Guia da Semana

Você sabe ler Matemática?

Interpretar texto não é uma habilidade somente da Língua Portuguesa: a Matemática também exige a compreensão dos enunciados e símbolos

Foto: Getty Images


Saber ler e compreender o que se lê é a base para grande parte do nosso aprendizado. Para ser uma pessoa capaz de buscar o próprio conhecimento, a capacidade de leitura é o que o ser humano tem de mais importante. É o que o torna independente para aprender muitas coisas por si. E a Matemática não estaria fora deste contexto. Nós temos que "ler" Matemática também. E são dois tipos de leitura.

O primeiro tipo trata da leitura dos enunciados e dos problemas. Porém, a interpretação de textos é uma deficiência apresentada por grande parte dos alunos de nosso país, sejam os de ensino fundamental ou médio. E esta dificuldade se reflete no estudo da Matemática.

Muitas vezes percebemos uma leitura superficial por parte dos alunos, e esta leitura, sem a compreensão do problema, que é um tipo de texto, não permite que haja entendimento para a resolução correta do exercício. Considere, por exemplo, a seguinte "situação-problema":

Sete flores abriram ontem. Hoje, abriram nove. Em relação à ontem, quantas abriram a mais?

Como na pergunta consta a expressão "a mais", é muito comum que os alunos imediatamente somem os números, quando, na verdade, seria um exercício de subtração. Isto porque um texto pode ser escrito de diferentes maneiras, mas nem sempre a leitura é imediata. É preciso entendimento e raciocínio lógico.


Os problemas necessitam de um esforço intelectual maior, por exigirem a interpretação do que é pedido e a escolha da operação matemática que será utilizada. Também pode ser necessário escolher a ordem, caso haja mais de um cálculo a ser feito. Tudo isto desenvolve muito a capacidade de quem os compreende.

Só que muitos pais, ao verem as notas de seus filhos piorarem em Matemática, acabam acreditando que é um problema de conteúdo. E o que ajudaria estas crianças, neste caso, seria ampliar a sua capacidade de leitura.

Neste momento, o ideal é introduzir livros adequados à capacidade atual de leitura, focar na ampliação de vocabulário, na leitura em voz alta unindo corretamente os termos da oração, e não somente preocupar-se com a Matemática. Não é somente a habilidade de cálculo que é importante, mas também a leitura, que deve ser incentivada e melhorada.

Também nas escolas, os professores se preocupam com uma maior eficiência interdisciplinar, ou seja, trabalhar para que o estudo de uma disciplina esteja vinculado ao estudo de outra, ampliando o aprendizado dos alunos.

Porém, há mais um tipo de leitura em Matemática. A outra "capacidade de leitura" que o aluno precisa adquirir é a leitura dos símbolos e expressões matemáticas. Por exemplo, ao olhar o símbolo 1/3, é preciso pensar em palavras, "um terço" e ainda conhecer os símbolos que representam os conjuntos, os sinais e as expressões. São particularidades interessantes da Matemática!

Você sabe ler "x + 3x = 16"? Significa em palavras, "um número somado com seu triplo dá como resultado 16".

Isto são as chamadas notações matemáticas. Elas têm uma grafia própria e lógica, e podem ser entendidas da mesma maneira em todos os países do mundo, em todas as línguas. É uma linguagem universal, que também deve ser lida, mas pode se tornar um obstáculo para o aprendizado da Matemática.

Para que se saiba ler a Matemática, tanto a simbologia quanto o raciocínio na resolução dos problemas devem ser aprendidos com segurança. Infelizmente, o conteúdo da Matemática que não for assimilado vem a fazer falta no aprendizado do conteúdo seguinte, e as dificuldades na escola não param de aumentar.

Os problemas não representam algo ruim, muito pelo contrário. São capazes de desafiar o aluno e o motivar a pensar, fazendo com que levante hipóteses, investigue soluções e consiga uma maior interação com o conteúdo dado. Aí se dá a importância do incentivo ao hábito e o gosto pela leitura desde cedo, para que o aprendizado nas disciplinas de cálculos também siga tranquilo. Altas habilidades de leitura, cálculo e interpretação estão interligadas no caminho de sucesso das crianças.


Leia as colunas anteriores de Adriana Tomaz:

Tente outra vez

Prepare seu filho para se comunicar

A Matemática e a vida

Quem é a colunista: Adriana Pinheiro Tomaz.

O que faz: Responsável pela Orientação do Método Kumon.

Pecado gastronômico: comida japonesa.

Melhor lugar do mundo: o Brasil.

Fale com ela: adriana.tomaz@kumon.com.br.




 


 

Atualizado em 11 Fev 2014.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte