Nivea traz shows grátis em todo o Brasil para homenagear o Samba

Edição Viva o Samba traz apresentações de Martinho da Vila, Alcione, Roberta Sá e Diogo Nogueira

Última publicação: 05/02/2014

  • Roberta Sá, Diogo Nogueira, Alcione e Martinho da Vila são as atrações da edição 2014

    Roberta Sá, Diogo Nogueira, Alcione e Martinho da Vila são as atrações da edição 2014
    Créditos: Divulgação

A marca Nivea traz para 2014 mais uma edição do evento Viva, que realiza shows grátis em todo o Brasil. Este ano, o show traz uma homenagem ao samba com Martinho da Vila, Alcione, Roberta Sá e Diogo Nogueira. As apresentações acontecem de 16 de março a 25 de maio em Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, Salvador e São Paulo.

Saiba quais shows acontecem em São Paulo esta semana
Confira os shows internacionais que rolam em 2013
Veja um roteiro com o melhor da programação grátis de SP

Em 2012, primeiro ano do projeto, a homenageada foi Elis Regina, uma das maiores cantoras da história da música brasileira. No ano seguinte, o tributo foi a Tom Jobim, o maior dos nossos compositores.

E se nos anos anteriores o projeto apresentava apenas um intérprete - Maria Rita celebrando sua mãe, Elis, e Vanessa da Mata recriando a obra do maestro soberano - agora são quatro os artistas escolhidos para abarcar a diversidade e a história do samba: Martinho da Vila, Alcione, Diogo Nogueira e Roberta Sá, celebrando o encontro de gerações. Os quatro representam em conjunto ou individualmente o que é o samba contemporâneo brasileiro.

Com direção de Monique Gardenberg, o projeto tem como base um show-tributo que estreia no Rio de Janeiro no dia 18 de fevereiro, apenas para convidados, e depois percorre seis capitais brasileiras (Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, Salvador e São Paulo).

Artistas convidados

Martinho da Vila é um dos maiores nomes vivos do samba, o decano do gênero, representante de uma geração que, a partir dos anos 1960, fez o samba renascer e o consolidou como o gênero central da música brasileira urbana. Vindo do ambiente das escolas de samba, Martinho revolucionou o samba-enredo, trouxe o partido alto, que até então era uma forma de samba marginal, para o primeiro plano e assim fez o samba sobreviver no mercado de música.

Alcione é uma das maiores representantes dessa grande linhagem das cantoras do samba, que tem origem lá nos anos 1920 e 1930 com Carmen Miranda, Aracy de Almeida, Linda Batista, chegando a Eliseth Cardoso e à sua própria geração que, nos anos 70, levou o samba a uma popularidade até então inédita. A maranhense iniciou a carreira cantando música romântica em boates, até abraçar o samba e tornar-se um ícone do gênero.

Diogo é herdeiro do estilo de samba sincopado que consagrou seu pai, João Nogueira, que por sua vez é representante de uma turma de cantores de bossa fundamental na história do gênero, nomes como Zeca Pagodinho, Ciro Monteiro, Vassourinha e Mario Reis, entre outros. Além disso, é um grande ídolo, uma figura popular, tão necessária ao samba.

Roberta Sá é a cantora que, hoje, melhor representa a nova linhagem de cantoras, a das que não são originariamente do samba, mas que o elegeram simplesmente por gosto, por amor, por querer viver e experimentar suas vastas possibilidades artísticas. Nascida no Rio Grande do Norte, Roberta foi para o Rio de Janeiro em busca da música brasileira e do samba.

O quarteto vai reviver no palco toda a variedade de temas e histórias do samba, num roteiro que vai de clássicos de autores como Noel Rosa, Ary Barroso e Ataulfo Alves, passando por músicas do repertório dos quatro artistas, até chegar a sucessos contemporâneos.

A partir daí, os quatro artistas se revezam no palco, juntos ou separados, e mostram como clássicos do porte de Aquarela brasileira, de Silas de Oliveira, e Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, ou ainda O que é, o que é?, sucesso consagrado de Gonzaguinha, entre muitos outros, dão conta de traduzir a alma de um país inteiro.

Confira a agenda de shows:

Porto Alegre
16 de março

Rio de Janeiro
23 de março

Brasília
6 de abril

Recife
13 de abril

Salvador
27 de abril

São Paulo
25 de maio

Marina Marques redator(a)

Comentários

Destaques do guia