Guia da Semana

Bia Medeiros: Trajetórias do Corpo

Artista plástica monta exposição sobre corpo e pensamento.

Este evento terminou

Bia Medeiros: Trajetórias do Corpo

Data Sáb 01 Jan 2000
até 25 de maio.

Preço(s) Grátis.

Horário(s) terça a domingo, 9h às 21h.

SBS Quadra 04 - Edifício Anexo à Matriz da CAIXA, Lotes 3/4, 70092-900

Telefone (61) 3206-9448

A Caixa Cultural apresenta até 25 de maio a exposição Bia Medeiros: Trajetórias do Corpo, nas galerias Piccolas I e II. A mostra é dedicada à observação da produção artística de Bia Medeiros e do Grupo de Pesquisa Corpos Informáticos.

Trajetórias do Corpo rompe, por meio de suas manifestações em vídeo, fotos, web-arte e instalação, com o dualismo entre mente e corpo. A exposição aponta para a idéia de que corpo não é algo desvinculado do pensamento. Pelo contrário, é com e pelo corpo que o pensamento se constrói, sendo o pensamento o próprio corpo, e não sobre o corpo.

O Grupo de Pesquisa Corpos Informáticos é formado por Carla Rocha, Diego Azambuja, Fernando Aquino, Kacau Rodrigues, Larissa Ferreira, Luiz Ribeiro, Márcio Mota, Thania Werneck, Wanderson França. A exposição tem projeto expositivo de Maria Luiza Fragoso.

Foto:Milton Marques
Foto capa:Cedric Aveline

Compartilhe

Comentários

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA