Guia da Semana

Mais tempo, Mais Dinheiro

É hora de rever aquele velho conceito de que tempo é Dinheiro. Com o final do ano se aproximando é hora de pensar sobre como o seu tempo foi aprovado e quais os resultado alcançados. Avalie os erros e repense o que pode ser melhorado para 2010

Foto: Getty Images


Você já ouviu dizer que tempo é dinheiro. Mas, será que é mesmo ou essa é somente uma retórica de quem quer abreviar uma relação comercial ou de trabalho? Se tempo fosse dinheiro, um desempregado seria muito rico, pois teria todo o tempo do mundo à sua disposição, sem nenhum patrão para espremer sua agenda. Moradores de regiões interioranas, daqueles lugares em que o tempo passa com a metade da velocidade das grandes cidades, têm mais dinheiro do que você? Provavelmente não.

Tempo, portanto, não é exatamente a mesma coisa que dinheiro. Ambos são riquezas distintas que, somadas e bem utilizadas, conferem novo sentido ao conceito de prosperidade. É a utilidade que você tira de seu tempo e de seu dinheiro que determina o quão rico você é. Tempo bem utilizado pode fazê-lo ganhar mais dinheiro, mas há maneiras de ganhar dinheiro sem consumir nosso tempo. Por outro lado, o tempo mal aproveitado pode lhe custar muito dinheiro, mas não podemos esquecer que uma boa dedicação de tempo ao nosso corpo e mente pode gerar benefícios sem necessariamente custar algo.

Não falta tempo, nem dinheiro. Talvez nos falte o sentimento de realização. É mais provável que nos falte organização pessoal para definirmos com o que realmente queremos gastar nosso tempo e nosso dinheiro, a fim de colecionarmos mais momentos de realização pessoal.

Há quem não cultive maiores aspirações do que trabalhar das 8h às 18h, receber seu salário, corrigir pequenos desvios de rota com a chegada do décimo terceiro ou bônus de fim de ano, trabalhar discretamente para não incomodar e não ser incomodado, fazer seu check-up anual e manter a taxa de colesterol a uma fração da condição limítrofe. Felicidade? Resume-se a garantir seus filhos na escola e torcer para que eles encontrem seu caminho na vida. Sobrevivemos assim, mas não vivemos de verdade. No longo prazo, a frustração e a sensação de falta se tornam muito grandes. Quando o futuro vira presente, tais pessoas arrependem-se de não ter pensado no futuro.

É preciso melhorar suas escolhas. Para ter mais tempo e mais dinheiro, é preciso expandir continuamente nossa zona de conforto, saindo de nossos limites atuais e aceitando desconfortos temporários, típicos de momentos de adaptação. Usar melhor seu tempo é literalmente aproveitar sua vida. Não como se fosse seu último dia, mas como se fosse o primeiro dia de um hábito mais positivo, eficaz e equilibrado para se viver.

A prosperidade precisa ser construída em nossas vidas. Uma boa forma de usar seu tempo é, portanto, fazendo planos para ter uma agenda mais disciplinada, visando ter mais tempo para atividades que lhe interessam. Aproveite para planejar também o uso mais inteligente de seu dinheiro, para que sobrem recursos para o que lhe interessa.

Com tempo e dinheiro à sua disposição, estão reunidos os ingredientes necessários para a prosperidade. Uma escolha racional é investir boa parte desse tempo e desse dinheiro em cursos de aperfeiçoamento profissional. Outra parte pode ser investida em qualidade de vida e atividades apaixonantes, que lhe tragam bem estar. Uma pessoa apaixonada sempre atrai novas oportunidades, vive seus relacionamentos com intensidade e tem a sensação gratificante de momentos importantes bem vividos. Isso faz do apaixonado uma pessoa admirada por seus pares, às vezes também invejada. Ele se destaca do grupo, é promovido primeiro, é celebrado quando volta de férias, é convidado para ser padrinho e para ser companhia em momentos prazerosos dos amigos.

Quanto mais apaixonadamente vivemos, mais motivos surgem para multiplicar esse sentimento. Uma pessoa com melhor formação e mais motivada terá maior probabilidade de ser promovida, ou terá mais cartas na manga para escolhas de carreira. Isso deve aumentar sua renda. Com mais renda e situação de trabalho mais sólida, aumentam as condições de planejar momentos de maior valor para você. E, com mais momentos desses, aumentarão mais ainda suas chances de prosperar. A prosperidade é cíclica.

Quem é a colunista: Gustavo Cerbasi.


O que faz: Autor do livro Casais Inteligentes Enriquecem Juntos (Editora Gente) e lança em agosto o livro Mais Tempo, Mais Dinheiro (Thomas Nelson Brasil).


Fale com ele: gustavo.cerbasi@maisdinheiro.com.br



A Expo Money é um evento de Educação Financeira e de Investimentos, totalmente gratuito, voltado para todas as pessoas interessadas em aprender a administrar suas finanças. Em dezembro, o evento estará em Porto Alegre, nos dias 4 e 5. Aproveite e inscreva-se!



Atualizado em 26 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Renato Aragão confirma volta de "Os Trapalhões"

Ator revelou a novidade durante painel na CCXP

Globo não exibe homenagem à Chapecoense e recebe crítica dos internautas

Emissora seguiu com a programação normal, com a novela "A Lei do Amor" e a sessão "Cinema Especial"

Saiba tudo sobre A Cara do Pai, nova série de comédia da Rede Globo

Série cômica tem estreia prevista para 11 de dezembro

Conheça todos os indicados ao prêmio Melhores do Ano 2016, do Domingão do Faustão

A premiação acontece no dia 11 de dezembro

Globo planeja exibir versões censuradas de suas séries na internet

Diretor de mídias digitais da emissora já avalia a ideia

Band vai exibir episódio de "Os Simpsons" que previu vitória de Donald Trump

Programa vai ao ar nesta quarta-feira, às 22h10