Guia da Semana

O dom de iludir

Com as maiores beldades da telinha e muito humor, a minissérie As cariocas entra na programação da Rede Globo para apresentar a complexidade e a beleza da alma feminina

Fotos: TV Globo/Ique Esteves


"Se o diabo entendesse de mulher, não tinha rabo nem chifre". A citação do cronista e radialista Sérgio Porto pode resumir muito bem a minissérie As Cariocas, que entra no ar a partir de 19 de outubro, no canal Globo. Dirigida por Daniel Filho - que volta a TV após 11 anos - ela é dividida em 10 episódios independentes e pretende mostrar as idas e vindas de mulheres casadas, amadas, solteiras, sensuais ou solitárias.

Baseada no livro homônimo de Stanislaw Ponte Preta (pseudônimo de Sérgio Porto), o seriado fala das particularidades do mundo feminino, com o humor leve, descontraído e pitadas de sensualidade. Para dar vida a essas mulheres singelas e complexas, Daniel Filho escalou um elenco de beldades: Paola Oliveira, Alessandra Negrini, Alinne Moraes, Adriana Esteves, Cíntia Rosa, Grazi Massafera, Fernanda Torres, Sonia Braga, Angélica e Deborah Secco.

Aproveita-se do cenário dos diversos bairros da cidade maravilhosa, o seriado é narrado por um Sérgio Porto contemporâneo e ao mesmo tempo personagem, interferindo na história e oferecendo suas opiniões sobre o sexo oposto e seus relacionamentos. A base de inspiração para o programa são os seis contos originais que compõe o livro: A Grã-fina de Copacabana, A Noiva do Catete, A Donzela da Televisão, A Currada de Madureira, A Desquitada da Tijuca e a Desinibida do Grajaú.

Curiosidades

Quem estreia a minissérie é Alinne Moraes, vivendo o personagem oposto ao que atuou na novela Viver a Vida, de Manoel Carlos. No episódio A noiva do Catete, a atriz interpreta Nádia - uma jovem bonita e misteriosa - que terá que provar para o noivo paraplégico que o ama e quer casar com ele. Para outro capítulo, Daniel faz referências aos personagens de sua telenovela anterior. A Adúltera da Urca reuniu, depois de 30 anos, os atores Antônio Fagundes e Sônia Braga para viver Cacá e Júlia, mesmo nome do casal que interpretaram na novela Dancin' Days.



Para finalizar a minissérie, as gravações duraram 54 dias e contaram com mais de 120 atores no elenco. Metade das cenas foi realizada nos estúdios da Central Globo de Produção e no Pólo de Cinema e Vídeo. A outra parte aconteceu em locações externas, destacando em cada episódio as características dos bairros, como a quadra da Mangueira, o trem do Méier, o Largo do Machado, a orla da Urca, entre outros.

Conheça as mulheres de As Cariocas

Fernanda Torres - Cris, em A Invejosa de Ipanema. Embora pareça, o dinheiro e beleza não são o suficiente para ela levar uma vida perfeita. As dificuldades em equilibrar os desejos, negócios, amantes, maridos e, até o horário no salão de beleza, são muito mais complicados do que parecem.

Alinne Moraes - Nádia, em A Noiva do Catete. Com uma beleza estonteante e uma facilidade enorme de fazer os homens felizes, a moça justa vive o dilema da fidelidade com o noivo paraplégico.

Adriana Esteves - Celi, em A Vingativa do Méier. Apesar de ter casado há cinco anos, não sai da casa dos pais. É uma boa mulher e discreta até descobrir a traição do marido e resolver pagar na mesma moeda.

Paola Oliveira - Clarissa, em A Atormentada da Tijuca. Apesar do pavio curto e de não medir esforços para afastar os homens, esses atributos acabam funcionando de maneira contrária, seduzindo ainda mais o sexo oposto.



D
eborah Secco - Alice, em A Suicida da Lapa. Sombria e sensual, ela é o reflexo do bairro em que vive. Com humor refinado, Alice é a mulher envolvente que ainda não decidiu o que quer da vida.

Angélica - Maria Teresa, em A Traída da Barra. Leva uma vida perfeitamente satisfatória até descobrir a traição do marido. Isso faz uma reviravolta em sua vida e a vingança parece ser a sua escolha. Contracena com o marido na vida real, Luciano Huck.

Sônia Braga - Júlia, em A Adúltera da Urca. Esposa exemplar até encontrar um passatempo problemático: seduzir homens que não eram seu marido. O episódio marca o reencontro com a dupla Antônio Fagundes e Daniel Filho.

Alessandra Negrini - Marta, em A Iludida de Copacabana. Faz questão de vender para os outros a imagem de mulher perfeita, casada, boa mãe e preocupada com a família. Sua vida é normal e pouco surpreendente. Até agora.

Grazi Massafera - Michelle, em A Desinibida do Grajaú. Com o estereótipo da ex-gordinha que virou um mulherão, Michelle precisa descer do salto para voltar ao humilde bairro de origem, no qual era mal vista. Participação especial de Marcelo D2.

Cíntia Rosa - Gleicy, em A Internauta da Mangueira. Mulata do samba, desejada por todos os homens da Estação Primeira da Mangueira. Bem casada, na frente de todos mantém as aparências de boa moça, mas na Internet...

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Renato Aragão confirma volta de "Os Trapalhões"

Ator revelou a novidade durante painel na CCXP

Globo não exibe homenagem à Chapecoense e recebe crítica dos internautas

Emissora seguiu com a programação normal, com a novela "A Lei do Amor" e a sessão "Cinema Especial"

Saiba tudo sobre A Cara do Pai, nova série de comédia da Rede Globo

Série cômica tem estreia prevista para 11 de dezembro

Conheça todos os indicados ao prêmio Melhores do Ano 2016, do Domingão do Faustão

A premiação acontece no dia 11 de dezembro

Globo planeja exibir versões censuradas de suas séries na internet

Diretor de mídias digitais da emissora já avalia a ideia

Band vai exibir episódio de "Os Simpsons" que previu vitória de Donald Trump

Programa vai ao ar nesta quarta-feira, às 22h10