Guia da Semana

Os Brasis

Evento no centro de São Paulo tem encontros com mestres da cultura brasileira

Este evento terminou

Os Brasis

Data Sáb 18 Jun
Dia 18 de junho de 2016

Preço(s) Grátis

Horário(s) Sábado, das 14 às 22 hs

Praça da Bandeira, 137, Centro 01007-020

No próximo sábado, dia 18, o festival Os Brasis leva ao centro de São Paulo uma série de encontros com mestres da cultura brasileira residentes da capital. No evento, o público terá a oportunidade de conhecer um pouco da arte e do saber de quatro mestres e mestras, patrimônios vivos da nossa cultura: Seu Carlão do Peruche, um dos mais antigos do Samba de Pirapora; Pedro Luiz Macena, educador cultural e espiritual indígena Guarani da Aldeia do Jaraguá; Nega Duda, difusora de sua ancestralidade por meio da oralidade e do samba de roda do Recôncavo Baiano; e Graça Menezes, caixeira da Festa do Divino e cozinheira especialista em culinária maranhense.

A programação, que tem palestras e rodas de conversa, é aberta ao público. À noite, a apresentação musical fica por conta do pernambucano Zé Manoel. Confira a programação completa:

14h30 - Os mestres e a cidade: o patrimônio vivo como protagonista urbano e a experiência no projeto Mestres Navegantes 
João Rafael Cursino – Doutor em História pela USP, músico e agente de cultura em sua cidade, São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba, em São Paulo. O palestrante pesquisa o impacto da atuação dos mestres de cultura para a reconstrução de São Luiz após a enchente que, no ano de 2010, destruiu boa parte da cidade. 

15h - Estética do bem-querer: a fotografia como ferramenta para empatia e resistência cultural
Ratão Diniz - Construindo uma relação de respeito e responsabilidade, o fotógrafo Ratão registra a resistência e a beleza brasileira emfavelas no Rio de Janeiro, interiores de casas, festas populares e grafites. Fotógrafo independente, já participou de inúmeras mostras fotográficas no Brasil e é autor do livro Em Foto (Mórula Editorial, 2014: Rio de Janeiro).

15h30 - A voz dos sujeitos: a comunidade como autora da sua história, o caso do jornal A Sirene.
Gustavo Nolasco - Roteirista, escritor e jornalista, Nolasco se especializou no “ouvir histórias” para criar e produzir conteúdo. O palestrante fala sobre a criação e funcionamento de A Sirene, um jornal feito por e para os moradores de Mariana e Bento Rodrigues após a tragédia ambiental ocorrida na região.

16h - Descender para transcender: a arte visual como linguagem para o exercício da liberdade afrobrasileira, a experiência no festival Afrotranscendence.
Diane Lima e Aline Motta - Diane Lima é baiana da Chapada Diamantina, diretora criativa do projeto NoBrasil, curadora e conectora de projetos de arte e criatividade com a proposta de exercitar diversidade e liberdade para o Brasil, além de mestranda em Semiótica pela PUC SP. Aline Motta é artista plástica carioca e atualmente desenvolve projetos a partir de sua pesquisa em ancestralidade afrobrasileira.

Diane irá compartilhar o processo de pesquisa e curadoria do festival AfroTranscendence e o projeto de audiovisual em websérie que documenta e amplifica as discussões do encontro. Aline Motta irá apresentar o seu livro/arte Escravos de Jó, projeto de arte audiovisual que reflete e problematiza o que está por trás da brincadeira. 

16h40 - Outras narrativas: a literatura como plataforma para compartilhar outros modelos de pensamento e aproximar mundos
Graça Graúna
 - Mulher indígena do povo potiguara, PHD em letras pela UFPE, escritora de livros infantis e narrativas com base na cosmogonia indígena. Graúna é atualmente uma das principais referências em pensamento e criatividade indígena no Brasil e América Latina. Em sua fala, vai compartilhar o seu processo de escrita e registro, como algumas de suas recentes obras literárias.

17h30 - Aprender com um mestre: ouvir e amplificar novas vozes
Mestre Carlão do Peruche
 - Sabedor da tecnologia do Jongo, fazedor de samba de Pirapora. Homem negro que canta e leva o samba pelas ruas desta sua grande cidade que é São Paulo. Foi com seu pai e seus mais velhos que ele aprendeu que o canto e a cuíca são poderosas ferramentas para amplificar a voz do seu povo: da zona rural à velha guarda do Peruche.

18h - Aprender com um mestre: a filosofia da natureza
Mestre Pedro Luiz Macena - Indígena Guarany desses que andaram pelo Sul, com histórias de antepassados por lá. Pedro Luiz Macena é mestre de sua cultura – é ele quem ensina saberes e fazeres ancestrais para as crianças na Aldeia do Jaraguá, no município de São Paulo. Educador cultural e também espiritual, seus guias são a natureza e a simplicidade.

18h30 - Aprender com uma mestra: o potencial da ancestralidade 
Mestra Nega Duda
 - Mulher, negra, nascida no dia 13 de maio no Recôncavo Baiano. Foi depois – e por causa – de algumas rodas e muita labuta que ela veio para São Paulo: para contar, na voz e no corpo, a história dos seus, para difundir, no samba de roda, a cultura de seus antepassados. A música é seu fazer, a oralidade é seu saber.

19h - Aprender com uma mestra: o trânsito e a resistência
Graça Menezes
 - Graça faz e toca caixa, faz Festa do Divino, ensina aos mais novos como tecer comunidade. Do Maranhão para cá, ela e sua família trouxeram fé, história e tempero. Entre vários de seus fazeres, ela fala do conhecimento do que é fazer comida maranhense.

20:30 - O som e a memória: a oralidade como plataforma para contar outras nossas histórias, apresentação musical Zé Manoel
Zé Manoel - Do São Francisco pernambucano, Zé Manoel resgata de sua infância e origem boa parte das letras que compõe. Das cantigas de lavadeiras e cantos ditos populares dos ribeirinhos, surge a inspiração para suas canções que o colocam hoje como uma das principais revelações da música brasileira.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Lanchonete Estadão

Lanchonete Estadão

96m A tradicional lanchonete do Estadão é ponto de encontro de quem tem fome na madrugada

Lust Club

Lust Club

98m

Edíficio Joelma

Edíficio Joelma

100m

Templo Budista Zu Lai - Cotia

Templo Budista Zu Lai - Cotia

121m

Baião de Dois

Baião de Dois

121m

Parque Anhanguera

Parque Anhanguera

121m

Notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças