Guia da Semana

Personalidades que morreram em 2014

O Guia da Semana relembrou as personalidades que morreram neste ano

O ano de 2014 mal começou e já deixou muitas saudades. Principalmente daqueles que partiram e deixaram seu legado, como o cineasta Eduardo Coutinho, o ator José Wilker, o cantor e compositor Jair Rodrigues, entre outros grandes nomes.

Em clima de nostalgia – e com muita tristeza –, o Guia da Semana relembra as personalidades que morreram em 2014. Confira:

JANEIRO

NELSON NED (2 de março de 1947 — 5 de janeiro de 2014)

O cantor Nelson Ned morreu no dia 5 de janeiro, aos 66 anos. O artista, que estava internado com pneumonia, morreu em decorrência de choque septico, sepse, broncopneumonia e acidente vascular cerebral.

MARLY MARLEY (5 de abril de 1938 — 10 de janeiro de 2014)

A atriz e diretora teatral Marly Marley morreu no dia 10 de janeiro, aos 75 anos. Ela estava internada desde o dia 3 de dezembro de 2013, no Hospital São Camilo, na Zona Oeste da capital, para tratar de um câncer no pâncreas. Segundo o boletim médico, a causa da morte é uma "encefalopatia hepática aguda secundária à neoplasia de pâncreas metastática".

FEVEREIRO

EDUARDO COUTINHO (11 de maio de 1933 — 2 de fevereiro de 2014)

O cineasta Eduardo Coutinho, de 80 anos, foi morto a facadas no dia 2 de fevereiro pelo seu filho Daniel Coutinho, de 41 anos.

PHILIP SEYMOUR HOFFMAN (23 de julho de 1967 — 2 de fevereiro de 2014)

Philip Seymour Hoffman morreu no dia 2 de fevereiro, aos 46 anos. segundo o resultado da autópsia, o ator morreu decorrente de uma “mistura acidental de drogas”, que provocou uma overdose. No exame, foram encontradas heroína, cocaína e "diversas outras drogas", além de remédios para ansiedade e anfetamina.

MARÇO

PAULO GOULART (9 de janeiro de 1933 — 13 de março de 2014)

Paulo Goulart morreu no dia 13 de março, aos 81 anos. O ator lutava há seis anos contra um câncer que começou nos rins. Há dois anos, descobriu-se uma metástase para os ossos e o mediastino. O artista morreu decorrente de um câncer renal avançado.

CANARINHO (29 de dezembro de 1927 — 21 de março de 2014)

O humorista Aloísio Ferreira Gomes, mais conhecido como Canarinho, morreu no dia 21 de março, aos 86 anos. O ator, famoso pelo programa "A praça é nossa", sofreu um infarto agudo do miocárdio no domingo (16) e não resistiu. 

ABRIL

JOSÉ WILKER (20 de agosto de 1944 — 5 de abril de 2014)

O ator e diretor José Wilker morreu aos 67 anos na madrugada do dia 5 de abril. O artista, que ficou conhecido por trabalhos marcantes em novelas como "Roque Santeiro" e "Senhora do destino", sofreu um infarto.

GABRIEL GARCIA MARQUES (6 de março de 1927 — 17 de abril de 2014)

Reconhecido como uma dos escritores mais importantes do mundo, Gabriel Garcia Marques teve mais de 40 milhões de livros vendidos em 36 idiomas. Ele foi vítima de uma pneumonia e já lutava contra a reincidência de um câncer que atingia seus pulmões, gânglios e fígado.

LUCIANO DO VALLE (4 de julho de 1947 — 19 de abril de 2014)

O narrador esportivo Luciano do Valle morreu no dia 19 de abril, aos 66 anos. O narrador passou mal durante um voo e, após a aterrissagem, foi encaminhado para o pronto socorro. De acordo com assessoria de imprensa do Hospital Santa Genoveva, o narrador deu entrada às 15h10 com parada respiratória e foi direto para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O óbito foi confirmado às 16h15 .

MAIO

MÃE DINÁH (5 de dezembro de 1930 — 2 de maio de 2014)

A vidente Benedicta Finazza, conhecida como Mãe Dináh, morreu em São Paulo na madrugada do dia 3 de maio, aos 83 anos. Segundo o Hospital da Luz, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo, Mãe Dináh tinha uma doença neuromuscular chamada miastenia e, por isso, usava medicações que diminuem a imunidade e fragilizam o organismo. Em função disso, segundo nota divulgada pelo hospital, a vidente desenvolveu problemas urinários e gastrointestinais e teve falência múltipla dos órgãos.

JAIR RODRIGUES (6 de fevereiro de 1939 — 8 de maio de 2014)

Jair Rodrigues morreu aos 75 anos de infarto agudo do miocárdio. O músico deixou dois filhos, os também músicos Jairzinho e Luciana Mello, e a mulher, Clodine Mello. 

Junho

OSMAR DE OLIVEIRA (20 de junho de 1943 — 11 de julho de 2014)

O médico, jornalista e locutor esportivo ficou muito conhecido por seu amor pelo Corinthians e por sua participação nos programas Jogo Aberto e Terceiro Tempo. Doutor Osmar faleceu 6 dias após sofrer um infarto e ser internado no hospital.

FERNANDÃO  (18 de março de 1978 —7 de junho de 2014)

O atacante foi um dos grandes ídolos da história do Internacional. Após se aposentar como jogador, Fernandão atuou como comentarista, treinador e dirigente. Seu falecimento foi decorrente da queda de um helicóptero.

Julho

ROBIN WILLIANS (21 de julho de 1951 —11 de agosto de 2014)

Um dos atores mais amados de Hollywood foi uma das mortes mais sentidas de 2014. Robin viveu grandes personagens do cinema ao longo de sua carreira, tal como o doutor Patch Adams. Ele já venceu Oscar de Melhor Codjuvante e vários Grammys e Globos de Ouro. O ator foi encontrado inconsciente em sua casa no dia 11 de agosto. A maior suspeita é que ele tenha se enforcado.

JOHNNY WINTER (23 de fevereiro de 1944 - 16 de julho de 2014)

Um dos maiores guitarristas da história do blues parou o mundo da música em julho de 2014. Johnny Winter foi o inspirador de uma geração de músicos e lançou mais de 30 álbuns ao longo da carreira. Sua morte ainda não foi totalmente esclarecida.

Ariano Suassuna  (16 de junho de 1927 — 23 de julho de 2014)

Além de ter escrito obras como o Auto da Compadecida, o dramaturgo foi Secretário da Cultura e Assessor do também falecido Eduardo Campos. Sua morte foi causada por um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Agosto

EDUARDO CAMPOS (10 de agosto de 1965 —13 de agosto de 2014)

Em plena campanha eleitoral pela presidência da República, o candidato do PSB foi vítima de um acidente de helicóptero enquanto viajava para Santos. Eduardo foi um dos mais respeitados governadores de Pernambuco e teve Marina Silva como representante após sua morte.

Novembro

ROBERTO BOLAÑOS (21 de fevereiro de 1929 — 28 de novembro de 2014)

 

Bolaños é o tipo de artista que merecia viver para sempre. Suas interpretações dos personagens Cháves e Chapolim Colorado marcaram profundamente a infância de gerações. Além disso, ele também foi o criador do Programa Chespirito, considerado um dos melhores representante mundiais da TV humorística.

Atualizado em 29 Nov 2016.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Transmissão do Critics' Choice Awards 2016 na TV e internet

A premiação reúne os maiores talentos do cinema e da TV

Confira a programação especial de fim de ano da Rede Globo

A emissora carioca preparou muitas novidades para o mês de dezembro

Renato Aragão confirma volta de "Os Trapalhões"

Ator revelou a novidade durante painel na CCXP

Globo não exibe homenagem à Chapecoense e recebe crítica dos internautas

Emissora seguiu com a programação normal, com a novela "A Lei do Amor" e a sessão "Cinema Especial"

Saiba tudo sobre A Cara do Pai, nova série de comédia da Rede Globo

Série cômica tem estreia prevista para 11 de dezembro

Conheça todos os indicados ao prêmio Melhores do Ano 2016, do Domingão do Faustão

A premiação acontece no dia 11 de dezembro