Guia da Semana

8 livros eróticos para quem curtiu 50 Tons de Cinza

Romances eróticos fazem sucesso nas livrarias! Veja algumas opções mais que calientes ;)

O bestseller 50 Tons de Cinza, da escritora inglesa Erika Leonard James, despertou nos leitores, principalmente nas mulheres, a vontade de procurar romances eróticos nas prateleiras das livrarias. 

Isso ocasionou um corre-corre nas editoras, que desenterraram obras de anos atrás e ainda incentivaram autores da nova safra a escrever sobre o tema.

Se você é fã de romances eróticos, nós separamos alguns livros que certamente vai fazer sucesso na hora de dormir ;)

Juliette Society – Sasha Grey

A ex-estrela pornô Sasha Grey encabeça no universo literário erótico em “Juliette Society”. A história fala de um de clube secreto que tem poderosos da sociedade como integrantes . 

Delta of Venus - Anaïs Nin

Publicado pela primeira vez em 1978, o livro reúne contos escritos durante a década de 1940 e transita por vários temas sexuais. Uma curiosidade é que este livro foi encomendado por um cliente que usava o codinome “colecionador”. Esse cara era conhecido por  outros escritores por encomendar ficção erótica para seu consumo privado.

A Vida Como Ela É - Nelson Rodrigues

O autor não é classificado como um escritor erótico, mas suas crônicas são repletas de adultério, pecado e desejos. Não só “A Vida Como Ela É”, mas diversas obras de Nelson Rodrigues giram em torno do prazer e da moral.

A História de O - Anne Desclos

Neste romance erótico, Anne Desclos usa o pseudônimo Pauline Réage. O livro foi publicado em 1954, na França e conta a história de uma mulher livre e independente que se torna escrava sexual de seu amante René e outros homens.

Trópico de Câncer- Henry Miller

Foi publicado em 1934 e por seu considerado um conteúdo pornográfico e obsceno ficou proibido nos EUA até 1961. O livro é o resultado da experiência da vida boêmia do escritor durante uma temporada em Paris, em que se deitava com prostitutas e mulheres solitárias.

Coisas Eróticas - Denise Godinho e Hugo Moura

A dupla de jornalistas fala sobre a primeira produção pornográfica brasileira, de como o filme “Coisas Eróticas”, do italiano radicado em São Paulo Raffaele Rossi, foi um marco no fim da pornochanchada e alavancou a produção de filmes “pornô por pornô” no Brasil.

Minha Vida, Meus Amores - Henry Spencer Ashbee

O escritor inglês Henry Spencer Ashbee colecionou histórias de erotismo e pornografia. Essa biografia fala sobre sua vida rodeada por mulheres e diferentes experiências amorosas com elas.

Justine – Marquês de Sade

É um clássico das histórias eróticas. Escrito por Marquês de Sade, que é conhecido por seus contos repletos de sexo, a obra aborda a vida de uma moça ingênua e defensora do bem que se envolve em crimes e depravações. Se você se interessar mais sobre Marquês de Sade veja o filme “Contos Proibidos do Marquês de Sade” (2000), do diretor Philip Kaufman.

 

Atualizado em 17 Fev 2015.

Por Juliana Andrade
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

J. K. Rowling revela no Twitter que está escrevendo dois novos livros

Um deles será lançado sob o pseudônimo da escritora, Robert Galbraith

Mauro Calliari lança livro sobre espaço público e urbanidade em SP

Livro analisa três questões das metrópoles: "o que é um bom espaço público", "por que o espaço público é tão importante" e "qual a relação histórica de SP com seus espaços públicos"

"Harry Potter e a Criança Amaldiçoada" foi o livro mais vendido na Amazon em 2016

"Leitores de todas as idades não se cansam de Hogwarts", disse o editor do site

Poesia em Luto: Saiba tudo sobre a vida e obra de Ferreira Gullar

Famoso por suas poesias, o artista faleceu no dia 4 de dezembro, vitima de uma pneumonia, deixando um legado não apenas aos brasileiros, mas aos amantes da arte como um todo

Edição original do autor de "O Pequeno Príncipe" é leiloada por 900 mil euros

Livro conta com dedicatória e ilustrações de Antoine de Saint-Exupéry

Livro inspirado em John Lennon e "Imagine" será lançado em 2017

Lançamento será no Dia Mundial da Paz com parte dos lucros para a para Anistia Internacional