Guia da Semana

A Febre do Samba - Terça

Projeto oferecido pelo Teatro SESI Centro faz retrospectiva dos melhores sambas do carnaval carioca

Este evento terminou

A Febre do Samba - Terça

Data 17 Jan 2012-14 Fev 2012
17 de janeiro a 16 de fevereiro.

Preço(s) R$ 5.

Horário(s) Terça, 19h.

Shows: Samba

Avenida Graça Aranha, 1, 20030-002

Telefone (21) 2563-4163

Relembrar as melodias que fizeram história na música carioca é a forma como o Teatro SESI Centro vai festejar o Carnaval 2012. Entre os dias 17 de janeiro e 16 de fevereiro, às terças e quintas, o espaço vai receber uma série de espetáculos previstos no projeto A Febre do Samba – O Samba Enredo do Século XX.

Dividido em dois blocos e levado aos palcos por um time de músicos e atores, o repertório traz nas noites de terça-feira clássicos do samba, que marcam época entre os anos 30 e 70. Confira abaixo os destaques reservados para as terças-feiras:

Anos 30

1929 – “Ando sofrendo” (Deixa Falar) e “Chega de demanda” (Mangueira)

1930 – “Linda demanda” (Mangueira) e “Eu quero é nota” (Mangueira)

1934  – “Divina dama” (Mangueira)

1936 – “Não quero mais amar a ninguém” (Mangueira) e “Natureza bela do meu Brasil (Unidos da Tijuca)

1937 – “Linda Guanabara” (Portela)

1939 – “Teste ao samba” (Portela)

 

Anos 40/50

1949 – “Exaltação a Tiradentes (Império Serrano)

1953 – “Sessenta e um anos de República” (Império Serrano)

1955 – “As quatro estações do ano” – (Mangueira)

 

Anos 60

1960 – “Quilombo dos Palmares” (Salgueiro)

1963 – “As três capitais” (Imperatriz Leopoldinense) e “Xica da Silva” (Salgueiro)

1964 – “Chico Rei” (Salgueiro) e “Aquarela brasileira” (Império Serrano)

1965 – “Cinco bailes da história do Rio” (Império Serrano)

1967 – “O mundo encantado de Monteiro Lobato” (Mangueira)

1968 –“Sublime pergaminho” (Unidos Lucas) e “Quatro séculos de moda e costumes” (Unidos de Vila Isabel)

1969 – “Yayá do cais dourado” (Unidos de Vila Isabel) e “Bahia de todos os deuses” (Salgueiro)

 

Anos 70

1970 – “Lendas e mistérios da Amazônia” (Portela)

1971 - “Lapa em três tempos” (Portela) e “Festa para um Rei Negro” (Salgueiro)

1972 – “Mangueira, minha madrinha querida” (Salgueiro), “Alô, Alô taí Carmem Miranda” (Império Serrano); “Ilu Ayê (Terra da vida) (Portela); “Martim Cererê” (Imperatriz Leopoldinense); “Onde o Brasil aprendeu a liberdade” (Unidos de Vila Isabel)

1973 – “Lendas do Abaeté” (Mangueira)

1974 – “A festa do divino” (Mocidade Independente de Padre Miguel); “O mundo melhor de Pixinguinha” (Pizindin) (Portela)

1975 – “Festa do Círio de Nazaré (Unidos de São Carlos)

1976 – “A lenda das sereias rainhas do mar” (Império Serrano), “Os sertões” (Em Cima da Hora) e “A arte negra na lendária Bahia” (Unidos de São Carlos)

1976 - “Sonhar com rei dá leão” (Beija-Flor)

Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Academia Brasileira de Letras

Academia Brasileira de Letras

101m

Casa Villarino

Casa Villarino

106m A Casa Villarino é um misto de bar e delicatessen, onde se pode encontrar bebidas e comestíveis finos, nacionais e importados

Delírio Tropical - Santa Luzia

Delírio Tropical - Santa Luzia

116m

Zacks - Centro

Zacks - Centro

127m

Bezamat

Bezamat

153m

Museu Judaico Jewish Museum

Museu Judaico Jewish Museum

155m

Notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças