Guia da Semana
Cinema
Por Redação Guia da Semana

Conheça os 12 filmes brasileiros que disputam a indicação para o Oscar 2020

"Simonal", "Legalidade" e "Bacurau" estão na lista.

Imagem do filme "Bacurau" (Foto: Divulgação/Globo Filmes)

Ainda estamos em 2019, mas os filmes que concorrem ao Oscar 2020 já estão sendo listados e entre tantos títulos estão os brasileiros, que lutam por uma vaga na corrida pelo prêmio. No ano passado, 22 longas entraram na disputa e o escolhido foi "O Grande Circo Místico", de Caca Diegues. 

Já este ano, temos 12 produções incríveis na disputa. Para que você possa direcionar a sua torcida - e também se preparar para assistir a cada um deles -, o Guia da Semana lista os filmes brasileiros inscritos para a corrida pela premiação; Confira: 
 

SIMONAL 

Foto: Globo Filmes/ Paprica Fotografia 

O filme conta a história de Wilson Simonal, o cantor que saiu da pobreza e comandou as maiores plateias do Brasil. Dotado de um recurso vocal assombroso e domínio de palco excepcional, Simonal consegue transformar suas inseguranças da infância em grandes conquistas na idade adulta. Uma vez no topo, passa a se sentir invencível: exibe a sua riqueza e gosto por carrões e mulheres; faz propaganda de multinacionais; e se recusa a fazer discurso engajado contra a ditadura. Até que resolve ameaçar seu contador quando se vê com problemas financeiros, graças a seus gastos descontrolados, e acaba vendo seu nome envolvido com o DOPS. Começa então a derrocada de uma das maiores vozes que o Brasil já ouviu.


A VIDA INVISÍVEL 

Década de 1940. Eurídice é uma jovem talentosa, mas bastante introvertida. Guida é sua irmã mais velha, e o oposto de seu temperamento em relação ao convívio social. Ambas vivem em um rígido regime patriarcal, o que faz com que trilhem caminhos distintos: Guida decide fugir de casa com o namorado, enquanto Eurídice se esforça para se tornar uma musicista, ao mesmo tempo em que precisa lidar com as responsabilidades da vida adulta e um casamento sem amor.


BACURAU 

Foto: Divulgação/ Globo Filmes

Num futuro recente, Bacurau, um povoado do sertão de Pernambuco, some misteriosamente do mapa. Quando uma série de assassinatos inexplicáveis começam a acontecer, os moradores da cidade tentam reagir. Mas como se defender de um inimigo desconhecido e implacável?


LOS SILENCIOS 

Amparo (Marleyda Soto) é mãe de dois filhos pequenos e está fugindo dos conflitos armados da Colômbia. Na tríplice fronteira do país com o Peru e o Brasil, ela e os meninos se abrigam em uma pequena ilha com casas de palafita no Rio Amazonas. No local, eles encontram o pai (Enrique Diaz), que supostamente estava morto.


SOCRATES 

Foto: Divulgação

Depois da morte de sua mãe, o jovem Sócrates (Christian Malheiros), que foi criado apenas por ela durante os últimos tempos, precisa fazer tudo o que for possível para que consiga sobreviver na realidade da miséria, somado com o preconceito por ser homossexual. Seus valores e ideais são colocados na balança com o medo de não conseguir se virar sozinho.


A ÚLTIMA ABOLIÇÃO

O Brasil tem o vergonhoso título de “último país ocidental a abolir a escravidão”, fato que se deu apenas em 1888. O documentário A Última Abolição aborda a escravidão no Brasil com especial enfoque no período da abolição, destacando os movimentos abolicionistas; a resistência escrava e estratégias de luta dos escravizados e libertos; o papel das mulheres negras na resistência; as discussões da elite política e cultural do país no período; culminando com a assinatura da Lei Áurea e suas consequências para a população negra do Brasil pós-abolição aos dias de hoje. Ao mostrar o protagonismo do povo negro na luta por sua libertação o documentário contribuirá para o debate da história brasileira e da formação da nossa cultura, jogando um novo enfoque no tema e fortalecendo o combate ao preconceito racial.


BIO - CONSTRUINDO UMA VIDA 

Foto: Divulgação

Nascido em 1959 e morto em 2070, um homem tem uma patologia especial que não o permite mentir. Depois de sua morte, amigos e membros de sua família se reúnem para relembrar acontecimentos especiais pelos quais passaram juntos e que montam um interessante retrato da biografia do rapaz.


LEGALIDADE 

Brasil, 1961. Quando Jânio Quadros renuncia à presidência do Brasil, o vice-presidente João Goulart torna-se o sucessor natural ao cargo. No entanto setores da sociedade, liderados pelos militares, clamavam pelo impedimento da posse de Jango, temerosos de suas posições de esquerda. Liderado por Leonel Brizola (Leonardo Machado), o movimento Legalidade é criado para garantir a posse do vice-presidente, colocando grande parte do Rio Grande do Sul contra o núcleo do exército. Em meio à turbulência política e social, um triângulo amoroso é formado entre Cecília (Cleo Pires), Luis Carlos (Fernando Alves Pinto) e Tonho (José Henrique Ligabue).


A VOZ DO SILÊNCIO 

O passar dos anos é impiedoso para todos. No filme, sete personagens aparentemente comuns conduzem suas vidas buscando, cada um, aquilo que acredita lhe trazer satisfação pessoal. Mas, mesmo com vidas distintas e distantes, eles se aproximam pela maneira como orientam suas existências com base em preocupações mundanas.


HUMBERTO MAURO 

Foto: Divulgação 

Um pioneiro do audiovisual brasileiro, Humberto Mauro fez história com uma grande carreira entre a década de 1930 e 1960, produzindo mais de 300 curtas, médias e longa metragens e se tornando diretor do Instituto Nacional de Cinema. Reunindo trechos de obras do cineasta e entrevistas, o diretor André Di Mauro faz um panorama da vida e da carreira desse grande nome do cinema nacional.


CHORAR DE RIR 

“Estrela do programa de TV Chorar de Rir” , Nilo Perequê (Leandro Hassum) é um grande nome da comédia no país. Quando ganha o prêmio de melhor comediante do ano, o humorista decide mudar radicalmente sua carreira e se dedicar totalmente ao drama, deixando sua família e seu empresário desesperados.


ESPERO TUA (RE)VOLTA 

Foto: Divulgação/Globo Filmes 

Quando a crise se aprofundou no Brasil, os estudantes saíram às ruas e ocuparam escolas protestando por um ensino público de qualidade e uma cidade mais inclusiva. Espero Tua (Re)volta acompanha as lutas estudantis desde as marchas de 2013 até a vitória do presidente Jair Bolsonaro em 2018. Inspirada pela linguagem do próprio movimento, o filme é conduzido pela locução de três estudantes, representantes de eixos centrais da luta, que disputam a narrativa, explicitando conflitos do movimento e evidenciando sua complexidade.

 


Atualizado em 21 Ago 2019.

Mais notícias

7 filmes com a atriz Morena Baccarin, da série “Sessão de Terapia”, que você precisa assistir

Cinema

"Vai Que Cola 2", "O Mal Não Espera a Noite - Midsommar" e mais seis filmes estreiam nesta quinta-feira (12); Confira!

Cinema

Na onda de “Bacurau”, 7 filmes imperdíveis com a atriz Sonia Braga

Cinema

10 filmes que vão acelerar o seu coração

Cinema

23 filmes imperdíveis que estreiam nos cinemas em setembro de 2019

Cinema

13 filmes imperdíveis em cartaz no feriado de 7 de setembro de 2019

Cinema