Guia da Semana

Depois do sucesso em "Invocação do Mal", "Annabelle" assusta, mas não empolga

Clichês e novidades misturam-se e prometem conquistar os fãs do terror

Uma tendência no mundo do cinema é usar personagens secundários e criar franquias distintas - como foi o caso dos Minions, que saíram da tela de "Meu Malvado Favorito" para viver novas aventuras. No terror, a história não é diferente. A prova disso é a boneca Annabelle, que acaba de ganhar seu próprio filme, após o sucesso em "Invocação do Mal". O longa chega aos cinemas brasileiros na próxima quinta, 9 de outubro, e o Guia da Semana te conta o que esperar. 

Depois de lançar "Sobrenatural", em 2011, o diretor James Wan continuou seguindo pelo caminho do ocultismo e adoração ao diabo, conquistando o público com os sustos de "Invocação do Mal". Ambos os filmes foram inspirados nas histórias do famoso casal demonologista, Ed e Lorraine Warren. Não é a primeira vez que os casos da dupla inspiram o cinema: "Horror em Amytiville" é um exemplo. Acontece que, em "Invocação do Mal", uma personagem em especial roubou a cena: Annabelle. O sucesso foi tanto que a boneca ganhou um filme só dela, desta vez dirigido por John R. Leonetti.

No longa, conhecemos o passado de Annabelle e os acontecimentos que levaram a sua maldição. Inspirado em clássicos do terror, como "O Bebê de Rosemary" e "The Omem", o roteiro aposta nas lendas de seitas ocultistas para criar a sua tensão: nada muito diferente do que vimos em "Sobrenatural", "Invocação do Mal" e outros filmes do gênero. Todos esses nos levam a crer que o terror baseia-se nos mesmos clichês de sempre; a inovação, quando aparece, vem na forma de como a história é contada e de como são usados elementos para prender o fôlego do espectador.

"Annabelle" tenta enganar o público, deixando os sustos para quando se menos espera. Os clichês são revisitados e dão ao roteiro um novo tom. Componentes importantes do terror, como a trilha sonora, aparecem para completar a tensão das cenas. O fôlego, entretanto, tão importante em filmes do gênero, não consegue ser mantido. Salvo longas como o remake de "A Morte do Demônio" ou o inovador "O Segredo da Cabana" (sem contar os independentes, como o chileno "La Casa"), parece que o terror comercial continua enfrentando dificuldades para recuperar o prestígio e apresentar novidades ao público. "Annabelle", entretanto, é uma tentativa que vale a pena conferir.

Como estratégia de divulgação do filme, a boneca usada nas gravações está viajando por São Paulo e estava presente na sessão! 

Atualizado em 6 Out 2014.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

22 filmes para ver por até R$ 4 no Dia do Orgulho Nerd

"Batman: O Cavaleiro das Trevas" e "Harry Potter e as Relíquias da Morte" estão em cartaz por preços reduzidos

7 motivos para assistir ao novo “Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar”

Quinto filme da série chega aos cinemas nesta quinta-feira, 25 de maio

Filme "Extraordinário", com Julia Roberts e Jacob Tremblay, ganha trailer emocionante

Longa inspirado no best-seller de R.J. Palacio estreia em novembro

20 Filmes que você vai querer ver nos cinemas em junho

"Mulher Maravilha", "A Múmia" e "Meu Malvado Favorito 3" estão entre os destaques do mês

Mostra itinerante exibe "Up - Altas Aventuras" e outros três filmes de graça em São Paulo

“Up – Altas Aventuras” e “O Sorriso de Monalisa” estão no cardápio do Cinemóvel Carrefour

Continuação de "Mamma Mia" é confirmada

Intitulado "Here We Go Again!", filme estreia em 2018