Guia da Semana

Os Anos de Brasil de Axl Leskoschek

Austríaco que exilou-se no Brasil fugindo do Nazismo revolucionou mercado editorial do país com ilustrações das obras de Dostoiévski

Este evento terminou

Os Anos de Brasil de Axl Leskoschek

Data 21 Mar-09 Abr
De 21 de março a 9 de abril de 2016

Preço(s) Grátis

Horário(s) De segunda a sexta das 10h às 18h, sábado das 10h às 13h

Exposição: Instalação

Rua Estados Unidos, 1638, Oeste 01427-002

Telefone (11) 3083-4600

Entre os dias 21 de março e 9 de abril, a Dan Galeria recebe a mostra Os Anos de Brasil de Axl Leskoschek: 1940-1948, que expõe 160 obras de diferentes momentos e, inclusive, do período em que o artista austríaco esteve no Brasil, fugido da Segunda Guerra Mundial.

Sob a curadoria de Peter Cohn, a exposição percorre o mundo há mais de quatro décadas e tem caráter retrospectivo, reunindo pinturas, aquarelas e xilogravuras que criou para as edições brasileiras das obras de Dostoiéveski, publicadas originalmente pela editora José Olympio, e 130 xilogravuras que narram desde suas primeiras criações no Brasil até as obras criadas após o seu regresso à Europa, de 1948 até meados da década de 1970. De diferentes formatos, as obras estarão dispostas em múltiplos que dão o caráter museológico da exposição. 

“A exposição marca um resgate necessário da obra do artista no Brasil”, afirma Peter Cohn, da Dan Galeria. “O Leskoschek é o pai da moderna gravura brasileira, tendo influenciado uma série de artistas e transformado o mercado editorial brasileiro nesse aspecto, com suas ilustrações para os clássicos da literatura em língua portuguesa e universal.”

Importância

Para muitos artistas e intelectuais, o período de 1914 a 1945 marcou o fim da Modernidade iluminista na Europa. O fim de uma era na qual os valores da razão, da alta cultura e do conhecimento foram solapados pela barbárie, após quatro séculos de profundo avanço humanístico. Para muitos, porém, a dolorosa experiência das guerras e do exílio representou um novo começo, uma nova descoberta, um novo mundo. Assim foi para o pintor, gravador e professor austríaco Axl von Leskoschek (1889-1976), um dos maiores nomes da xilogravura austríaca e europeia que, diante da ameaça do nazismo, teve que se exilar de seu país. Após um período na Suíça, muda-se para o Brasil em 1940, país onde permanece por oito anos e vive duas revoluções: uma pessoal, em sua arte, e outra no estabelecimento da linguagem da gravura no mercado editorial brasileiro, num total de mais de duzentas xilogravuras. 

O artista

Nascido em Graz (Áustria), em 1889, Leskoschek realiza sua formação artística na Escola de Belas Artes de Graz e na Escola de Artes Gráficas de Viena, num dos períodos mais efervescentes da história do país (então Império Austro-Húngaro), momento de figuras como Sigmund Freud (1856-1939), pai da psicanálise, e do escritor Stefan Zweig (1881-1942), que, como ele, também se exilaria no Brasil fugindo do nazismo.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Galeria dos Pães

Galeria dos Pães

23m A Galeria dos pães oferece diariamente um café matinal completo

A Figueira Rubaiyat

A Figueira Rubaiyat

53m Debaixo da majestosa árvore, delicie-se com menu variado com inspiração mediterrânea

Tatu Bola Bar - Unidade Jardins

Tatu Bola Bar - Unidade Jardins

92m Nova unidade do bar fica na esquina da Rua Augusta com a Rua Estados Unidos

Heaven

Heaven

103m

Bar Augusta

Bar Augusta

110m

Baretto

Baretto

118m O Baretto é um elegante bar localizado dentro do Hotel Fasano

Notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças