Guia da Semana

A Moratória - 4º Festival Palco Giratório Sesc/Poa

Peça do grupo TAPA faz parte de quarta edição de festival

Este evento terminou

A Moratória - 4º Festival Palco Giratório Sesc/Poa

Data 25 Mai 2009-31 Mai 2009
30/05 a 31/05/09

Preço(s) R$ 10,00

Horário(s) Sábado e domingo às 20h

Peças de teatro: Drama

Avenida Alberto Bins, 665, 90030-140

Telefone 3211-3000

Considerado um clássico do teatro brasileiro escrito em 1954, por Jorge Andrade, A Moratória conta a história da família de um fazendeiro paulista que perde suas terras em decorrência da crise do café de 1929, e sente-se oprimida pela perspectiva da vida na cidade, espaço em que suas concepções de mundo são confrontadas com uma ordem na qual o antigo prestígio familiar não representa mais nada. O elemento estrutural que chama atenção nessa obra é a sua organização sistematizada em dois planos e três atos: o plano do presente (1932), dá-se no espaço de uma casa modesta e aborda a questão da perda da fazenda por causa das dívidas contraídas por Joaquim, personagem principal; já o plano do passado (1929), desenvolve-se no espaço de uma fazenda tradicional, tratando da decretação da moratória pelo Governo. No conjunto familiar, meio onde os personagens se relacionam, a atmosfera nem sempre é amigável.

Devido às circunstâncias do enredo, os personagens transitam em situações discrepantes. Olímpio aparece nos dois planos: como o noivo excluído, inicialmente, e depois, como a única esperança de salvação da família. Lucília, antes simples moça submissa, oscila para um grau superior, no qual assume a chefia financeira da casa e é a sucessora do pai. O texto de Jorge Andrade, escrito em 1954, sofreu cortes e alterações nesta montagem. A estrutura não é tão rígida como nas indicações do autor; não há dois cenários, a antiga fazenda e a casa na cidade, como sugerido. Na montagem, as duas ações simultâneas são percebidas aos poucos pelo espectador. O cruzamento dos planos se dá de maneira mais subjetiva.

Sobre o grupo

O Teatro Amador Produções Artísticas, TAPA, de São Paulo, foi fundado em 1979, e é liderado pelo diretor Eduardo Tolentino de Araújo, desenvolvendo um trabalho bastante voltado para um "teatro de dramaturgia" e um indiscutível empenho em investigar os processos de criação. O grupo estreou nos palco com a montagem infantil Apenas um Conto de Fadas, de autoria própria. O currículo do grupo conta com encenações de grandes autores e apontam a dedicação do TAPA aos clássicos.

Sobre o evento

O Festival Palco Giratório Sesc/Poa em sua quarta edição leva aos palcos da capital gaúcha 44 espetáculos apresentados por 33 grupos de diferentes Estados. O diferencial deste ano é a diversidade de locais nos quais as peças serão apresentadas: teatros, parques, praças e espaços da periferia. Nomes como Sergio Britto e Luiz Carlos Vasconcelos são presenças de destaque no evento. Além disso, grupos renomados como o Teatro Sarcáustico (RS) e o Lume Teatro (SP) também fazem parte desta edição.

O festival tem um viés formativo e por isso conta com uma série de ações voltadas para o desenvolvimento da produção local e para o intercâmbio de experiências entre profissionais da área, críticos e público, como oficinas, palestras e workshops.

Ficha Técnica:
Direção: Eduardo Tolentino de Araújo
Elenco: Zécarlos Machado, Déborah Scavone, Larissa Prado, Rosa Grobman, Rodolfo de Freitas e Augusto Zacchi
Texto: Jorge Andrade

Foto: Divulgação

Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Vitraux Club

Vitraux Club

46m

Hotel Minuano Express

Hotel Minuano Express

162m

Bar do André

Bar do André

192m

Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM)

Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM)

205m

Museu da História da Medicina

Museu da História da Medicina

205m

Edifício Ely

Edifício Ely

233m

Notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças