Guia da Semana

Velocidade nas veias

Criada em uma família apaixonada por esportes, Brunna Luz, 18 anos, se prepara para o Mundial de Jet Ski

Fotos: Divulgação


Loira, jovem e cheia de vontade, Brunna Luz é a mais nova revelação do Jet Ski brasileiro e tem deixado muitos marmanjos para trás. Com apenas 18 anos, a jovem acaba de se sagrar campeã do 22º Campeonato Brasileiro de Jet Ski, categoria 1800 Stock, considerada uma das mais fortes da competição. A paulista, que treina no mar do Guarujá, já competiu na Super Course Júnior e Runabout Júnior, com cerca de 60 pilotos brasileiros, além de convidados internacionais.

No quarto de Brunna o que não faltam são troféus. Sendo uma das poucas mulheres que competem no país, além de se preparar para o Mundial em outubro, a garota-prodígio disputa, ainda este ano, o Paulista, Open Sea, Endurance, Sea Doo Chalenger e o Sul-Americano. Haja fôlego! No meio dos treinamentos puxados, Brunna conseguiu um tempo para falar com o Guia da Semana. Confira!

Guia da Semana: Como surgiu a paixão pelo Jet Ski?
Brunna Luz: O meu pai corria de moto e eu queria fazer isso também, mas ele achava muito perigoso. Então, acabei conhecendo o Nélio, que corre de Jet, e passei a conhecer o esporte e me apaixonei. Meus irmãos tinham um Jet e eu já andava de brincadeira desde os quatro anos. Aí, meu pai comprou um Jet para mim e eu comecei a correr e disputar.

Guia da Semana: Quando você descobriu que estava pronta para competir?
Brunna: Foi a prática. Como eu andava desde muito pequena, pra mim não foi nada difícil começar a competir. Eu também já tinha uma noção de motocross. Depois que treinei umas duas vezes com uns amigos que já disputavam, eles me disseram que em dois anos eu seria Campeã Brasileira. Não deu outra.



Guia da Semana: Como está a preparação para o Campeonato Mundial?
Brunna: Todos os dias, eu vou para a academia. Cinco dias por semana, pelo menos duas horas, sem falta. No final de semana, eu ando de Jet e, quando está muito frio ou o mar não está muito legal, eu ando de quadriciclo. Durante a semana, vou à aula de manhã e não dá tempo de ficar sempre no Jet. 

Guia da Semana: Qual a sensação de ser a atual campeã brasileira e ter ganhado tantos títulos com apenas 18 anos?
Brunna: É bem legal, porque comecei a correr faz pouco tempo e já conquistei cinco títulos. Dois paulistas, dois endurances e um brasileiro. Isso é muito bom e a sensação de se classificar para o Mundial já é um motivo de orgulho para todos que torcem por mim e me acompanham.
 
Guia da Semana: Qual a maior dificuldade de praticar Jet Ski no Brasil?
Brunna: A falta de patrocínio e a pouca divulgação do esporte. É uma prática muito legal, com muita gente boa fazendo. Com certeza, se entrassem mais empresas para patrocinar, não seria tão caro e teriam mais pessoas para competir.



Guia da Semana: Já sofreu algum tipo de preconceito por ser mulher e tão nova?
Brunna: Até que não. Os meninos não têm essa encanação comigo. Só treino com homens e eles só ficam bravos quando perdem para mim. Um exemplo, na categoria que eu ganhei tinham 12 homens e só eu de mulher. Foi legal. Até porque, todos têm acima de 20 anos, mais velhos que eu. E ganhar, por exemplo, do Alan que é campeão mundial e do Beto que corre comigo desde os 12 anos, me faz ver que eu tenho algum dom. (risos)

Guia da Semana: Como faz para cuidar da beleza, estando sempre em contato com o mar e o sol?
Brunna: Eu não sou muito encanada com isso, ainda bem. Eu passo bastante protetor solar e, diariamente, uso creme para a pele. Além de precisar usar várias máscaras para o cabelo, que fica detonado de tanto contato com a água do mar. Antes da corrida, eu passo um creme para não embaraçar o cabelo. Ele é meio complexo, se eu encanar muito vou ficar estressada. Ele sai cheio de nó, é horrível, mas fazer o que, né?

Guia da Semana: Sua família sempre apoiou seu lado esportista?
Brunna: Minha irmã também corre de carro, então meu pai não teve muito que falar, já que tinha me barrado na moto. Minha mãe tinha um pouco de medo e, hoje em dia, ela viu que a coisa é séria e me apoia muito, vão até comigo para o Mundial. Eles nunca deixaram de ir a nenhuma corrida minha. Tenho quatro irmãos que também sempre comparecem.



Guia da Semana: Acha desvantagem competir com homens, já que existem poucas mulheres no meio?
Brunna: Pelo contrário, eu gosto. No Mundial, eu vou disputar somente com mulheres e acho que vou tirar vantagem disso, já que só corri contra homens a vida inteira. Dá um algo mais. Afinal, os homens no Jet são mais agressivos e eu preciso acompanhar isso também se não fico muito para trás.

Guia da Semana: Como faz para intercalar o esporte e os estudos?
Brunna: É muito difícil, porque eu estudo de manhã e fico muito cansada durante o dia. Às vezes, tenho que resolver algum assunto de competição ou passo o dia na academia, aí, fico o resto do dia morta. Estudo mesmo quando eu vou dormir. Meus pais entendem e, ainda bem, o colégio também. Como nunca fui muito de estudar, todo ano acabo levando bronca. Ainda bem que estou no último ano. (risos)

Guia da Semana: Qual é a dica para quem ainda não conhece o esporte e quer praticar?
Brunna: Para começar, o ideal é optar por um Jet não muito forte, para ir se acostumando. Depois, pode partir para equipamentos mais fortes. Como não existem escolas de Jet Ski quem gostar e quiser aprender precisa fazer isso sozinho, igual eu fiz. Aprendi mesmo com pilotos que me deram uma força.

Guia da Semana: Como você se vê daqui a 20 anos?
Brunna: Eu não sei ao certo. É difícil pensar nisso, porque não sei nem se vou fazer vestibular no ano que vem. Mas, hoje, eu me imagino trabalhando em algo ligado a esporte. Ou até mesmo ter uma loja de moto, carro, Jet, alguma ligada a esporte de velocidade, que é o que amo.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte