Guia da Semana

Valeu a pena? Claro que sim!

Colunista escreve a respeito do show dos Jonas Brothers em São Paulo

Foto: Divulgação

Após longos anos de espera, o tão sonhado dia chegou. Esse 24 de maio realmente será o dia inesquecível para mim e para todos os fãs que foram ao show dos Jonas Brothers, em São Paulo. Na pista amarela, tinha gente na fila desde a quarta anterior, dormindo no chão, passando frio e se alimentando mal. Pude sentir na pele isso a partir do sábado. Havia cem pessoas na minha frente, todo mundo super ansioso pela apresentação.

Bandeiras foram passadas para os fãs, todos se unindo para botar ordem na fila, de modo que não houvesse confusão na hora de entrar. Realmente foram momentos que só quem é fã de verdade conseguiria passar. A falta de banheiros e somente um único lugar para comprar comida foi algo que deixou todos indignados, até porque nós pagamos muito caro para não termos ao menos um banheiro químico próximo.

Domingo de madrugada começaram a lotar as filas para todos os setores. Todo mundo querendo garantir o melhor lugar para ver o show. A abertura dos portões estava prevista para as 14h, mas é claro que atrasaram. Na hora de entrar, realmente foi uma zona, uma correria para ficar o mais perto possível do palco. Não entendi a razão do lado esquerdo do palco (o do Nick) ter sido cercado. Quando foi liberado, imaginei que morreria, pois o "empura-empura" foi tão grande, que muita gente se perdeu de seus amigos (como eu) e acabou jogado até algum local próximo ao palco. As seis horas foram assim: ficamos em pé, com muita gente desmaiando e passando mal por causa do aperto, com cada milímetro quadrado sendo disputado a tapas. Água vendida ao valor de cinco reais.

O show do Cine começou e a grande maioria que estava lá mal conhecia a banda. Foi uma abertura péssima, cantaram duas vezes a mesma música e ainda passaram somente o clipe da segunda canção. Alguns minutos depois, eis que entra Demi Lovato. Todo mundo foi ao delírio. Eu realmente fui jogada de um lado para o outro durante o show e, mesmo assim, foi emocionante ver todo mundo cantar junto. Mais emocionante ainda quando ela falou: "Eu não vou esquecer você, Brasil" durante a música Don"t Forget. Não esperava tanto do show da Demi, realmente ela me surpreendeu.

Quando terminou o show dela, começou a bater a ansiedade com o desespero. Muitos fãs choraram - eu mesma era uma das choronas de plantão. Depois de 15 minutos, a sombra de Nick, Joe e Kevin aparecem atrás do imenso pano branco.  O sonho de vê-los se concretizou segundos depois, quando as sombras deram lugar à presença dos três, que eu considero como os mais talentosos que conheci. Nesse momento, o Morumbi tremeu, com 43 mil vozes tornando uma só em That"s Just The Way We Roll. Do começo ao fim, todos cantando o mais alto possível, tentando chegar perto da grade.

Em todas as 12 músicas, as que me chamaram mais atenção foram When You Look Me In The Eyes, que todo mundo cantou em coro. Lovebug, que foi na hora em que Joe se jogou na grade perto dos fãs. ToNight, na qual realmente a energia do Morumbi pôde ser sentida até fora dali. Burnin Up, quando o Nick quase me matou do coração e jogou a toalha dele pra galera (e claro, estou com o meu pedacinho da toalha garantido aqui em casa). Já em I Gotta Find You foi um momento marcante também, pois a Demi voltou novamente ao palco. Não podia faltar Paranoid, em que a reação deles ao ver todos cantando uma música recém-lançada foi perceptível. Mas algo que não pode ser esquecido é o momento em que todos acompanharam Please Be Mine e até os próprios músicos da banda ficaram realmente impressionados.

Uma hora e meia de show que realmente valeram a pena, a não ser pela organização e estrutura da produtora do evento, que foi péssima. Realmente se não fosse o meu amor pela banda, eu jamais passaria por tudo que eu passei. E claro, se for para passar tudo de novo, passaria! No que depender de mim, os Jonas Brothers estarão de volta em breve no Brasil!!

Quem é a colunista:Marília de Freitas.

O que faz: Estudante de Direito, presidente do Fã Clube oficial do Jonas Brothers no Brasil e criadora do Projeto Jonas in Brasil.

Pecado gastronômico: Pizza.

Melhor lugar do mundo: Brasil.

Fale com ela: maary.xp@hotmail.com ou acesse seu twitter.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte