Guia da Semana

Sexo para menores

Com os hormônios à flor da pele, adolescentes iniciam a vida sexual muito mais cedo do que se imagina, ainda que sem liberdade e segurança

Engana-se quem acha que a burocracia impede os adolescentes menores de 18 anos de transar. Sem idade suficiente para dirigir e entrar no motel, eles acabam arrumando um jeitinho de extravasar os hormônios que, nessa idade, estão à flor da pele.

Relembre as melhores cenas de sexo do cinema

Se o namoro é assumido, nada melhor do que levar o escolhido ou escolhida para casa e apresentar à família. Com a intimidade e a presença constante no ambiente doméstico, as oportunidades começam a surgir: basta um cochilo do pai no sofá ou a ida da mãe ao supermercado para o casal se trancar no quarto.

Em casa
Muitas famílias não sabem o que acontece dentro de casa, outras, fingem que não sabem. A falta de diálogo pode ter conseqüências desastrosas, como o que aconteceu com Anderson Grecco: "Na época, eu tinha 17 anos e a Débora, 16. Nós sempre transávamos na casa dela. Nos fins de semana eu ficava lá até de madrugada, quando todo mundo já estava dormindo".

 

Anderson: na pressa

Débora nunca contou para a mãe o que acontecia quando os dois ficavam vendo TV, mas às vezes, a dona da casa ia espiar: "A mãe dela subia a escada devagarzinho, pra gente não escutar. Por sorte, ela nunca pegou nada. Sempre tinha alguém em casa, por isso a gente fazia do jeito que dava", conta Anderson. Tanta pressa e medo de serem pegos em flagrante fez o casal não se prevenir e Débora engravidou. "Foi o fim, o pai dela queria que a gente casasse, mas eu não tinha estrutura. Nós continuamos a namorar até o nosso filho fazer um ano, depois não deu mais certo. Hoje, o Leonardo tem quatro anos", completa.

Na escola
Mas o que fazer para conter os impulsos da sexualidade em ambientes que não são propícios, como o colégio? A coordenadora do Departamento de Orientação Educacional do Colégio Bandeirantes, Maria Angela de Azevedo Antunes, explica: "Para evitar o namoro exagerado, nós temos dois tipos de orientação: a coletiva, que acontece na sala de aula e a individual. Nós explicamos para os alunos que o namoro exagerado é qualquer coisa que cause constrangimento a alguém. Nesses casos, qualquer pessoa pode falar com o casal, o inspetor, outros alunos, etc". Mas se nem depois da bronca os pombinhos tomarem jeito, o caso vai direto para Angela, que conversa com os dois envolvidos.

A família só é acionada quando o caso é muito grave, quando os alunos começam a matar aula juntos, por exemplo. Mas Angela afirma que o trabalho de orientação desenvolvido com os alunos é eficaz, pois a incidência de casos é pequena: "Neste semestre foram apenas dois casos, o que é pouco numa escola de 3 mil alunos".

No carro
Quanto mais cedo começarem a vida sexual, mais tempo os adolescentes vão sofrer por falta de lugar para praticá-la se não tiverem pais liberais. Marli Cardoso, gerente do Motel Classe A, diz que eles são rigorosos na fiscalização: "Nós sempre exigimos documento com foto, principalmente se o cliente se recusa a apresentá-lo ou diz que esqueceu. Se percebermos que é falsificado, ele não entra". O mesmo acontece nos drive-in consultados pela reportagem. O Drive-in Keto, por exemplo, segue a mesma conduta rigorosa do Motel Classe A.

Para não ter que apresentar documento na entrada, o jeito é se virar em lugares públicos. Alguns locais da região metropolitana já ficaram famosos como "namoródromos", lugares onde os amantes param o carro para curtir a dois. São eles: a Praça Pôr-do-Sol, em Pinheiros; o Bosque Maia, em Guarulhos e Riacho Grande, em São Bernardo do Campo. Mas se arriscar nesses lugares não deixa de ser uma aventura. Além da insegurança e da falta de privacidade, um menor de idade corre o risco de ser pego pela polícia sem carteira de motorista.

 

Lugares públicos: risco

Serviço:

Colégio Bandeirantes
Rua Estela, 268 - São Paulo
Telefone: 5087-3500

Motel Classe A
Rua Dianópolis, 801 - Móoca
Telefone: 6914-4437

Drive-in Keto
Rua do Lago, 434 - Ipiranga
Telefone: 5061-5137

Atualizado em 31 Jul 2013.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte