Guia da Semana

Cineasta filma documentário sobre sua própria morte

Publicação: sexta, 03 de outubro de 2008.

Gil Rosselini, filho adotivo do diretor Roberto Rosselini, faleceu na noite desta quinta-feira (02/10), após sofrer por quatro anos de uma grave infecção. Na época, em 2004, depois de passar três semanas em coma, o cineasta decidiu fazer um documentário sobre a evolução da doença.

Durante o período, ele filmou Kill Gil e Kill Gil 2. Quando morreu, o diretor estava se preparando para completar o terceiro da série, que seria apresentado no Festival de Roma, no final do mês. Mesmo com a morte do autor, o filme será exibido incompleto no evento, com o título de Kill Gil 2 e meio.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

6 filmes com mais de 10 anos que continuam sendo atuais

Confira longas que, apesar de antigos, fazem sentido e nos ensinam até os dias de hoje

6 filmes para não assistir na Netflix

Confira títulos para passar bem longe

17 filmes que abordam assuntos polêmicos e necessários que você precisa assistir

Confira longas que tratam de temas como aborto, drogas, preconceito, maternidade e muito mais

10 filmes não clichês sobre relacionamentos que você precisa assistir

Confira longas que falam sobre o amor real e saem do senso comum

'Deadpool 2', 'O Processo' e mais seis filmes que estreiam nesta quinta-feira (17) nos cinemas; confira!

Longa adaptação da HQ criada pela Marvel Comics já é destaque e divide espaço com produções brasileiras

13 filmes que confundem a mente

Confira alguns longas que, com maestria, nos convidam a sair da zona de conforto