Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

E o Oscar pode ir para...

Analistas e críticos americanos indicam quais os filmes cotados para concorrer à estatueta em 2008.

Especialistas afirmam que prêmio deve ficar entre Onde os Fracos Não Têm Vez e Desejo e Reparação

O Oscar só acontece mesmo em 24 de fevereiro, mas desde o começo deste ano, críticos e especialistas cogitam sobre quais as produções que devem ser premiadas em 2008. Para as previsões, novembro é o mês chave, já que é o último em que se pode tentar adivinhar a opinião dos membros da Academia, sem qualquer influência de fora. Já no dia 5 de dezembro sai a primeira das premiações que costumam antecipar o que o Oscar trará, o National Board of Review, a associação dos críticos americanos.

A partir de então, começam diversos destes prêmios que, se não influenciam, ao menos dão uma idéia de quem leva a estatueta. Em 13 de dezembro saem os indicados ao Globo de Ouro, uma versão menos séria do Oscar, mas muito semelhante a ele, que será realizado um mês depois. Dia 20, é a vez dos indicados ao Screen Actors Guild, a associação dos atores. A dos produtores, Producers Guild of America, é apenas em 14 de janeiro, pouco antes da esperada lista de indicados ao Oscar, no dia 22.

Por isso, este é o momento em que os jornalistas e críticos tentam se colocar no lugar dos membros da Academia para saber o que virá nesta lista. Há verdadeiros especialistas nisto, como Sacha Stone, que faz isto desde 1999 quando era conhecida como Oscar Watch, e que escreve para o Award Daily. Ou mesmo Tom O´Neil, o insider do The Envelope, e Kristopher Tapley, editor do In Contention. Baseado na lista destes e de outros críticos, o Guia da Semana selecionou alguns dos filmes que prometem conseguir uma vaga entre os melhores filmes de 2007.

Um dos filmes que aparecem quase como unanimidade é Desejo e Reparação, adaptado do livro de Ian McEwan. Com 130 minutos, o drama de época fala sobre o relacionamento entre uma jovem rica e o filho da governanta, que é rompido quando ele é acusado de ser um estuprador. Antes mesmo de ser visto, no Festival de Veneza, o filme já era um dos grandes favoritos à premiação, o que não mudou muito desde então. Além da vaga em melhor filme, ele está cotado para melhor diretor, Joe Wright, ator, James McAvoy, atriz, Keira Knightley, e atriz coadjuvante, Saoirse Ronan.

Também bem cotado está o novo filme dos irmãos Coen. Onde os Fracos Não Têm Vez é sobre um homem que encontra US$ 2 milhões, em um acerto de contas entre traficantes, onde ninguém sobreviveu. Porém, logo ele é perseguido por um assassino e por um policial. Apesar de bastante cultuado, a violência excessiva pode tirar suas chances. Grande parte dos críticos acredita que nem mesmo a vitória de Os Infiltrados ajude o filme. Porém, dão como quase certa as indicações de Javier Bardem para ator coadjuvante e de Ethan e Joel Coen para a direção.

Um pouco menos violento, menos adorado, mas também bastante presente nas listas é O Gângster. Com um grande sucesso nas bilheterias, o filme conta a história real de Frank Lucas, um negro que conseguiu ser mais perigoso do que a máfia italiana, quando ele, na década de 70, comprava heroína na Ásia e trazia para a América em caixões dos soldados mortos no Vietnã. Denzel Washington está cotado para mais uma indicação como ator, assim como Ridley Scott pode conseguir uma vaga entre os diretores.

Sucesso nas livrarias e agora nos cinemas, O Caçador de Pipas é outro possível indicado ao prêmio de melhor filme. Dirigida por Marc Forster, que agora está filmando o novo 007, a adaptação conta a história de Amir, um afegão que vive na Califórnia, mas que regressa à sua Terra para acertar as contas com seu passado. E fechando os cinco indicados, os especialistas apostam em Juno, que corresponderia a um novo Pequena Miss Sunshine. O independente fala sobre uma adolescente grávida que procura uma família para adotar o filho antes de nascer.

Porém, o filme que está disparado como o melhor do ano, mesmo que tenha sido exibido apenas em raras sessões privadas, There Will Be Blood, o novo filme de Paul Thomas Anderson, de Magnólia, ainda aparece em poucas destas relações. Mesmo sendo considerado por muitos como um novo Cidadão Kane, o longa pode ficar fora, já que tem cenas fortíssimas que assustou quem viu. Mesmo assim, Daniel Day-Lewis aparece como favorito não só para a indicação, mas para levar a estatueta de melhor ator.

Ainda podem entrar na lista o também inédito Jogos do Poder, do diretor Mike Nichols, de Closer - Perto Demais, com Tom Hanks e Julia Roberts. Ainda que as primeiras apresentações pareçam ter decepcionado. Além dele, ainda está cotado o macabro musical Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, de Tim Burton, que também pode render indicação a Johnny Depp. Fora estes, há quem aposte em Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto, do veterano Sidney Lumet, ou no drama francês O Escafandro e a Borboleta. Para ter certeza, só mesmo esperando o dia 22 de janeiro de 2008.

Datas previstas de estréia:

18/01
O Caçador de Pipas

25/01
O Gângster

08/02
Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet

15/02
Desejo e Reparação
Onde os Fracos Não Têm Vez

22/02
Jogos do Poder

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Divulgados trailer e pôster inéditos do filme "Cruella"; confira!

Cinema

Resenha: 'En las estrellas'

Cinema

Confira a lista dos indicados ao Oscar 2021

Cinema

Oscar 2021: saiba onde assistir aos filmes indicados

Cinema

10 mostras de cinema online para conferir em março de 2021

Cinema

Mostras de cinema gratuitas e online para conferir em fevereiro

Cinema