Guia da Semana

Tecktonik

Novo movimento surgido na França que mistura música, dança e moda conquistou os jovens e está se espalhando pelo mundo



Pegue o estilo da década de 80, com aquelas roupas extravagantes, o make-up de Paul Stanley no Kiss, o cabelo do David Bowie em Ziggy Stardust, muitos acessórios, músicas eletrônicas e uns passinhos de dança estilo Michael Jackson/Boy Band, bata no liquidificador e você terá o Tecktonik, mais novo movimento de rua nascido na França (talvez por isso essa cara vintage ou déjà vu) que começou a se espalhar pelo mundo.

É uma mistura de hip hop, techno e cyberpunk (complexo, não?), que começou há sete anos como uma festa no clube Metropolis, nos arredores de Paris. Na verdade, a música pode ter vários nomes - Electro, Jump style, Hard Style, Hard Core -, mas o que batiza o movimento é o estilo de dança, bastante enérgico. Consiste basicamente em levantar o pé, sem tirá-lo do chão, torcendo o joelho para dentro, meio que de encontro ao outro e chacoalhar os braços ao redor da cabeça, tudo isso bem rápido. O resultado prático é uma coisa meio "deu a louca no go-go boy da Trash 80´s".

O Tecktonik (diga tec-tô-ní-que, com a tônica no "ní") também influencia no estilo de se vestir e no visual dos adeptos dessa onda, em sua maioria jovens de 15 a 22 anos. Nas roupas, jaquetas justas, calças skinny e enormes tênis esportivos com a língua de fora. Cabelos compridos atrás, com topete na frente e cara de desconfiado para arrematar tudo.

A galera na França costuma marcar pela Internet de se encontrar para dançar pelas ruas, nos " aprems", uma abreviação de " après-midi" (período da "tarde", em francês). Um dos pontos favoritos é Rua de Rivoli, entre os fast-lanches do Mc Donald´s e a loja H&M. Vídeos da galera bombando nas reunião não param de surgir no YouTube, tendo como carro-chefe o remix da música " Cause Des Garçons", da cantora de electro Yelle.

O nome Tecktonik é uma marca registrada pertencente a Cyril Blanc e Alexandre Barouzdin, empresários franceses e organizadores das primeiras festas, e foi inspirado nas placas tectônicas, como referência à mistura de vários estilos e ao choque de várias vertentes musicais.

Agora corra pegar sua jaqueta esporte, sua correntes, dê uns picotes no cabelo, calce seu Nike Terminator High Harris Tweed Edition e se jogue na rua dançando loucamente!

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte