Guia da Semana
Cinema
Por Juliana Varella

Crítica: “Angry Birds – O Filme” leva o jogo de celular para os cinemas

Filme estreia no dia 12 de maio.

Chuck (voz de Fábio Porchat), Red (Marcelo Adnet) e Bomba (Mauro Ramos) são os heróis nervosos do filme (Divulgação)

Há mais ou menos seis anos, um jogo criado exclusivamente para smartphones – quando smartphones ainda engatinhavam rumo aos bolsos dos usuários de celulares – se tornou uma febre mundial. Hoje, a febre passou, outros jogos substituíram os pássaros nervosos, mas “Angry Birds” se transformou numa marca, com direito a uma série de TV e, agora, um longa-metragem para chamar de seu.

“Angry Birds – O Filme” é uma comédia infantil com uma estrutura bem tradicional: um herói rejeitado percebe uma ameaça enquanto todos os outros são enganados e, com a ajuda de alguns amigos, salva o dia e ganha seu espaço no grupo.

Esse herói é Red, um pássaro irritadiço que vive numa comunidade que cultua a alegria. Depois de brigar com um pai numa festinha infantil e acidentalmente quebrar o ovo da família – chocando-o prematuramente –, ele é encaminhado para uma terapia contra a raiva, onde conhece a paciente Matilda, o veloz Chuck, o explosivo Bomba e o silencioso Terrence.

Um dia, um navio de porcos verdes atraca na praia dos pássaros e Red logo desconfia de suas intenções, mas ninguém lhe dá ouvidos. Então, quando os porcos sequestram todos os ovos da cidade, cabe aos heróis raivosos salvarem os filhotes.

“Angry Birds – O Filme”, apesar do enredo simples, surpreende pela quantidade de risadas que pode provocar. O humor é inteligente, traz algumas ótimas sacadas para o público adulto e cinéfilo e os personagens são cativantes. Na versão dublada (em geral, muito boa), Marcelo Adnet, Fábio Porchat e Mauro Ramos fazem as vozes de Red, Chuck e Bomba.

O jogo, em si, é referenciado apenas na diversidade dos pássaros, que, quando lançados de um estilingue, revelam “poderes” até então inexplorados. Não é preciso, portanto, ter jogado “Angry Birds” para entender o filme, que faz o possível para criar uma aventura acessível para todas as idades. Infelizmente, atingir crianças muito novas quase sempre significa colocar personagens dançando ou fazendo piadas com panças e nádegas. Feche os olhos a isso e o filme será divertido.

“Angry Birds – O Filme” estreia no dia 12 de maio nos cinemas.

Confira mais dicas de cinema:

Gostou? Veja todos os vídeos: youtube.com/julianavarellaonline


Por Juliana Varella

Atualizado em 12 Mai 2016.

Mais notícias

5 motivos para conferir a 9ª edição da Mostra Ecofalante de Cinema

Cinema

Pipoca com sabor inspirado nas sobremesas do Outback entra no cardápio do Drive Park por tempo limitado; saiba tudo!

Cinema

"Cine África Em Casa" exibe filmes africanos com bate-papo virtual; saiba mais!

Cinema

10 cinemas drive-in em São Paulo para conhecer e curtir um momento de lazer

Cinema

Arena Estaiada Drive-In inaugura em São Paulo nesta sexta-feira (12); saiba mais sobre ingressos e sessões

Cinema

Cinema drive-in voltou; veja onde encontrar no Brasil

Cinema