Guia da Semana

Vida na telinha

The Phone - A missão será o próximo formato de reality show a estrear na TV brasileira. Saiba mais sobre a atração e confira um pouco da história desses programas que chegaram para ficar

Foto: Divulgação

O jovem cantor Tom Black e Ed Motta, na final de Ídolos desse ano

A vida como ela é. Não se trata de um livro de Nelson Rodrigues, mas sim do princípio básico dos realities shows. Sucesso em todos os países onde são transmitidos e produzidos, os programas conseguem juntar emoção, desafio e histórias, reinventando a dramaturgia televisiva e atingindo altos índices de audiência.

Esse é o caminho que  The Phone - A missão quer trilhar.  O formato de jogo urbano, conhecido por europeus e americanos a pelo menos três anos, tem previsão de estreia nos primeiros meses de 2011, numa parceria entre a produtora multinacional Freemantle e TV Bandeirantes.

A cidade de São Paulo será o tabuleiro da primeira temporada, com previsão de 12 episódios. A cada programa, um rico empresário ligará para dois telefones públicos. Os transeuntes que atenderem e toparem o desafio terão cerca de três horas para realizar provas físicas e de inteligência. O objetivo é conseguir encontrar as pistas espalhadas pela metrópole. Elas levam ao grande prêmio, uma mala contendo R$ 30 mil. O toque do aparelho anunciando o desafio será inconfundível, garantem os produtores.

"Será uma verdadeira corrida pelo ouro e contra o tempo. Não tem nada parecido na nossa televisão, pois The Phone olha a cidade como um grande jogo. Não há como prever o que os candidatos vão fazer para encontrar as chaves. Por conta disso, a captação de imagens será inovadora, feita no padrão de cinema", garante Fernanda Telles, executiva da Fremantle Brasil e diretora das principais atrações da produtora, como Ídolos, exibido pela Rede Record.

Opções para todos os gostos

O primeiro programa a exibir histórias não-roteirizadas vivenciadas por não-atores foi  An American Family, em 1973. A atração norte-americana foi pioneira não apenas no formato, mas também nas temáticas apresentadas, como o divórcio dos pais e a homossexualidade de um dos filhos.

Passou algum tempo e Cops conquistou sucesso expressivo nos Estados Unidos. O dia a dia de policiais e investigadores foi lançado pelo canal Fox em 1989. Edição acelerada, gravação de ações reais e reconstituição de grandes casos alçaram a série ao topo da audiência. Atualmente, Cops está em sua 22ª temporada.

Mas foram Survivor e Big Brother, ambos de 2000, que deram destaque mundial ao formato. "Os realities são um sucesso no mundo inteiro, pois as pessoas gostam de se identificar e reconhecer seus sentimentos nos personagens, elegendo heróis e vilões, pessoas amadas e odiadas", relembra Fernanda.

Foto: Divulgação

Cix, Dika e Yasmin, na segunda temporada de Nós 3, do Multishow

Formatos comuns no Brasil

A vida no microscópio
Pessoas mantidas em espaço reduzido, relacionamentos estimulados por muita festa e bebidas, e tensões amplificadas em busca de prêmios milionários. Esse é o modelo de reality mais exportado e produzido no mundo. Ganha quem tiver maior capacidade de articulação dentro do ambiente e, ao mesmo tempo, despertar a simpatia do público, que vota pela permanência ou eliminação dos participantes.

No Brasil, o primeiro do gênero foi Casa dos Artistas, em 2000, seguido depois pela franquia Big Brother Brasil. Em janeiro, o reality da Globo inicia sua 11ª edição com a mesma popularidade da estreia, a tirar pelo número de interessados em entrar "na casa mais vigiada do Brasil". Foram mais de 120 mil inscritos até o dia 31 de outubro. Desses, 49 selecionados serão escalados para entrevistas com a produção, para finalmente o time de 16 participantes ser montado.

Atualmente no ar, A Fazenda, da Rede Record, aposta no mesmo modelo, com um elenco composto por celebridades e aspirantes a famosos. O vencedor ganhará o prêmio de R$ 2 milhões.

A Fazenda
Onde ver: Rede Record
Horário: diariamente, às 23h

Teste de resistência
Nadar, correr, saltar, se atirar em buracos cheios de animais nojentos e comer coisas muito estranhas. Nos realities de aventura, o objetivo é testar a resistência dos participantes, submetidos a provas extenuantes e de extrema dificuldade. Survivor, de 2000, foi o pioneiro do gênero.

Ganha quem for mais forte e tiver estômago. Por isso, o perfil dos jogadores quase sempre é de jovens com corpos bem definidos. Mas há exceções. Quem não se lembra da cabelereira gordinha Eliane, ganhadora do primeiro No Limite, atração da TV Globo de 2000? Recentemente, a mesma emissora exibiu o programa Hipertensão, no qual o analista financeiro Toshi ganhou R$ 500 mil após ficar trancafiado em um baú submerso numa piscina, derrubar carros, saltar de 20 metros de altura, entre outros desafios. Atualmente, não há nenhum programa do tipo em exibição.

Transformando histórias
Mudar de casa, de visual, de guarda-roupas. Transformar a vida não é uma tarefa fácil para os meros mortais, mas os programas de televisão podem dar um ajudinha. Basta você se submeter às regras dos patrocinadores.

São muitos os realities dessa categoria, em profusão principalmente nos canais fechados. Extreme  Makeover, exibido inicialmente no canal americano ABC de 2002 a 2005, foi o primeiro a trazer cirurgias plásticas, cabeleireiros, maquiadores para as telinhas - tudo em nome da beleza dos participantes.

Após o corpo, a mudança passou para a casa das pessoas. Extreme Makeover Home Edition transforma moradias atingidas por desastres naturais em um novo lar. Depois, chegou a vez das pessoas sem noção de moda e apaixonados por carangos terem a chance de reconstruir suas imagens por meio de enxovais inteiros e tunados carros. No Brasil, esse formato virou quadros em programas jovens e revistas de variedades.

Esquadrão da Moda
Onde ver: SBT
Horário: terça, às 21h15

Lar Doce Lar e Lata Velha

Onde ver: quadros do programa Caldeirão do Hulk, na TV Globo

Horário: sábado, às 16h30


Construindo   Um Sonho
Onde ver: quadro do Programa do Gugu, na Rede Record
Horário: domingo, às 16h30

Minha Patroa É Um Avião
Onde ver: quadro do programa Super Pop, na Rede TV
Horário: segunda a quinta, às 22h30

Extreme Makeover Home Edition
Onde: Discovery Home and Health
Horário: quinta, às 19h

Foto: Divulgação

Equipe do Extreme Makeover- Home Edition, no Discovery Home and Health

A estrela que há em você
No mundo do reality show há também espaço para os verdadeiros talentos, sejam eles jovens modelos, cantores, artistas populares ou lutadores de artes marciais. Num formato bem parecido com os antigos shows de calouros, os realites musicais e de talento mostram a evolução de personagens a cada etapa e/ou desafio, sempre avaliados por jurados comumente cascas-grossas.

Na grade nacional, Ídolos, da Record, é a versão de maior sucesso do formato, tendo chegado a sua terceira edição. No entanto, o anúncio da saída do produtor Marcus Calainho e da cantora Paula Lima da bancada despertou dúvidas sobre a continuação do programa. Qual é o seu talento?, exibido no SBT,  é outra atração do gênero, contando com a participação de Arnaldo Saccomani, Thomas Roth, Cyz Zamorano e Carlos Miranda no temido júri.

America's Next Top Model, sucesso internacional conduzido pela modelo Tyra Banks, ganhou também sua versão nacional com o quadro Menina Fantástica, exibido pela TV Globo no mês passado. Outra especialidade que ganhou destaque na tevê foi a gastronômica. Já em sua oitava edição nos Estados Unidos,  Top  Chef também faz sucesso por aqui entre os telespectadores dos canais fechados.

Qual É O Seu Talento?
Onde ver: SBT
Horário: quarta, às 21h15

America's  Next Top Model
Onde ver: Sony Entertainment Television
Horário: terça, às 21h

T op  Chef
Onde ver: Sony Entertainment Television
Horário: sábado, às 13h

De carona nos relacionamentos
Amigas que vão morar juntas pela primeira vez; uma mãe roqueira substituindo outra careta. Uma família de surfistas viajando pelo mundo ou a chance de encontrar o amor. Basta uma câmera rodando e alguma história para se produzir um reality show. 

Os canais fechados são especialistas nesse formato, barato e de fácil identificação com o público jovem. O mesmo modelo é utilizado também para programas voltados à família, como Supernanny e o extinto Troca de famílias.

Nós 3
Onde: Multishow
Horário: quarta, às 22h

Nalu Pelo Mundo
Onde: Multishow
Horário: terça, às 21h15

Grávida Aos 16
Onde: MTV
Horário: segunda, às 22h

Supernanny
Onde: SBT
Horário: sábado, às 21h15

Foto da capa: TV Globo/Frederico Rozário

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Confira a programação especial de fim de ano da Rede Globo

A emissora carioca preparou muitas novidades para o mês de dezembro

Renato Aragão confirma volta de "Os Trapalhões"

Ator revelou a novidade durante painel na CCXP

Globo não exibe homenagem à Chapecoense e recebe crítica dos internautas

Emissora seguiu com a programação normal, com a novela "A Lei do Amor" e a sessão "Cinema Especial"

Saiba tudo sobre A Cara do Pai, nova série de comédia da Rede Globo

Série cômica tem estreia prevista para 11 de dezembro

Conheça todos os indicados ao prêmio Melhores do Ano 2016, do Domingão do Faustão

A premiação acontece no dia 11 de dezembro

Globo planeja exibir versões censuradas de suas séries na internet

Diretor de mídias digitais da emissora já avalia a ideia