Guia da Semana

Viagem Segura

Antes de contratar o transporte escolar, veja algumas dicas para garantir serviço de qualidade e legalizado

Foto: Divulgação/ Sinterj

A escolha do colégio dos filhos não é a única etapa que merece atenção. Contratar o prestador de serviço para levar e buscar as crianças e os adolescentes também requer uma série de cuidados e fiscalização constante.

Antes de escolher o "tio da perua", é conveniente buscar recomendações no próprio colégio e com os pais de outros alunos. Com as referências em mente, é hora de avaliar as condições dos veículos e dos condutores. "Os pais devem observar a higiene do veículo, verificar se há cintos de segurança para todos os assentos e se são usados corretamente", recomenda Milton dos Santos, assessor do Departamento de Transporte Público da Prefeitura de São Paulo.

Outra dica dada pelo especialista é reparar nos vidros dos veículos. "Os vidros não podem estar quebrados e a abertura deles tem que ser limitada, para que as crianças não coloquem mãos e braços para fora", destaca.

Luiz Guarçoni, presidente do Sindicato dos Transportadores Escolares do Estado do Rio de Janeiro (Sinterj), reforça que os condutores escolares obrigatoriamente devem ter habilitação na categoria D, além de cursos de qualificação e reciclagem. "Os pais podem pedir para ver a carteira de habilitação do motorista. Eles também devem conferir o selo de vistoria anual no próprio veículo e as luzes obrigatórias no teto".

No Rio, a presença de um monitor para acompanhar as crianças é obrigatória. Já em São Paulo, onde a obrigatoriedade atinge apenas o transporte escolar gratuito, o serviço pode ser um diferencial na hora da decisão.

Dentro da Lei

Para ter certeza de um transporte seguro, os pais podem consultar as prefeituras sobre a regularidade do condutor e do veículo. Em São Paulo, na página da Secretaria Municipal de Transportes, é possível verificar a legalidade do transporte escolar. Para consultar a situação do condutor, basta fornecer o CPF do motorista. Já para checar a condição do veículo, é necessário o número da placa, da licença ou do prefixo (número afixado na parte de trás do automóvel).

No Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Transportes também oferece a pesquisa pela internet. Basta digitar o número da placa para verificar se o veículo está autorizado a transportar passageiros e se está devidamente regulamentado.









Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte