Guia da Semana

Casa de dona Yayá

Casa de dona Yayá

Horário(s) Domingo à sexta das 10h às 16h.

Endereço
Rua Major Diogo, 353, Centro 01324-001

Telefone (11) 3106-3562

Mesmo sob administração da Universidade de São Paulo e tida como patrimônio histórico, a casa de dona Sebastiana de Freire Mello continua a ser considerada mal-assombrada. Rica e única herderia de uma fortuna, foi lá que Dona Yayá, como era conhecida, ficou presa por 32 anos, até morrer.

Sebastiana nasceu em Mogi Mirim, perdeu os pais aos 13 anos. Após uma viagem a Europa, surgiram os primeiros boatos de que ela tinha enlouquecido. Em 1919, após uma tentativa de suicídio, foi considerada louca e presa em sua própria casa. Limitada a estar em um só cômodo e de vez em quando no solário, era alimentada por uma pequena janela em seu quarto, que fora reformado para parecer como o de um hospital psiquiátrico. Yayá permaneceu trancada na casa até 1961, quando faleceu de câncer. Até hoje, moradores e funcionários alegam ter visto o fantasma da velha senhora na janela de seu quarto ou do solário reformado.

Os interessados podem fazer uma visita monitorada de domingo a sexta para conhecer essas e outras histórias da casa, além de participar de diversos projetos culturais.

Atualizado em 31 Jul 2012.

Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Casa da Dona Yayá

Casa da Dona Yayá

2m

Padaria 14 de Julho

Padaria 14 de Julho

21m

Sr. Bacalhau - Serra Negra

Sr. Bacalhau - Serra Negra

191m

Teatro Oficina

Teatro Oficina

209m Comandado por José Celso Martinez Corrê, o Teatro Oficina é um ícone no cenário teatral brasileiro

Espaço Cultural Pinho de Riga

Espaço Cultural Pinho de Riga

226m O espaço abriga espetáculos de teatro, dança, música, mostras de artes visuais, artes plásticas, oficinas e cursos

Padaria Italianinha

Padaria Italianinha

331m

Notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças