Guia da Semana

10 cinemas de rua em São Paulo para quem odeia shoppings

Confira opções que, além de uma programação incrível, oferecem conforto e tranquilidade.

Ir ao cinema é sempre um programa incrível. Entretanto, os apaixonados por filmes, muitas vezes, têm que enfrentar problemas de filas, muvucas e estacionamentos lotados - todos comuns em cinemas que ficam dentro de Shoppings. 

Sim, alguns desses estabelecimentos oferecem opções extremamente atrativas, como o Cinépolis JK Iguatemi que, apesar de caro, é uma delícia. Porém, muitas pessoas buscam algo mais tranquilo, num clima mais intimista e aconchegante, com uma programação diferenciada e um ar mais cult. Pensando nisso, o Guia da Semana lista 10 opções de cinemas de rua para quem odeia shoppings. Confira:

CINESALA

O espaço na Rua Fradique Coutinho funciona como cinema de rua desde 1962 quando nasceu o Cine Fiammetta e ficou com este nome por mais de 30 anos. Em 1989, transformou-se na Sala Cinemateca e exibia filmes clássicos e raros que fizeram a cabeça de muito cinéfilo. A partir dos anos 2000, passou a ter outros nomes até ganhar o atual, Cinesala, em 2015. Intimista e ainda com ar dos anos 60, disponibiliza camas para quem quer assistir a programação de forma ainda mais aconchegante. A visita é obrigatória (e apaixonante) para todos que amam cinema.

RESERVA CULTURAL

Localizado no antigo Cine Gazetinha, no térreo do prédio da Fundação Cásper Líbero, o Reserva Cultural é um dos poucos cinemas da capital que exibe filmes independentes e produções estrangeiras fora do curcuito de Hollywood. As quatro salas comportam entre 110 e 190 pessoas, com espaços reservados para cadeirantes.

CINESESC

A ampla sala, que oferece programação especial e exibe mostras durante o ano todo, parece uma sala comum. Porém, seu diferencial é um bar localizado ao fundo da sala, que nos permite assistir ao filme tomando um café ou comendo alguma coisa.

CINEARTE

A sala é super ampla, cheia de lugares para sentar e tomar um café (que é ótimo), com atendentes muito atenciosos! Além, é claro, de poder folhear aquele livro que você acabou de comprar na livraria ao lado.

CINE CAIXA BELAS ARTES

Conhecido pela programação alternativa, que sempre privilegiou o cinema de arte e ofereceu reexibições de filmes clássicos, o Belas Artes se tornou ponto de encontro de cinéfilos paulistanos e impulsionou a vida cultural na região da Avenida Paulista, garantindo a sobrevivência de um pequeno, porém movimentado, circuito de cinemas de rua.

ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA

Com unidade na Rua Augusta, Frei Caneca e Pompéia, a rede de cinemas promove eventos culturais e exibe lançamentos e filmes do circuito com salas 3D, sendo 1 IMAX.

CINE PLAYARTE MARABÁ

Inaugurado em 1945, o Cine Marabá foi por décadas um local de concentração cultural e sofisticação no centro da capital paulista. A rede oferece várias salas de cinema com tecnologia avançada de som e imagem, num prédio de estilo clássico.

CINEMATECA

A Cinemateca Brasileira foi criada em 1940 a partir do surgimento do Clube de Cinema de São Paulo. O local é responsável pela preservação da produção audiovisual do Brasil e desenvolve atividades para difundir e restaurar o acervo, que é um dos maiores da América Latina.
Realizada mostras temáticas e retrospectivas, além de eventos como a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

CINE CENTRO CULTURAL SÃO PAULO - CCSP

Com a proposta de abrir espaço a produções que não encontram janelas dentro do circuito ou que ficam pouquíssimo tempo em cartaz, a sessão CCSP Em cartaz pretende não apenas reconfigurar filmes mal distribuídos, como também dar espaço a obras subestimadas pelo público e salas, sempre sob a autoridade do bom desempenho na primeira semana nos cinemas.

CINE GALERIA OLIDO

Quase cinqüenta anos após sua inauguração, o cinema da galeria voltou a funcionar com características da década de 1950, como as poltronas vermelhas, o hall de entrada com escadarias de mármore, corrimãos de latão e parede com espelhos. A sala tem programação variada, com curtas, médias e longas, promovendo ciclos temáticos, de autores, gêneros e de países, mas priorizando a produção brasileira.

Atualizado em 10 Set 2016.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"Tomb Raider" com Alicia Vikander no papel de Lara Croft ganha primeiro trailer; assista!

Novo filme da franquia tem estreia prevista para março de 2018

13 objetos de decoração que vão deixar sua casa mais cinéfila

De quadro interativo a almofada para pipoca, confira os itens que não podem faltar no seu cafofo

Entrevista: Dylan O’Brien fala sobre seu primeiro papel nos cinemas após acidente em 2016

“O Assassino: O Primeiro Alvo” chega aos cinemas nesta quinta, 21 de setembro

"All I See is You", drama com Blake Lively, ganha primeiro trailer; assista!

Longa estreia dia 27 de outubro nos EUA

Bilheterias da semana: "It - A Coisa" mantém liderança enquanto "Mãe!" fracassa nos EUA

Filme pode se tornar a maior bilheteria da história no gênero de horror

"Bingo - O Rei das Manhãs" é escolhido para representar o Brasil no Oscar 2018

Filme de Daniel Rezende se inspira na história real de um dos atores que interpretou o palhaço Bozo no Brasil