Guia da Semana

Antologia Visual da Argentina: Cinema e Literatura

Série de 15 filmes mostra a relação entre cinema e clássicos da literatura argentina

Este evento terminou

Antologia Visual da Argentina: Cinema e Literatura

Data 29 Ago 2012-02 Set 2012
29 de agosto a 02 de setembro de 2012

Preço(s) Grátis

Horário(s) Conforme programação

(próximo às estações Sé e São Bento do Metrô)
Rua Álvares Penteado, 112, Centro 01012-000

Telefone (11) 3113-3651

A mostra Antologia Visual da Argentina: Cinema e Literatura acontece entre 29 de agosto e 02 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil. Na programação, uma série de 15 filmes que apresentam a relação entre filmes argentinos e clássicos da literatura do País.

>> Confira a programação do circuito alternativo do cinema em SP

Com o objetivo de traçar um paralelo entre a literatura e o cinema argentinos, a mostra é dividida em três temas: clássicos do cinema argentino, documentários sobre quatro escritores emblemáticos (Jorge Luis Borges, Julio Cortázar, Manuel Puig e Ernesto Sábato) e um panorama sobre o cenário atual do cinema contemporâneo. 

Entre os clássicos, destaque para o filme Rosaura a Las Diez, de Mauro Soficci, considerado pela crítica um dos melhores filmes argentinos de todos os tempos. Na retrospectiva histórica, destaca-se ainda o filme No Habra mas Penas Ni Olvidos, adaptação da novela homônima do escritor argentino Osvaldo Soriano. Além disso, há uma série de cinco documentários sobre reconhecidos autores argentinos: Borges, Cortazar, Puig e Sábato.
Confira a programação completa:

29 de agosto
15h: Borges y nosotros, de Omar Quiroga (40 min. | Livre)
17h: Rosaura a las diez (1958), de Mario Soficci (100 min. | Livre)
19h: La mirada invisible (2010), de Diego Lerman (97 min. | 16 anos)


30 de agosto
15h: Puig, paisajes de voces, de Silvia Hopenhayn y Marcelo Iaccarino (52 min. | Livre)
17h: La cifra impar (1962), de Manuel Antin (85 min. | Livre)    
19h: Mentiras piadosas  (2009), de Diego Sabanés (100 min. | 13 anos)

31 de agosto
15h: Cortázar, de Tristán Bauer (60 min. | Livre)
17h: Juan Moreira (1973), de Leonardo Favio (105 min. | 14 anos)
19h: El pasado (2006), de Héctor Babenco (114 min. | 134 anos)

1º de setembro
10h: Ernesto Sábato, mi padre, de Mario Sábato (101 min. | Livre)
17h: Dormir al sol (2011), de Alejandro Chomsky (84 min. | 13 anos)
19h: La viuda de los jueves (2009), de Marcelo Piñeiro (122 min. | 16 anos)

02 de setembro
10h: Los Libros y la Noche (el universo de Jorge Luis Borges), de Tristán Bauer (78 min. | Livre)
15h: No Habra mas penas ni Olvidos, de Héctor Olivera (80 min. | 18 anos)
19h: La viuda de los jueves (2009), de Marcelo Piñeiro (122 min. | 16 anos)

Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Cafezal Cafés Especiais

Cafezal Cafés Especiais

1m A casa é um local aconchegante e agradável

Bolsa Oficial de Café - Santos

Bolsa Oficial de Café - Santos

78m

Espaço Cultural BM&FBOVESPA

Espaço Cultural BM&FBOVESPA

139m

Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa

Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa

139m

Espaço Bovespa

Espaço Bovespa

139m

Braços Abertos na Virada Cultural 2014

Braços Abertos na Virada Cultural 2014

141m Coletivos de artes e festas agitam balada no centro de São Paulo

Notícias recomendadas

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP