Guia da Semana

Cinema Humanista – Irmãos Dardenne

Filmes premiados e inéditos dos irmãos Dardenne são exibidos no CCBB

Este evento terminou

Cinema Humanista – Irmãos Dardenne

Data 17 Fev 2016-07 Mar 2016
De 17 de fevereiro a 7 de março de 2016

Preço(s) R$4,00 (inteira) R$2,00 (meia)

Horário(s) Conforme programação.

(próximo às estações Sé e São Bento do Metrô)
Rua Álvares Penteado, 112, Centro 01012-000

Telefone (11) 3113-3651

Com duas Palmas de Ouro no currículo (por “Rosetta”, de 1999, e “A Criança”, de 2005), os irmãos Luc e Jean-Pierre Dardenne são dois dos cineastas mais prestigiados do cinema europeu atual, somando trabalhos de qualidade tanto na direção quanto no roteiro e produção.

De 17 de fevereiro a 7 de março, o Centro Cultural Banco do Brasil apresenta uma retrospectiva com 22 títulos da dupla, incluindo longas de ficção e documentários, muitos deles inéditos no Brasil. Os filmes que consagraram sua carreira, como “O Garoto de Bicicleta” e “Dois Dias, Uma Noite”, também estão em cartaz, bem como longas produzidos por eles e dirigidos por nomes como Benoît Jacquot e Jacques Audiard.

A mostra acontece no CCBB do Rio de Janeiro no mesmo período e, em, Brasília entre 10 e 29 de fevereiro.

Confira a programação completa da mostra em São Paulo:

 

17/02 (quarta-feira)

17h30 – “Dois Dias, Uma Noite” (“Deux Jours, Une Nuit”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 95 min, cor, 2014, classificação indicativa: 12 anos, DVD)

19h30 – “O Diário de Uma Camareira” (“Journal d’une Femme de Chambre”) – Benoît Jacquot (França/Bélgica, 96 min, cor, 2015, classificação indicativa: 14 anos, blu-ray)

 

18/02 (quinta-feira)

17h30 – “A Linha de Frente” (La Prima Linea) – Renato De Maria (Itália/Bélgica/Grã-Bretanha/França, 100 min, cor, 2009, classificação indicativa: 14 anos, DVD)

19h30 – “R… sem Resposta” (R… Ne Répond Plus) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 55 min, cor, 1981, classificação indicativa: livre, DVD)

 

19/02 (sexta-feira)

18h30 – “Quando o Barco do Léon M. Desceu o rio Meuse pela Primeira Vez” (Lorsque le Bateau de Léon M. Descendit la Meuse pour la Primière Fois) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 44 min, cor, 1979, classificação indicativa: livre, DVD)

19h30 – “Para dar Fim à Guerra, os Muros Precisam Cair” (Pour que la Guerre s’Achève, les Murs Devaient s’Écrouler) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 47 min, cor, 1980, classificação indicativa: livre, DVD)

 

20/02 (sábado)

16h30 – “R… sem Respostas” (R… Ne Répond Plus) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 55 min, cor, 1981, classificação indicativa: livre, DVD)

18h00 – “Lições de uma Universidade Voadora” (Leçons d’une Université Volante) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 55 min, cor, 1982, classificação indicativa: livre, DVD)

19h30 – “Olhe para Jonathan/Jean Louvet, sua Obra” (Regard Jonathan/Jean Louvet, Son Oeuvre) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 55 min, cor, 1983, classificação indicativa: livre, DVD)

 

21/02 (domingo)

15h00 – “A Linha de Frente” (La Prima Linea) – Renato De Maria (Itália/Bélgica/Grã-Bretanha/França, 100 min, cor, 2009, classificação indicativa: 14 anos, DVD)

17h00 – “Quando o Barco de Léon M. Desceu o rio Meuse pela Primeira Vez” (Lorsque le Bateau de Léon M. Descendit la Meuse pour la Primière Fois) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 45 min, cor, 1979, classificação indicativa: livre, DVD)

18h00 – “Para dar fim à Guerra, os Muros Precisam Cair” (Pour que la Guerre s’Achève, les Murs Devaient s’Écrouler) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 47 min, cor, 1980, classificação indicativa: livre, DVD)

 

22/02 (segunda-feira)

17h00 – “Ferrugem e Osso” (“De Rouille et d’Os”) – Jacques Audiard (França/Bélgica, 120 min, cor, 2012, classificação indicativa: 14 anos, DVD)

19h30 – “Lições de uma Universidade Voadora” (Leçons d’une Université Volante) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 55 min, cor, 1982, classificação indicativa: livre, DVD)

 

24/02 (quarta-feira)

17h30 – “O Diário de Uma Camareira” (“Journal d’une Femme de Chambre”) – Benoît Jacquot (França/Bélgica, 96 min, cor, 2015, classificação indicativa: 14 anos, blu-ray)

19h30 – “Ferrugem e Osso” (“De Rouille et d’Os”) – Jacques Audiard (França/Bélgica, 120 min, cor, 2012, classificação indicativa: 14 anos, DVD)

 

25/02 (quinta-feira)

17h30 – “A Criança” (“L’Enfant”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França, 95 min, cor, 2005, classificação indicativa: 12 anos, 35mm)

19h30 – “O Filho” (“Le Fils”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França, 103 min, cor, 2002, classificação indicativa: 12 anos, 35mm)

 

26/02 (sexta-feira)

17h30 – “O Leite do Carinho Humano” (Le Lait de la Tendresse Humaine) – Dominique Cabrera (França/Bélgica, 94 min, cor, 2001, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

19h30 – “O Garoto da Bicicleta” (“Le Gamin au Vélo”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França/Itália, 87 min, cor, 2011, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

 

27/02 (sábado)

15h30 – “Dois Dias, Uma Noite” (“Deux Jours, Une Nuit”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 95 min, cor, 2014, classificação indicativa: 12 anos, DVD)

17h30 – “O Filho” (“Le Fils”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França, 103 min, cor, 2002, classificação indicativa: 12 anos, 35mm)

19h30 – “A Criança” (“L’Enfant”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França, 95 min, cor, 2005, classificação indicativa: 12 anos, 35mm)

 

28/02 (domingo)

14h30 – “O Garoto da Bicicleta” (“Le Gamin au Vélo”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França/Itália, 87 min, cor, 2011, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

16h30 – “O Leite do Carinho Humano” (Le Lait de la Tendresse Humaine) – Dominique Cabrera (França/Bélgica, 94 min, cor, 2001, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

18h30 – “O Exercício do Poder” (“L’Exercice de L’Etat”) – Pierre Schoeller (França/Bélgica, 115 min, cor, 2011, classificação indicativa: 16 anos, 35mm)

 

29/02 (segunda-feira)

16h30 – “À Procura de Eric” (“Looking for Eric”) – Ken Loach (Grã-Bretanha/França/Itália/Bélgica/Espanha, 116 min, cor, 2009, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

19h00 – “Além das Montanhas” (“Dupa Dealuri”) – Cristian Mungiu (Romênia/França/Bélgica, 150 min, cor, 2012, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

 

2/03 (quarta-feira)

17h30 – “O Silêncio de Lorna” (“Le Silence de Lorna”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França/Itália/Alemanha, 105 min, cor, 2008, classificação indicativa: 16 anos, 35mm)

19h30 – debate, com a curadora Caru Alves de Souza e o crítico Sérgio Rizzo, com mediação de Francisco Cesar Filho

 

3/03 (quinta-feira)

17h00 – “Madonas” (Madonnen) – Maria Speth (Alemanha/Suíça/Bélgica, 125 min, cor, 2007, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

19h30 – “O Mundo Corre” (Il Court, Il Court, Le Monde) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 11 min, cor, 1987, classificação indicativa: livre, 35mm)

                “Falsch” – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (França/Bélgica, 82 min, cor, 1987, classificação indicativa: livre, 35mm)

 

4/03 (sexta-feira)

17h30 – “A Promessa” (“La Promesse”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França, 90 min, cor, 2005, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

19h30 – “Rosetta” – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França, 94 min, cor, 1999, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

 

5/03 (sábado)

14h00 – “Além das Montanhas” (“Dupa Dealuri”) – Cristian Mungiu (Romênia/França/Bélgica, 150 min, cor, 2012, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

17h00 – “O Exercício do Poder” (“L’Exercice de L’Etat”) – Pierre Schoeller (França/Bélgica, 115 min, cor, 2011, classificação indicativa: 16 anos, 35mm)

19h30 – “À Procura de Eric” (“Looking for Eric”) – Ken Loach (Grã-Bretanha/França/Itália/Bélgica/Espanha, 116 min, cor, 2009, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

 

6/03 (domingo)

15h00 – “O Mundo Corre” (Il Court, Il Court, Le Monde) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 11 min, cor, 1987, classificação indicativa: livre, 35mm)

                “Falsch” – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (França/Bélgica, 82 min, cor, 1987, classificação indicativa: livre, 35mm)

17h00 – “Olhe para Jonathan/ Jean Louvet, Son Oeuvre” (Regard Jonathan/Jean Louvet, Son Oeuvre) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica, 55 min, cor, 1983, classificação indicativa: livre, DVD)

18h30 – “Madonas” (Madonnen) – Maria Speth (Alemanha/Suíça/Bélgica, 125 min, cor, 2007, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

 

7/03 (segunda-feira)

17h30 – “Rosetta” – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França, 94 min, cor, 1999, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

19h30 – “A Promessa” (“La Promesse”) – Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França, 90 min, cor, 2005, classificação indicativa: 14 anos, 35mm)

Por Juliana Varella
Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Cafezal Cafés Especiais

Cafezal Cafés Especiais

1m A casa é um local aconchegante e agradável

Bolsa Oficial de Café - Santos

Bolsa Oficial de Café - Santos

78m

Espaço Cultural BM&FBOVESPA

Espaço Cultural BM&FBOVESPA

139m

Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa

Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa

139m

Espaço Bovespa

Espaço Bovespa

139m

Braços Abertos na Virada Cultural 2014

Braços Abertos na Virada Cultural 2014

141m Coletivos de artes e festas agitam balada no centro de São Paulo

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA