Guia da Semana

Pequeno com muito charme

Morar em um apartamento menor requer sacrifícios e estratégias. Veja as dicas do especialista para deixar o lar não apenas com a sua cara, mas também funcional

Otimizar o espaço é a palavra de ordem. Ainda mais para os que moram em apartamentos pequenos nas grandes cidades, em que tudo possui espaço limitado e com a necessidade de ser bem aproveitado. Facilidade não é a palavra certa para se definir um apartamento de 40 a 60 metros quadrados, mas, com certeza, praticidade corresponderia bem a essa ideia.

É o que pensa o design de interiores, Marcel Steiner. "É mais fácil de limpar e organizar", afirma o arquiteto, que mora em um apartamento de 60 metros quadrados, em São Paulo. No entanto, ele acrescenta que, mais do que praticidade, um apartamento menor requer algumas estratégias para você poder conviver bem com o espaço. Uma das dicas é sempre eliminar o que estiver em excesso na sua casa e ter somente o que for necessário.

O quarto

É importante que a pessoa realmente tenha uma visão geral das suas necessidades e saiba eliminar o que não for funcional. Assim, para um homem solteiro, não é necessário mais do que um guarda-roupa de dois metros de comprimento. "Nele, você pode organizar bem suas roupas e reservar um espaço - em torno de duas prateleiras - para os sapatos", explica Marcel.

No mesmo guarda-roupa, é possível armazenar as roupas de cama e banho. Basta separar uma repartição para essas peças e organizá-las. O consultor de vendas, Alexandre Araújo, 29, mora em um apartamento de 40 metros quadrados e costuma armazenar as toalhas no banheiro. As roupas de cama são divididas entre seu guarda-roupa e um espaço reservado na área de serviço. Marcel indica que, para um jovem solteiro, apenas quatro toalhas de banho e rosto e três jogos de roupa de cama são suficientes.

Os amantes de tecnologia podem colocar no quarto um home theater e uma TV de Led. Porém, é importante analisar o espaço disponível, para confirmar se é suficiente para comportar esses aparelhos. A cama também não deve fugir a regra da proporção e, colocando um modelo básico ou uma queen, deve sobrar espaço dos dois lados. "A cama só pode estar encostada na parede se realmente não houver espaço suficiente no quarto", fala o arquiteto. Como acabamento, pode-se colocar uma cabeceira de tecido e estofada na cama.

Foto: Fernanda Petelinkar

Essa foto possibilita observar as sutis divisões de um apartamento de 40 metros quadrados

A sala

Não importa o tamanho, a sala de estar deve ser um dos lugares mais aconchegantes da casa, já que é o espaço em que pode ler um livro, descansar ou receber seus amigos. Marcel sugere que, em um apartamento pequeno, a sala seja integrada com a cozinha, formando apenas um ambiente. O balcão, que muitos usam entre os dois ambientes, pode ser uma péssima ideia, pois forma uma barreira em um espaço reduzido. 

Nada mais do que um sofá bem confortável, com dois lugares, uma poltrona, um tapete e uma mesinha de centro (se couber) são necessários para compor um belo visual da sala de estar. Deixe dois banquinhos na sala também, para apoiar livros e revistas. Se for receber amigos, utilize esses mesmos banquinhos para acomodá-los e puxe as cadeiras ou banquetas da mesa de refeição para completar.

Esqueça a ideia de fazer um cômodo para escritório, pois isso, em um apartamento de 40 metros quadrados, é quase impossível. Aproveite um espaço da sala e coloque uma mesa, se precisar trabalhar em casa. Caso contrário, aproveite a mesma mesa de refeição para usar em eventuais trabalhos extras ou apenas para navegar na internet com seu laptop.

Uma das exigências de Alexandre para compor o visual da sala era uma estante com gavetas. Em um apê pequeno, é natural que a bagunça e os papéis acumulados fiquem mais visíveis, por isso a importância de gavetas para escondê-los. "Não adianta você achar que seu apartamento vai ficar sempre perfeito, como os da Casa Claudia. De vez em quando, não tem como escapar da bagunça", brinca o consultor de vendas.

A cozinha

Continue no lema de guardar o mínimo necessário até mesmo nos utensílios de cozinha. "Eu tenho uma cozinha bem equipada, mas com apenas um item de cada peça que eu preciso", diz Marcel. Para uma pessoa solteira, que eventualmente faz festa em casa, 20 copos são suficientes e pode-se armazená-los empilhados. É importante ter também um jogo de talher e um de louça completo.

Armazene-os em armários e tenha apenas um, com duas portas para guardar a comida. "Uso somente o armário embaixo da pia e a bancada para apoiar o meu estoque de comida", revela o design de interiores.

A mesa redonda, com três cadeiras, é a melhor opção para um espaço reduzido, já que é possível colocá-la em qualquer lugar. Segundo o arquiteto, nunca se deve colocar a mesa na cozinha por reduzir o espaço útil.

Foto: Fernanda Petelinkar

Os temperos e utensílios podem ser estar apoiados na parede para otimizar o espaço e ainda dar um charme na decoração

A decoração

A iluminação é algo a que poucos se atentam, mas que é extremamente importante para compor um clima contínuo no apartamento.  É bacana o uso de abajures em todos os cômodos, inclusive na cozinha, para criar um ambiente com luz indireta. "É muito desagradável, quando se quebra o clima em diferentes cômodos da casa devido à iluminação errada", comenta Marcel. Outra opção para fazer iluminação indireta na casa são as caixas de luzes, que jogam a incidência para cima. Evite sempre os pêndulos de luz na sala de estar, deixando-os exclusivamente para a sala de jantar.

As cores sóbrias combinam bem para decorar um apartamento pequeno. Mas não se devem ter restrições nos tons e, sem medo de errar, opte pelo vermelho, amarelo ou roxo. Para dar a sensação de um espaço mais amplo, é indicado que as paredes sejam pintadas em cores claras, como o branco e o cinza claro. O colorido fica mais para o sofá, as almofadas, o tapete, as telas de arte e outros objetos decorativos.
 
Segundo o arquiteto, é importante que a decoração tenha o estilo do dono do apartamento e, para isso, ele pode usar objetos que costuma colecionar, como garrafas, miniaturas... - enfim, os principais suvenires que estiverem agregados a sua personalidade.

Alexandre lembra que com a ajuda de Marcel pode dar um clima diferente ao seu quadrado, com a disposição indireta das luzes em toda casa e a quebra de paredes, que unificou o espaço, dando a sensação de um lugar mais amplo. "Usei muitas dicas do Marcel, mas na decoração final o apartamento ficou a minha cara. Realmente me sinto em casa", diz.

Para os que não dispensam um barzinho, você pode aproveitar o aparador no canto da sala e customizar o seu bar. Coloque uma bandeja com suas bebidas prediletas e disponha alguns copos que mais use, de acordo com o tipo de drinque que costuma consumir.

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Confira a programação especial de fim de ano da Rede Globo

A emissora carioca preparou muitas novidades para o mês de dezembro

Renato Aragão confirma volta de "Os Trapalhões"

Ator revelou a novidade durante painel na CCXP

Globo não exibe homenagem à Chapecoense e recebe crítica dos internautas

Emissora seguiu com a programação normal, com a novela "A Lei do Amor" e a sessão "Cinema Especial"

Saiba tudo sobre A Cara do Pai, nova série de comédia da Rede Globo

Série cômica tem estreia prevista para 11 de dezembro

Conheça todos os indicados ao prêmio Melhores do Ano 2016, do Domingão do Faustão

A premiação acontece no dia 11 de dezembro

Globo planeja exibir versões censuradas de suas séries na internet

Diretor de mídias digitais da emissora já avalia a ideia