Guia da Semana

Segurança na água

Veja dicas de especialistas* para garantir uma brincadeira segura na água

Foto: Getty Images

Se, por um lado, saber nadar ajuda a passar segurança para a criança e para os pais, por outro, pode facilitar para que os filhos ultrapassem os limites de segurança. Por isso, o Guia da Semana listou alguns cuidados a serem tomados na praia, na piscina e na banheira.


Dicas Gerais:


- Não deixe que as crianças entrem na água após as refeições.

- Em caso de relâmpagos, retire as crianças da água.

- Oriente os filhos a nadarem com, no máximo, a água na altura da cintura.

- Atenção aos brinquedos que as crianças usarão na água: não devem ser perfurocortantes nem pontiagudos. Copos de vidro também devem ficar longe da brincadeira.

- A criança aprende pelo exemplo e imita o comportamento dos pais.


No mar:

- Saber nadar é a melhor forma de ficar seguro na água. Mas é preciso ter consciência de que as crianças aprendem a nadar na piscina e de que o mar é muito mais perigoso por conta das correntezas, ondas fortes e depressões.

- Bebês e crianças pequenas podem se afogar em um balde de água se caírem de cabeça dentro dele. Não deixe esses recipientes próximos deles.

- Na praia, procure locais onde haja salva-vidas e ensine a criança a respeitar a sinalização de perigo.

- Procure um lugar seguro para se instalar, longe de pedras, píeres e embarcações.

- Alerte-os quanto aos cuidados com objetos flutuantes, como pranchas e boias.

- Não confie nas boias. Elas servem como auxílio, mas não evitam afogamento.



Na piscina:


Foto: Divulgação/ Competition

- Oriente as crianças para não saltarem sobre os outros.

- Explique à criança que é preciso sempre verificar a profundidade antes de mergulhar.
- As crianças devem sempre estar na piscina com outras pessoas e sob a supervisão de um responsável

- Avise os filhos para obedecerem às orientações dos professores de natação e dos salva-vidas.

- Antes de liberar a criançada para a diversão, confira se não há azulejos quebrados que ofereçam risco de cortes e ferimentos.

- Oriente os pequenos a não correrem em volta da piscina. Isso facilita escorregões e quedas e pode terminar em batidas na borda da piscina.

- Oriente os filhos para não entrarem em brincadeiras perigosas, como empurrar pessoas na piscina ou afundar a cabeça na água.



Em casa:

- No banho, cuidado com sabão nos olhos e na boca.

- Confira a temperatura da água do banho com frequência.

- Supervisione o banho para evitar quedas e escorregões no banheiro, no box e na banheira.

- Para crianças que não sabem nadar, a medida da água em bacias e banheiras não deve encobri-la quando deitada.


*Fontes: Alfredo José Ferreira Neto, fisioterapeuta e especialista em hidroterapia; Katia Silvestre Mastrangelo, pedagoga e psicopedagoga, voluntária do Nani (Núcleo de Atendimento Neuropsicológico Infantil) da Unifesp; Luciene Paulino Tognetta, doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e pesquisadora do GEPEM (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral - Unicamp/ Unesp), e Thiago Lopes, professor do Departamento de Natação da Academia Competition.









Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte