhine Marques - uma leitora assídua, escritora renomada de diários pessoais e movida a música.

O que faz: estagiária de jornalismo da Editora Segmento MC.

Pecado gastronômico: Massas, queijo, molho, sei lá, comer!!.

Melhor lugar do Brasil: Minha mente, meu refúgio.

Fale com ela: cristhinemarques@hotmail.com

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte