Guia da Semana

Roncam os motores

Uma exposição com carros de corrida antigos e modernos conta um pouco da história do automobilismo no Brasil

Este evento terminou

Roncam os motores

Data 28 Mar 2011-02 Abr 2011
Diariamente.

Preço(s) Gratuito.

Horário(s) 2ª a 6ª, das 8h às 22h; sábados e domingos, das 10h às 22h.

Avenida Paulista, 2073, Centro 01311-300

Telefone (11) 3179-0000

Velocidade não é somente "descer a rua Augusta a 120 por hora", como na música de Eduardo Araújo, ou assistir às corridas de carros pela televisão. Velocidade também é cultura e ela é a grande atração da 2ª Velocult - Semana Cultural da Velocidade, que acontece até o dia 2 de abril no Conjunto Nacional, na avenida Paulista. "Achei interessante levar ao público um pouco de história e mostrar que existia automobilismo antigamente", diz Paulo Soláriz, organizador e curador da exposição. Os carros da mostra são de várias épocas. Afinal, não é sempre que se vê a lendária Carreteira n° 18 do piloto Camilo Cristópharo (foto), construída na década de 50 - que era bem difícil de ser pilotada -, além da Carreteira de Chico Landi, o DKW n° 10 da Equipe Vemag, dos anos 60. Mas tem também carros mais modernos, com uma Lamborghini GT-3.Foto: DivulgaçãoEscultura de Paulo Soláriz: a velocidade representada nos traços e suavidade É claro que os carros não aparecem na exposição sozinhos, como os símbolos da velocidade. Réplicas dos capacetes do ídolo brasileiro da Fórmula 1, Ayrton Senna, também marcam presença, além de esculturas e pinturas de Soláriz, que também é designer e artista plástico: suas obras surpreendentes, retratam a velocidade com linhas precisas e leves. A ideia de montar a Velocult veio da vontade de Soláriz de mostrar a história dos carros ao público brasileiro, além da sua paixão por automobilismo - aos quatro anos de idade, ele foi com seu pai ao autódromo de Interlagos para as Mil Milhas Brasileiras, em 1956 e, desde então, o ronco dos motores sempre chamou sua atenção. E Soláriz arrisca uma explicação sobre a paixão das pessoas por carros. "O homem é feito de velocidade. Ele precisa se movimentar, precisa ir e vir - e a máquina é o que mais representa a ideia do movimento. A roda começa onde termina o passo", completa. Foto: Silvia Linhares (carreteira Camilo Cristópharo)

Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Teatro Eva Herz

Teatro Eva Herz

33m

V. Café - Livraria Cultura

V. Café - Livraria Cultura

33m

CAIXA Cultural - Galeria Vitrine Paulista

CAIXA Cultural - Galeria Vitrine Paulista

42m

Shopping Center 3

Shopping Center 3

67m Centro comercial com diversas lojas e 30 restaurantes

STB - Student Travel Bureau

STB - Student Travel Bureau

67m

Spoleto - Center 3

Spoleto - Center 3

67m

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA