Guia da Semana
Cinema
Por Juliana Varella

Crítica: “Casamento Grego 2” traz um humor leve para toda a família

Sequência da comédia de 2002 estreia no dia 31 de março nos cinemas.

Sequência traz algumas piadas internas para quem assistiu ao primeiro filme (Divulgação)

Nem parece, mas já se foram 14 anos desde que Toula se apaixonou por um americano e teve que convencer sua família grega a aceitá-lo. Agora, chega aos cinemas a sequência da comédia “Casamento Grego”, que vai reunir os Portokalos em mais uma grande e barulhenta festa.

Em “Casamento Grego 2”, dirigido por Kirk Jones (“O que esperar quando você está esperando”), acompanhamos três arcos paralelos. Os protagonistas do primeiro filme, Toula (Nia Vardalos) e Ian (John Corbett), estão casados há mais de 15 anos e começam a ter dificuldades para manter o romance entre tantas obrigações profissionais e, principalmente, familiares.

Entre seus problemas, está a filha, Paris (Elena Kampouris), já adolescente, que está se sentindo sufocada e quer ser aceita numa universidade bem distante de Chicago. Por fim, os pais de Toula, Gus (Michael Constantine) e Maria (Lainie Kazan), descobrem que sua certidão de casamento não foi assinada e, portanto, precisam se casar propriamente.

O filme, ao contrário do anterior, dificilmente pode ser rotulado como uma “comédia romântica”, já que o romance fica completamente ofuscado pela comédia. O humor é leve e aposta em piadas inofensivas sobre famílias excessivamente próximas, velhinhos rabugentos, tias muito abertas sobre suas vidas sexuais, vizinhas enxeridas e outros casos cotidianos com os quais qualquer um pode se identificar. As piadas internas, para quem assistiu ao primeiro filme, são muitas.

Se há uma fraqueza em “Casamento Grego 2”, é justamente a vontade de agradar a todos. O filme garante boas risadas, mas parece faltar um conflito central para, realmente, prender a atenção: por mais que o público saiba que tudo vai dar certo no final, o caminho até lá é fácil demais.

Paris, por exemplo, é uma adolescente rebelde apenas por alguns minutos, insuficientes para embarcar em qualquer discussão mais séria com os pais. Já a relação entre Toula e Ian, que dizem precisar de “conserto”, não parece realmente enfrentar nenhum obstáculo – os dois, claramente, ainda se respeitam e trocam olhares apaixonados durante todo o filme. Falta a eles, apenas, um pouco de tempo a sós e nada mais.

Quem segura o filme é o elenco veterano: Michael Constantine parece se divertir no papel do idoso reclamão e obcecado por Alexandre, O Grande; enquanto Lainie Kazan vai à loucura como a vovó espalhafatosa e romântica. Andrea Martin, que interpreta a tia Voula, também assume a dianteira em muitos momentos, levantando o astral do filme enquanto o casal principal não consegue fazê-lo.

“Casamento Grego 2” estreia nos cinemas no dia 31 de março, mas terá pré-estreias a partir do dia 24. Para quem procura algo leve e engraçado, é uma boa pedida.

 

Confira mais dicas de cinema:

Gostou? Veja todos os vídeos: youtube.com/julianavarellaonline


Por Juliana Varella

Atualizado em 2 Abr 2016.

Mais notícias

10 filmes com Philip Seymour Hoffman que você deveria assistir

Cinema

"Em Chamas", "O Quebra-Cabeça" e mais três filmes estreiam nesta quinta (15); Confira:

Cinema

Disney Pixar divulga teaser trailer de "Toy Story 4"; assista!

Cinema

21 filmes com heróis de Stan Lee que você precisa assistir o quanto antes

Cinema

10 filmes que você precisa assistir na Netflix até o final do ano

Cinema

9 filmes imperdíveis com o ator Eddie Redmayne para assistir hoje mesmo

Cinema